Saraiva Conteúdo por Saraiva Conteúdo Filmes e séries 29.05.2014 29.05.2014

Três peças não-musicais da Broadway que merecem virar filme

Por Willians Glauber
 
Já se tornou comum a adaptação para a TV e o cinema de produções não musicadas da Broadway. Geralmente esse tipo de obra consegue ir além dos palcos por conta da repercussão entre público e crítica.
 
Este ano, foi a vez do canal a cabo HBO, dos EUA, adaptar The Normal Heart (1985) para a telinha. Na história, o escritor Ned Weeks (alter ego do autor da peça, Lary Krammer) se vê em meio à propagação do vírus HIV e da Aids entre os homens homossexuais.
 
Para lidar com a situação caótica, ele tem a ajuda de amigos e da médica Emma Brookner. Ela trata os primeiros casos e descobre que a transmissão acontece por meio de relações sexuais. O pano de fundo da história é o início da década de 1980, período marcado pela revolução sexual gay e quando a causa da doença ainda era desconhecida.
 
Emma é interpretada por Julia Roberts (Álbum de Família), Ned é vivido pelo ator Mark Ruffalo (Os Vingadores) e com eles no elenco estão também Jim Parsons (The Big Bang Theory), Matt Bomer (White Collar) e Taylor Kitsch (Battleship: A Batalha dos Mares).
 
The Normal Heart
31 de maio, às 22h, HBO
 
ELAS TAMBÉM MERECEREM LUZ, CÂMERA E AÇÃO
 
Inspirado no filme The Normal Heart, o Saraiva Conteúdo escolheu as peças Black Angels Over Tuskegee, The Cripple of  Inishmaan e Casa Valentina como candidatas a uma possível futura adaptação para TV ou cinema.
 
E antes de conhecer o contexto de cada uma delas, para entender melhor a estrutura de produções teatrais e seu resultado na telinha ou telona, conversamos com o jornalista, dramaturgo e roteirista Alex Francisco.
 
“Nem sempre a fala é tão importante quanto a expressão, o toque, o silêncio; no palco o texto não pode ser autoexplicativo, ele trabalha com cenas que instigam o público a refletir e criar sua própria interpretação” explica o dramaturgo. Características que podem ou não ser aproveitadas em um longa-metragem.
 
BLACK ANGELS OVER TUSKEGEE
 
Black Angels Over Tuskegee está em cartaz desde 2010 em um pequeno teatro no circuito Off-Broadway
A peça gira em torno de seis homens negros que se alistam na força aérea americana. O ano é 1943 e eles enfrentam o preconceito e a discriminação para se tornarem pilotos. 
 
Esse grupo vive dificuldades que o tempo todo desafiam a esperança de haver uma sociedade inclusiva, colocando à prova o patriotismo, a inteligência e até o senso de irmandade desses soldados recém chegados a uma realidade desconhecida.
 
Autor: Layon Gray
Em cartaz desde fevereiro de 2010
 
THE CRIPPLE OF INISHMAAN
 
The Cripple of Inishmaan é propícia para ser adaptação para o formato de longa-metragem: um diretor hollywoodiano faz seu filme em uma ilha irlandesa
Daniel Radcliffe (franquia de filmes Harry Potter) interpreta Billy, um garoto aleijado que vê diante de si a oportunidade de se livrar de sua rotina tediosa.
 
Morador de Inishmaan, na Irlanda, quando descobre que um diretor hollywoodiano está escolhendo o elenco de seu próximo longa-metragem na ilha vizinha, ele decide fazer audição para o filme. Billy, mais do que qualquer outro morador das redondezas, quer se tornar uma estrela de Hollywood.
 
Tanto Black Angels Over Tuskegee quanto The Cripple of Inishmaan foram sugestões dadas por Francisco. “[Elas] Merecem adaptações, pois já apresentam boas story-lines para o cinema”, destaca ele.
 
Autor: Martin McDonagh
Em cartaz até 20 de julho de 2014
 
CASA VALENTINA
Imagine se seu pai, tio ou irmão fosse pego travestido de mulher em uma cidade do interior? Em 1962, era exatamente isso que acontecia em Catskill Mountains. O lugar abrigava uma colônia voltada pra homens heterossexuais cujo hobby era se vestir e agir como mulheres.
 
Baseado em fatos reais, a peça mostra como pais de família se divertiam durante o final de semana, expondo seus alter egos femininos e enfrentando os impasses dessa “vida dupla”.
 
Assista a um trecho da peça:
 
 
Autor: Harvey Fierstein
Em cartaz até 29 de junho
 
ALÉM DE FILMES
 
Uma das adaptações de peças da Broadway que mais se destacou na TV foi Angels In America, minissérie desenvolvida também pela HBO, em 2003.
 

“Uma peça que tinha seis horas de duração no teatro encontra um espaço perfeito na televisão e vira uma obra icônica, que vai durar para sempre no imaginário de quem a assistiu”, aponta o roteirista Rafael Lessa.

 
Casa Valentina conta a história real de homens heterossexuais que tinham como hobby se vestir de mulher
 
Recomendamos para você