Bel Sanmax por Bel Sanmax Filmes e séries 07.02.2020 07.02.2020

The Witcher: as curiosidades e origem

Nascida na mente do autor polonês Andrzej Sapkowski, a saga The Witcher faz parte do imaginário dos fãs de fantasia e ficção desde 1993. Antes da série do Netflix e dos games, no entanto, vieram os livros. 

Originalmente publicados como contos em polonês, língua natal de Sapkowski, na década de 1980, os cinco livros que compõem a ‘Saga do Bruxo’ (Saga o wiedźminie) vieram em 1993, e rapidamente fizeram sucesso com a crítica. As obras foram publicadas em outras línguas, e o sucesso rendeu cartas de RPG, Graphic Novels,  e a consagrada coleção de games de action RPG (The Witcher 3: Wild Hunt, é considerado um dos melhores games de todos os tempos).

História

Geralt de Rivia

The Wicher: crédito, Netlix

Geralt, o mundo de misticismo, monstros e criaturas fantásticas são uma recriação baseada no folclore comum aos países de cultura eslava (a maioria étnica das regiões da Europa Central, Ocidental e dos Balcãs), durante a época medieval.

Os melhores games de todos os tempos

Geralt é um guerreiro mutante, o que lhe confere habilidades sobre humanas, quanto à força e resistência, além de poderes sobrenaturais. Ele é um Witcher, um mercenário caçador de monstros, e considerado ele mesmo uma criatura maligna pela população. 

“Mutante. Monstro. Aberração. Condenado pelos deuses, uma criatura contrária à natureza” – descrição de Geralt de Rivia nas páginas da saga literária.

Geralt, que na série do Netflix The Witcher é interpretado pelo ator Henry Cavill, é, apesar da aparência e das características atribuídas a ele pela população, uma espécie de defensor dos oprimidos. 

Rebelde com causa

Geralt de Rivia

Mesmo sendo um Witcher, que passou por experimentos genéticos para perder a ‘humanidade’, e capacidade de sentir emoções como a compaixão, Geralt se considera uma criatura que cria as próprias regras e vive como bem quer. 

“Não me importo com política, nem com sucessões em tronos, nem em revoluções em palácios. Estou aqui para realizar minha tarefa. Você nunca ouviu falar em senso de responsabilidade e honestidade? Sobre ética profissional?”, diz ele, que é completamente desprendido de respeito à normas, costumes ou qualquer regime social e político.

A série se baseia bastante na trama apresentada em The Witcher: Wild Hunt 3, como a inclusão da personagem Ciri, que torna-se sua filha adotiva.

Muito da mitologia ‘Witcher’ tem base nas histórias e detalhes sobre as trajetórias de Geralt apresentadas nos games. 

Sem casa que conheça além da escola-fortaleza na qual viveu, e foi criado, desde pequeno – ele não conhece os pais, e é um Witcher que opera independentemente da sua ordem.

Livros, games, adaptações para a TV e cinema, graphic novels, coleções de contos, cards…confira mais curiosidades sobre o Universo The Witcher.

Geralt

– O criador da série, nos moldes de J.R.R Tolkien, inventou mais de dez línguas próprias, faladas e escritas, para os grupos de personagens de sua história. Para a série do Netflix, foi contratado o mesmo profissional que adaptou a língua Dothraki paras as cenas de Game of Thrones.

– Entre 2001 e 2002, foram produzidos na Polônia um filme e uma série baseada nos contos: The Hexer. Com o mesmo nome, a série de treze episódios estreou um ano após o filme, com o mesmo elenco e enredo.

– Henry Cavill, que interpreta Geralt na série, é um gamer ávido. Ele era tão fã da série de games The Witcher que quando soube que a Netflix produziria a série, fez de tudo para ser escalado para o papel principal. Ele não era a primeira opção dos criadores.

A série tem algumas diferenças quanto os livros e games. Um exemplo: Geralt não foi levado pela ordem dos Witcher quando era criança, contra a vontade dos pais. Sua mãe, a druida e curandeira Visennia, foi quem o entregou voluntariamente.

The Witcher o jogo

– A série de games principal é composta de três títulos: The Witcher, The Witcher 2: Assassin of Kings, e The Witcher 3: Wild Hunt, são considerados os games principais de Witcher quanto à cronologia da história. Os outros são spin offs ou criados para celulares e PC, e não são incluídos na linha do tempo da mitologia da saga.

Andrzej Sapkowski, o autor dos livros e criador da saga, é consultor criativo da série do Netflix.

– Como Geralt era resistente às mutações e experimentos que o criaram, ele foi submetido a muitos testes. Um deles o deixou completamente sem pigmentação no corpo, por isso seus cabelos são brancos. Já seus “olhos de gato” são uma mutação imposta, para que os Witcher possam enxergar no escuro.

– Existem sete escolas para Witchers no universo da saga. A de Geralt é a do Lobo, e todas têm um animal como insígnia. Cada uma delas segue uma corrente de regras e filosofias diferentes.

Yennefer

– Não há como saber qual o tempo de vida de um Witcher, pois nenhum deles já morreu de velhice em todo o material já publicado sobre a saga, mas eles podem ser mortos. Quanto às feiticeiras, elas são imortais, e não envelhecem pois ingerem uma poção.

Não se sabe a idade de Geralt especificamente; presume-se que ele tem entre 60 e 90 anos. Yennefer é mais ‘velha’, e tem em torno de 100 anos.

The Witcher é a série do Netlfix mais assistida da história, quanto ao primeiro mês pós estreia, ou seja: a mais assistida e mais rápido!

Recomendamos para você