Saraiva Conteúdo por Saraiva Conteúdo Filmes e séries 30.11.-0001 30.11.-0001

To be continued: As franquias invadiram o cinema

 
Por Luma Pereira
Cena de Piratas do Caribe
 
Nem sempre um filme termina quando chega ao final e sobem os créditos. Muitas vezes, ele pode ganhar uma continuação. E depois outra. E mais uma. São as franquias intermináveis que invadiram o cinema e dão continuidade às histórias.
 
Star Wars, Piratas do Caribe, Crepúsculo e American Pie são algumas dessas produções que parecem não ter um fim. “As franquias só existem por um motivo: continuam sendo lucrativas”, afirma Marcelo Forlani, crítico de cinema do site Omelete.
 
Piratas do Caribe ganhou seu quarto filme em junho de 2011 e já tem continuação prevista para ano que vem.
 
 
 
 
American Pie também – em 2012, os fãs poderão assistir a mais um “capítulo” da franquia.
Os diretores, produtores e atores não mudam com frequência. Para Forlani, a alteração mais preocupante é a dos atores, “pois são a interface direta”. Porém, em casos como Batman, o personagem em si é mais importante do que quem o interpreta.
 
American Pie
 
O filme pode tanto manter o mesmo público que já era fã quanto encantar outras gerações. “American Pie: O Reencontro está mirando em quem viu as primeiras produções – o pôster mimetiza o cartaz do filme original”, diz o crítico.
 
Mas, segundo Forlani, há casos como Star Wars: “George Lucas obviamente contava com os fãs das décadas de 70 e 80, mas fez novos filmes e desenhos animados pensando em agregar novos públicos”, explica.
 
“A tendência de toda franquia é aumentar seu público, pois o segundo filme já se beneficia da existência do primeiro – quando ele é bom, óbvio”, afirma Forlani. Como Harry Potter, que melhorou em termos de efeitos, bilheteria e atuação dos atores.
 
Ao contrário da franquia do bruxinho de J. K. Rowling, Jogos Mortais deixou a desejar, na opinião do crítico. Ele acha que o primeiro foi bom, o segundo legal e, depois, a série de filmes só decaiu.
 
Outro ponto interessante nas franquias é a questão da tecnologia utilizada nos filmes ao longo dos anos. Os mais atuais contam com um aparato tecnológico que não existia no passado. Star Wars é exemplo disso.
“Quando o primeiro filme foi feito, em 1977, não existia a computação gráfica que temos hoje em dia. Muitas naves foram filmadas com fios de nylon segurados durante o voo”, conta Forlani.
 
E completa: “Já na segunda trilogia, personagens que antes eram animatrônicos, caso do Yoda, foram totalmente criados digitalmente”.
 
A história de cada filme da franquia também pode se alterar ou não. Em Indiana Jones, o enredo muda a cada produção, mas o protagonista é interpretado por Harrison Ford e o diretor é sempre Steven Spielberg.
 
Já em Jogos Mortais, o crítico afirma que há um padrão que se repete nas histórias, sem trazer inovações a cada novo “capítulo” da franquia. Harry Potter segue essa linha – é o universo dos bruxos que rege os filmes da sequência e faz a história ganhar continuidade.
 
A série Crepúsculo também é assim, e, apesar de haver o amadurecimento dos personagens ao longo da história, a base é a mesma. Mas cada um dos quatro filmes tem um diretor diferente, possibilitando que as produções tenham novos olhares.
 
Outras franquias clássicas são Esqueceram de Mim, com Macaulay Culkin, que tem quatro filmes, e 007, com 22 filmes feitos ao longo de 50 anos, desde 1962. Há também Missão Impossível, que ganhou o quarto filme ainda em 2011 – a estreia foi em 21 de dezembro.
 
O Exterminador do Futuro, com Arnold Schwarzenegger, conta com quatro filmes. Segundo o diretor Justin Lin, o quinto logo será produzido. Ele também está preparando o sexto filme da franquia Velozes e Furiosos, para maio de 2013.
 
Do gênero terror, há Sexta-feira 13, Pânico e Premonição. O primeiro tem 12 “partes” que continuam a história – a última foi lançada em 2009. O quarto filme de Pânico estreou em 2011 e tem Courtney Cox no elenco. Já Premonição está no quinto “capítulo”.
 
Sexta-feira 13
 
Residente Evil 5, Anjos da Noite 4, Homens de Preto 3, Pequenos Espiões 4 e A Era do Gelo 4 são todos continuações com lançamento previsto para 2012. Star Wars: Episódio I – A Ameaça Fantasma será relançado, em 3D, no dia 10 de fevereiro, tamanho é seu sucesso.
 
Os atores, produtores e diretores podem ser os mesmos ou não, mas a história sempre estará, de alguma maneira, nos filmes da franquia. E, se a produção agradar muito o público, sempre tem como produzir o 2, 3, 4, 5… E assim por diante, interminavelmente.
 
 
Recomendamos para você