Saraiva Conteúdo por Saraiva Conteúdo Filmes e séries 24.05.2013 24.05.2013

“Um filme como esse é necessário”, diz Terrence Howard sobre ‘Sem Proteção’

Por Edu Fernandes
 
No final dos anos 1960, movimentos sociais estavam em alta em todo o mundo. Muitas dessas facções faziam o uso da violência para que suas vozes fossem ouvidas. Sem Proteção conta a história de um desses grupos radicais. O filme estreia no Brasil em 24 de maio.
 
O roteiro acompanha Jim Grant (Robert Redford, de Leões e Cordeiros), um homem que mantém uma vida dupla como advogado. No passado, ele foi declarado inimigo público por ser líder de um bando de militantes que realizava assaltos a bancos. Desde então, conseguiu ficar anônimo, mas uma de suas parceiras de luta (Susan Sarandon, de A Viagem) se entregou, e o FBI recomeça a caçada.
 
Quem comanda a força policial é Cornelius, papel de Terrence Howard (Na Estrada). O ator esteve no Brasil durante o Festival do Rio e falou com a imprensa sobre Sem Proteção.
“Um filme como esse é necessário em um tempo em que os governos estão grandes demais e não trabalham para o bem das pessoas”, disse Terrence. “Todo mundo pensa ser inocente, mas os próprios Estados Unidos nasceram com rebeldes que lutaram contra os britânicos. A verdade é que só conseguimos mudanças sob a ameaça de derramamento de sangue”.
 
Sem Proteção joga com ambiguidades entre certo ou errado, seguindo o rastro de Jim na tentativa de provar sua inocência. Outra questão levantada pelo roteiro é até que ponto se pode ir para defender os ideais.
“Se pegarmos pela história do mundo, veremos muitos exemplos assim”, explica o ator. “Nelson Mandela era visto como terrorista e Martin Luther King também”.
 
Robert Redford divide-se entre atuar e dirigir Sem Proteção
 
Além do papel principal, Robert Redford assumiu a direção do longa. “Foi uma das experiências mais nervosas da minha vida”, confessa Howard sobre ser dirigido por Redford. “Você está trabalhando com uma lenda. Você tem que confiar no que ele diz, pois ele tem mais conhecimento de causa. Ele era muito claro sobre o que queria dos atores”.
Além do personagem interpretado por Terrence, a lista de perseguidores do protagonista também tem o jornalista Ben Shepard, papel de Shia LaBeouf (Os Infratores). “Sou muito fã dele desde Santos e Demônios, em que ele está muito vulnerável”, afirma Terrence. “É o primeiro ator jovem com quem eu consegui aprender algo durante o trabalho”.
 
Anna Kendrick e Shia LaBeouf em cena de Sem Proteção
 
Na ala feminina do elenco está Anna Kendrick (A Escolha Perfeita), que interpreta Diana, uma funcionária do FBI. “Ela fala rápido e seus olhos não param quietos”, descreve Terrence. “Ela parece assustada e confusa, dá até vontade de proteger aquela moça. Mas quando as câmeras começam a rodar, aquela mulher de 1,60m vira um monstro”.
 
Sobre seu próprio personagem, apesar de ser o antagonista, Terrence vê razões para defender suas motivações. “Ele quer muito criar uma reputação para si”, atesta. “Ele luta pelo nome do FBI e acha que isso é uma atitude sábia que pode ajudar sua carreira”.
Com elenco estelar, Sem Proteção tem participações de Nick Nolte (Caça aos Gângsteres), Chris Cooper (Os Muppets), Stanley Tucci (Jogos Vorazes), Richard Jenkins (Jack Reacher: O Último Tiro), Brendan Gleeson (O Corvo) e Sam Elliott (Cadê os Morgan?).
 
Veja o trailer de Sem Proteção:
 

 
 
 
 
Recomendamos para você