Saraiva Conteúdo por Saraiva Conteúdo Livros 14.12.2012 14.12.2012

Três paixões nacionais: samba, futebol e cerveja

 
Falta menos de uma semana para o Natal, e ainda tem gente que está na dúvida do que escolher para dar de presente para alguns amigos.
 
Se você conhece aquele cara que adora o Brasil, ou quer agradar àquele colega gringo apaixonado por nosso país, fizemos uma lista especial sobre três das maiores paixões nacionais: samba, futebol e cerveja. 
 
Para elaborar essa relação, o SaraivaConteúdo escalou três colaboradores – Felipe Candido, Filippo Carmona e Vinícius Costa –, que escolheram alguns dos lançamentos mais legais de 2012 sobre os assuntos.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
O SAMBA
 
O Samba Que Mora Em Mim
Dir. Georgia Guerra-Peixe
 
O período que antecede o Carnaval nos morros cariocas que sediam escolas é sempre muito efervescente. E é justamente nessa época, no Morro da Mangueira, que Georgia Guerra-Peixe fez o filme O Samba Que Mora Em Mim.
 
Apesar do título, o filme de Georgia não é (somente) sobre o samba. É uma viagem pessoal da diretora sobre o universo que ela conhece tão bem, mas ao mesmo tempo é tão distante. Filha de um ex-diretor cultural da Mangueira, Georgia, que há quase 20 anos mora em São Paulo, passou boa parte de sua infância frequentando a quadra da escola, as rodas de samba. A infância da cineasta foi entre os bambas mais bambas do samba carioca. É assim que ela inicia a jornada do filme. Partindo da quadra, que ela conhece tão bem, para subir pela primeira vez o morro (coisa que seu pai, mesmo diretor cultural de uma das escolas mais importantes do país, nunca fez) e conhecer mais de perto os personagens que habitam aquele mundo que ela, até então, desconhecia.
 
 
O filme é um convite irresistível para conhecer o cotidiano das pessoas simples. Descobrir o samba que mora em cada indivíduo, que vai além dos quatro dias da folia carnavalesca, mas que são indispensáveis para a criação e manutenção da festa que é considerada por muitos o maior espetáculo da Terra.
 
A Geografia do Samba na Cidade de São Paulo
Alessandro Dozena, Editora Polisaber
 
Certa vez, o poeta Vinícius de Moraes afirmou que São Paulo era o túmulo do samba.
 
Mas Vinícius estava enganado, e a cidade da garoa também tem seus bambas.
 
Para buscar as origens do ritmo na cidade de São Paulo, o geógrafo Alessandro Dozena refez os passos do samba, desde os primeiros anos da cidade, com as apropriações territoriais promovidas pelos primeiros sambistas, até chegar aos tempos mais recentes, com agremiações de escolas de samba que fazem tremer o chão da Pauliceia.
 
Para os amantes de samba, o livro é um precioso relato, cheio de detalhes e minúcias históricas que fazem todo amante do samba, de São Paulo ou não, entender um pouco das origens e raízes desse ritmo que tanto representa o Brasil.
 
 
 
Jorge Ben, Polyson
 
Um dos discos mais importantes da história da música brasileira, que traçou novos rumos para o samba, pelas mãos de Jorge Benjor, que, na época, era apenas Jorge Ben.
 
O disco, de 1963, foi o primeiro da carreira do músico e apresentou para o Brasil e para o mundo uma nova batida, um novo jeito de se tocar violão. Se anos antes, João Gilberto havia revolucionado o samba ao imprimir uma maneira mais doce de tocar violão, dando origem à Bossa Nova no álbum Chega de Saudade (1959), Jorge injeta veneno nas cordas do instrumento e cria uma batida percussiva, cheia de suingue, renovando mais uma vez o samba e criando a base do que mais tarde seria chamado de samba-rock.
 
Agora, esse grande álbum volta em edição de luxo em vinil, para delírio dos apreciadores do formato, que podem ouvir grandes clássicos de Jorge Ben, como “Mas que Nada”, “Balança Pema”, “Chove Chuva” e muitas outras no velho bolachão, com som apurado e límpido que só um vinil de 180 gramas pode produzir.
 
Batuques do Meu Lugar
Arlindo Cruz, Sony Music
 
O samba é pop. E hoje, o maior fenômeno ligado ao gênero é, sem dúvidas, Arlindo Cruz. Com um repertório de primeira, digno dos grandes mestres do samba, Arlindo ultrapassa todas as fronteiras, agradando às mais diversas classes sociais, idades, gêneros, etc.
 
Com mais de 30 anos de carreira, o compositor Arlindo já teve suas canções gravadas pelos mais diversos nomes, ligados ao samba ou não, mas que se curvaram diante do ritmo mais tradicional de nosso país. Alcione, Beth Carvalho, Zeca Pagodinho, Maria Rita, Fabiana Cozza são alguns dos nomes que já passearam pelo cancioneiro de Arlindo.
 
Nesse DVD, Arlindo reúne alguns de seus amigos mais chegados, como Sombrinha, Marcelo D2, Caetano Veloso e Seu Jorge, entre outros, para uma festa.
 
Realizado no Terreirão do Samba, no Rio de Janeiro, o show tem como base o último CD de estúdio do cantor, Batuques e Romances, em que o compositor buscou influência nas mais tradicionais rodas de samba do país, que conhece tão bem.
 
Samba da Vela
Vários Artistas, Radar Records
 
Uma das rodas de samba mais tradicionais de São Paulo, fundada em 2000, o Samba da Vela tem seu primeiro registro fonográfico.
 
Realizada no bairro paulistano de Santo Amaro, todas as segundas-feiras, o Samba da Vela reúne grandes nomes do samba da Pauliceia, além de convidados especiais, que acompanham, junto com os amantes do gênero e curiosos, a roda que começa quando uma vela é acesa e termina quando a chama se apaga.
 
Com formato diferente, todos os presentes ficam em torno da vela acesa, que, dependendo da cor, dita o tom da noite. Se a vela é rosa, significa que os sambas apresentados pelos compositores são inéditos, e estão sendo mostrados para que a comunidade conheça as novidades e aprovem os novos sambas.

Se a vela for azul, é sinal que os sambas que foram mais bem recebidos nas semanas de vela rosa são cantados novamente para que a comunidade absorva as canções que serão os futuros sucessos da comunidade. Os melhores sambas escolhidos nas semanas de vela azul são selecionados pelos fundadores do Samba da Vela ed têm suas letras impressas em cadernos distribuídos aos presentes nas noites de vela branca, que coroam o reconhecimento daqueles sambas como parte do repertório oficial da comunidade.
 
Em clima de respeito ao samba, aos sambistas e a todos os presentes, o Samba da Vela mantém a tradição mais pura do samba de comunidade, onde todos podem ouvir e ser ouvidos, e mantém acesso o espírito de união e comunidade que é tão inerente ao universo do samba. Agora, com a edição desse CD com os maiores sambas desses anos todos de existência da comunidade, todos poderão ter uma ideia do que acontece nessa roda de samba tão diferente e ao mesmo tempo tão tradicional.
 
A CERVEJA
 
O Atlas mundial da cerveja – O guia essencial da cerveja ao redor do mundo
Tim Webb e Stephen Beaumont, editora Nova Fronteira
 
Para quem deseja se tornar um conhecedor mais profundo da cerveja, esse livro é indispensável.
 
Fazendo uma viagem ao redor do planeta, os autores fazem uma bela seleção do que há de melhor em cervejas. Das mais exóticas às mais tradicionais, todas as mais importantes estão reunidas nesse livro.
 
Sendo os autores dois profundos conhecedores da bebida, o livro guia o apreciador amador em centenas de tipos de cerveja, com notas de degustação, detalhes técnicos e até mapas de onde se localizam as mais famosas, importantes ou saborosas cervejas do mundo.
 
As cervejarias nacionais também não foram deixadas de fora, e os autores procuraram conhecer o fenômeno que cresce em nosso país, dando especial atenção às pequenas fábricas artesanais, que procuram manter a forma mais tradicional no preparo da bebida. .
 
 
Matt Lawrence, editora Alaúde
 
Existe melhor lugar para fazer filosofia barata do que uma mesa de bar? Afinal, todos nós temos um pouco de filósofo dentro de nós, e nada como uma, duas ou várias cervejas pra fazer tal sábio aflorar.
 
Pra ajudar nessa tarefa e fazer o botequim ficar mais divertido, Matt Lawrence escreveu esse livro.
 
Com base em grandes dilemas da filosofia, criados pelos maiores pensadores da história como Sêneca, Platão, Nietzsche, entre outros, o autor indica uma cerveja diferente.
 
Um divertido panorama da história da filosofia acompanhado de um guia com as melhores cervejas do mundo. 
 
Mas, mesmo com todo o bom humor do livro, as questões são abordadas de maneira séria e envolvente, sendo um ótimo pontapé inicial para aqueles que querem saber um pouquinho mais sobre filosofia. Ou sobre cerveja.
 
Nessa edição especial para o Brasil, o livro traz ainda um apêndice com 12 grandes cervejas nacionais que podem fazer você também pensar um pouco sobre as alegrias de ser brasileiro.
 
Beer – Vintage Pictures and Advertising
Retro Books Team – Editora Cooklovers
 
A arte e a cerveja podem andar juntas. E é isso que esse livro mostra. Ele reúne uma série de rótulos do mundo todo, com imagens divertidas, inusitadas ou elegantes. Sem uma divisão específica de geografia ou época, o livro é um belo passeio pela história da arte e também da cerveja, onde é nítida a importância que a bebida tem por diversos lugares e épocas.
 
Para ser ainda mais divertido, o livro foi projetado para que todas as páginas pudessem ser destacadas e emolduradas para servirem de objeto de decoração.
 
Além de agradar a todos os apreciadores de cerveja, o livro certamente irá agradar a todos os apaixonados por arte, nessa grande homenagem aos maiores artistas, publicitários e designers que já dedicaram parte de sua arte para ilustrar as garrafas da bebida mais querida do Brasil ao redor do mundo em várias épocas.
 
 
 
 
Como escolher a melhor cerveja para acompanhar cada refeição? São essas dicas que o autor Garret Oliver nos oferece nesse livro.
 
Oliver é considerado um dos maiores especialistas em cerveja dos Estados Unidos e sabe todos os segredos para degustar as melhores cervejas do mundo.
 
Um dos principais segredos que ele revela é que as bebidas produzidas de forma artesanal são as mais indicadas para acompanhar as refeições.
 
Essas cervejas, segundo o autor, são mais refinadas que os vinhos para realçar o sabor dos alimentos.
 
Então, para saber os detalhes de fabricação das cervejas mais tradicionais do mundo, conhecer segredos para fazer sua própria cerveja e realçar os sabores de suas refeições, esse guia é indispensável.
 
 
Drinks Boxsets – Beer
Editora Parragon
 
Um presente que vem com um presente. Esse guia traz uma seleção com 55 notas de degustação das principais cervejas do mundo, além de acompanhar um abridor de garrafas para ficar mais charmoso ainda.
 
Com formato de bolso, é possível carregar esse novo “melhor amigo” nas viagens para poder aproveitar os melhores momentos, com as melhores companhias de cada um dos lugares, além de poder fazer uma graça e abrir as garrafas com seu próprio abridor.
 
 
O FUTEBOL
 
Vampeta – Memórias do Velho Vamp
Celso Unzelte; Vampeta (Editora Leya Brasil)
 
Quem nunca quis saber o que acontece nos bastidores do mundo da bola?
 
Melhor ainda se as histórias forem contadas por um dos mais irreverentes jogadores de futebol!
 
Vampeta – Memórias do Velho Vamp é um livro em que o ex-jogador narra de forma bem descontraída suas memórias dentro e fora das quatro linhas.
 
Como coadjuvantes dos “causos” de Vampeta, participam ídolos como Ronaldo Fenômeno, Romário, Vanderlei Luxemburgo e Marcelinho Carioca.
 
“Tem histórias pra caramba aqui, e as pessoas gostam de escutar. São coisas boas, que fazem sorrir. Espero que vocês também gostem”, diz o ex-jogador.
 
Amém, Marcos – O Livro Oficial do Santo    +       Nunca Fui Santo
Cesar Greco (Universo dos Livros)                            Mauro Beting (Universo dos Livros)
 
Apesar da fase difícil pela qual o Palmeiras passou este ano, não faltaram motivos para os torcedores sentirem orgulho de seu mais famoso arqueiro: São Marcos. O goleiro que fez história no time se despediu dos gramados há alguns dias, mas deixou para trás um legado de dar inveja a muito ex-peladeiro.
 
Com um carisma que ultrapassa qualquer fronteira do futebol, é incontestável a contribuição do goleiro para o futebol brasileiro, seja pelo seu exemplo de amor à camisa do clube ou por seu desempenho excepcional na seleção brasileira pentacampeã de 2002.
 
 
 
Para celebrar todos esses anos de história, trazemos dois livros que contam a trajetória do goleiro. Nunca Fui Santo é a biografia escrita junto ao jornalista Mauro Beting. No livro está radiografada toda a trajetória de Marcos, desde sua infância até a consagração nos gramados do Brasil. É uma leitura leve, prazerosa, cheia de detalhes e curiosidades.
 
Em Amém, Marcos, os admiradores do goleiro vão encontrar as melhores fotos de Cesar Greco, o fotógrafo oficial do Palmeiras. Ninguém melhor do que ele para retratar defesas, jogos decisivos, conquistas, dores e momentos de descontração do “santo” em imagens.
 
Santos FC-100 anos de Futebol Arte
Odir Cunha (Editora Magma)
 
Pelé, Zito, Robinho, Ganso e Neymar.
 
Um livro com a difícil missão de contar a história dos cem anos de um dos clubes mais falados do mundo – principalmente nas décadas de 50 e 60. Títulos, gols antológicos e o início da monarquia brasileira nos gramados com o futebol de Pelé.
 
Dois textos marcados pela emoção dão o pontapé inicial à obra. Primeiro, o presidente do clube, Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro, expressa o orgulho de ser santista e a alegria em poder continuar o legado deixado pelo avô – um dos fundadores do clube. Em seguida, o Rei do Futebol, Pelé, faz uma declaração de amor e agradecimento ao Santos que, por si só, já “vale o ingresso”.
 
Odir Cunha, o historiador responsável por esse livro, homenageia também os 22 maiores ídolos da história do clube, apresentando a biografia e imagem de cada atleta selecionado.
 
Participam também do livro famosos que torcem para o clube, como Geraldo Alckmin, Fausto Silva, Eduardo Suplicy, Milton Neves e Arnaldo Antunes.
 
 
 
 
Se você quer presentear um são-paulino, este é o DVD ideal! Soberano 2 é o longa-metragem que retrata a épica conquista do Mundial Interclubes FIFA 2005 pelo São Paulo Futebol Clube.
 
O documentário foi realizado pela mesma equipe do primeiro filme, Soberano – Seis Vezes São Paulo. Traz a trajetória do time tricolor rumo ao título mundial, com imagens dos jogos intercaladas com vídeos exclusivos de torcedores que estiveram no Japão.
 
Há também os momentos marcantes da conquista, além de entrevistas e depoimentos exclusivos de heróis do time, como Rogério Ceni, Lugano e Mineiro, o autor do gol da vitória do tricampeonato. Tudo isso embalado por canções originais compostas por Nando Reis, um tricolor fanático.
 
 
Se você compartilha da teoria de que ouvir um jogo de futebol no rádio é muito mais emocionante, então tem por obrigação adquirir a série composta por quatro audiolivros com o melhor do esporte mais popular do país.
 
Em comemoração aos 75 anos do Grupo Bandeirantes de Comunicação, a série de “livros” conta a história da rádio e de suas transmissões futebolísticas, destacando os quatro principais times paulistas: Corinthians, Palmeiras, Santos e São Paulo.
 
Além das histórias, o leitor/ouvinte pode relembrar os gols históricos – através das famosas vozes de José Silvério, Ulisses Costa e José Maia – e das famosas vinhetas, eternizadas nas centenas de transmissões.
 
A autoria de cada livro ficou nas mãos de especialistas apaixonados por futebol:
José Paulo de Andrade – São Paulo Futebol Clube
Mauro Beting – Sociedade Esportiva Palmeiras
Milton Neves – Santos Futebol Clube
Salomão Ésper – Sport Club Corinthians Paulista
 
Os livros da série
 
Recomendamos para você