Saraiva Conteúdo por Saraiva Conteúdo Filmes e séries 21.02.2013 21.02.2013

‘The Following’ retrata um assassino com seguidores

Por Thaís Ferreira
 
Segundo o FBI, existem nos Estados Unidos mais de 300 assassinos em série ativos. Baseado nessa informação, Kevin Williamson (criador de Dawson's Creek, The Vampire Diaries e Glory Days) concebeu a história de The Following.
O seriado propõe a reposta para a seguinte pergunta: o que aconteceria se todos esses psicopatas se juntassem? Na história, o homicida principal é Joe Carroll (James Purefoy), um professor de Literatura que matou de forma cruel catorze alunas da Universidade de Virginia, local onde lecionava.
Ninguém suspeitava do carismático mestre, que tinha uma vida estável com mulher e filho. Os crimes foram solucionados e ele foi desmascarado pelo agente Ryan Hardy (Kevin Bacon).
 
Nove anos mais tarde, Joe, condenado à morte, escapa da cadeia. Ele começa a reunir, por meio das redes sociais, diversos seguidores homicidas, que agem seguindo suas instruções. Ryan – aposentado, depressivo e alcoólatra – é chamado para investigar o caso. 
“Um dos diferenciais dessa série é o fato de você não saber em nenhum dos episódios quem é o serial killer. Você pode desconfiar de todos. Cada capítulo te deixa com a sensação de ‘O que vai acontecer agora?’. Isso torna esse programa mais interessante”, comenta Rafael Felix, administrador do portal The Following Brasil.
 
                                                                                         Crédito/Michael Lavine Fox
Kevin Bacon estreia em seu primeiro seriado
 
O seriado, repleto de cenas fortes e suspense, estreou recentemente na televisão norte-americana e já tem data marcada para começar a ser transmitido no Brasil: 21 de fevereiro, às 23h, na Warner. 
 
KEVIN BACON 
 
Um das novidades da atração é a presença de Kevin Bacon no elenco. O ator tem uma carreira consolidada no cinema: despontou para o estrelato em Footloose e participou dos longas Sobre Meninos e Lobos e Apollo 13. Em 2010, foi premiado com o Globo de Ouro como melhor ator de filme para televisão por O Retorno de Um Herói e, por esse mesmo trabalho, foi indicado ao Emmy.
 
Sobre a interpretação do ator, Felix afirma: “Acredito que ser protagonista de uma série seja difícil. Na televisão, você não sabe o que pode acontecer com o seu personagem nos próximos episódios. Kevin Bacon é ótimo ator em filmes e está se superando em The Following”.
 
                                                                                          Crédito/Michael Lavine Fox
Os personagens Joe Carrol (James Purefoy) e Ryan Hardy (Kevin Bacon)
Nos anos de 1980, ele fez participações nas séries Guiding Light e American Playhouse. The Following, no entanto, é a primeira experiência de Bacon no elenco fixo e como protagonista em um seriado.
 
Para conciliar a agenda do ator com as gravações da atração, o programa terá temporadas mais curtas, com 15 episódios cada. Kevin Bacon se prepara para estrelar o filme R.I.P.D. (Rest In Peace Department), baseado na HQ homônima. Ele será o vilão Bobby Hayes e irá contracenar com Ryan Reynolds (Lanterna Verde) e Jeff Bridges (O Grande Lebowski).
 
ELENCO 
 
O serial killer Joe Carroll será interpretado por James Purefoy, que também tem experiência nas telonas. Ele fez parte do elenco de Coração de Cavaleiro, Resident Evil e John Carter. Mas ao contrário de Bacon, ele tem uma grande bagagem em séries de televisão: atuou como Marco Antônio, em Roma, e foi o personagem Bob em Episodes.
 
Shawn Ashmore será o jovem agente do FBI Mike Weston. Ele ficou conhecido por interpretar o Iceman na sequência de filmes sobre os X-Men.Nas telinhas, fez participações em diversos seriados, entre eles Smallville e Fringe
A atriz Natalie Zea completa o elenco principal. Ela atuará como a ex-mulher de Joe, Claire Matthews, e terá um relacionamento com Ryan. Entre seus trabalhos recentes, estão as atrações Justified, Californication e Dirty Sexy Money.
 
EDGAR ALLAN POE 
 
Um dos diferenciais da série é misturar livros, assassinatos e suspense. O psicopata, além de ser professor de Literatura, utiliza trechos de Edgar Allan Poe para justificar os homicídios. As passagens são de O Corvo, e os dizeres “Nunca mais” do poema serão constantes nos episódios.
 
Cena da série, com dizeres de Edgar Allan Poe
 
A combinação desses elementos já gerou sucessos no cinema, como O Silêncio dos Inocentes, Se7en e O Colecionador de Ossos.
Outras atrações de televisão também abordaram temas similares. “Recomendo a série Dexter, que conta a história de um serial killer sem nenhum sentimento, matando por um propósito melhor. Logo mais, em fevereiro, estreia a série Cult, uma nova atração quetambém será sobre um serial killer”, indica Rafael Felix.
 
Assista aos teasers de The Following
 
 
 
 
 
 
 
Recomendamos para você