Saraiva Conteúdo por Saraiva Conteúdo Filmes e séries 30.04.2010 30.04.2010

Vidas que roubam futuros

Por Vinicius Valente

Sonhos não possuem preconceitos. Eles estão presentes namente de ricos, negros, gays, mulheres, pobres, brancos, enfim, de qualquerpessoa. Igualmente, podem ser almejados em qualquer momento da vida, seja umafase ruim ou boa. Quem confirma são algumas meninas da esquina, que, comomostra Sandra Werneck em seu novo longa, continuam sempre a sonhar, mesmo tendoseus desejos roubados pela vida.

O filme SonhosRoubados aborda o cotidiano difícil de três garotas de uma comunidade pobredo Rio de Janeiro, que não têm oportunidades nem perspectivas de um futuromelhor. Jéssica (Nanda Costa) é uma bonita dejovem de 17 anos que já é mãe. Mora com o avô doente que trabalha consertandobicicletas e, para amenizar sua tosse constante, está sempre embriagado, umavez que lhe falta dinheiro para comprar remédios. A geladeira da casa estásempre vazia. A personagem costuma comentar com as amigas sobre a mãe, quemorreu de AIDS. Em meio a constantes brigas com a ex-sogra, que tenta tomar aguarda da neta, Jéssica freqüenta bares, festas e bailes na comunidade, em buscade homens que possam lhe dar dinheiro, ou até mesmo um prato de comida em trocade sexo. Aos poucos vai conseguindo novas formas de prostituir-se, como oesquema criado com os amigos de um presidiário, no qual finge ser sua esposapara passar pela segurança da prisão e, assim, ter relações sexuais com ele emtroca de dinheiro. Sonha com uma vida decente para a filha e para o avô.

Sabrina (Kika Farias) tem amesma idade e freqüenta os bailes para prostituir-se, juntamente com a amiga. Odinheiro que ganha com o trabalho de vendedora em uma lanchonete não ésuficiente. Quando começa a se relacionar com um bandido, larga o emprego e vaimorar na casa cedida pelo namorado. Porém, como ele passa semanas fora, a jovemse vê obrigada a continuar com a prostituição para poder sobreviver.

Daiane (Amanda Diniz) tem 14anos e mora com a tia, irmã de seu pai, e o marido pedófilo. Dentro de casa,ela sofre constantes investidas do tio. Tenta constantemente aproximar-se dopai, visitando-o algumas vezes, porém é sempre recebida com grosseria ebrutalidade. Sonha com uma tintura loira para seus cabelos, um MP3 player e umagrande festa de 15 anos. Para conquistar seus desejos começa a freqüentar asnoitadas com as amigas Jéssica e Sabrina e conseqüentemente, começa aprostituir-se, até mesmo para o tio.

Enquanto transita pelo tristecotidiano das três jovens, o longa exibe nuances da sociedade que contribuempara a situação em que as três vivem, como os repetidos dias sem aulas, devidoà greve na rede pública de escolas.

O filme de Sandra Werneck é baseado nolivro As meninas da esquina, deEliane Trindade, no qual a autora apresentao cotidiano de seis garotas, não identificadas, de diferentes partes do país,que se prostituíam desde criança. No meio de um cenário triste, pobre eviolento, a diretora extrai a delicadeza das adolescentes sem futuro e educação,que têm seus sonhos surrupiados pela vida ingrata e sem oportunidades em quevivem. Sandra mostra a prostituição como não como uma forma de ganhar dinheirofácil, mas como a única alternativa que a vida das jovens proporciona.

> Assista ao trailer de Sonhos roubados

Recomendamos para você