Saraiva Conteúdo por Saraiva Conteúdo Filmes e séries 14.02.2012 14.02.2012

Terceira temporada da série Sherlock Holmes estreia em julho na BBC; saiba mais sobre a produção

Por Andréia Silva
Atualizado em 23/7/12
 
A ideia parecia ousada, mas dificilmente daria errado, já que os britânicos – e muita gente mundo afora – têm uma simpatia especial pelo detetive criado por Arthur Conan Doyle, Sherlock Holmes.
 
O personagem, já envolto em boas tramas com humor inteligente, ganhou uma cara contemporânea pela BBC na série Sherlock, o que só aumentou a legião de fãs. Até agora foram duas temporadas, e a terceira parte chega em 2013.
 
A série foi criada por Steven Moffat (Doctor Who) e Mark Gatiss e traz o ator Benedict Cumberbatch como Sherlock Holmes e Martin Freeman como o leal doutor Watson. Ambos ainda não são grandes conhecidos do público brasileiro.
 
 
Cumberbatch pode ser visto no filme O Espião que Sabia Demais e está rodando Star Trek II, nova produção de J.J. Abrams.
 
Mais do que o companheiro, ele já está acostumado a viver grandes nomes na TV, pois já interpretou o artista plástico Van Gogh e o físico Stephen Hawking.
 
Já Freeman é mais conhecido pela participação na série The Office e no filme O Guia do Mochileiro das Galáxias. Seu próximo trabalho será no filme Hobbit, adaptação do livro de J.R.R. Tolkien.
 
Um dos segredos do sucesso da série, ambientada nos dias de hoje, é o ritmo acelerado – algo que pode ter sido reflexo dos filmes de Guy Ritchie, que traz uma nova perspectiva de Sherlock, vivido por Robert Downey Jr. – e pela forma como os roteiristas souberam adicionar as novas tecnologias – e manias – aos personagens, como celulares, GPS, internet. Ou você acha que, em pleno século 21, a lupa ainda seria a principal ferramenta de um detetive?
 
Cena da série britânica Sherlock Holmes
 
Além disso, os tempos atuais aparecem na maneira como Sherlock tenta deixar de ser fumante usando adesivos e também na bagagem de Watson, que, na nova série, é um médico que acabou de voltar do Afeganistão, em guerra.
 
As duas primeiras temporadas da minissérie tiveram três episódios de 90 minutos cada, todos inspirados nos contos de Doyle.
 
Embora o episódio-piloto tenha sido barrado pela BBC, que não curtiu muito a história, a primeira temporada foi sucesso absoluto na Inglaterra, com uma média de 7,3 milhões de telespectadores, e a segunda superou a marca dos 8 milhões.
 
O primeiro episódio, A Study in Pink, aborda uma série de suicídios em Londres; o segundo, The Blind Banker, começa com um roubo pra lá de estranho. A temporada termina com o episódio The Great Game, no qual Holmes tem que desvendar um caso que envolve crimes aparentemente sem ligação.
 
Benedict Cumberbath e Martin Freeman, os atores que vivem Sherlock Holmes e Dr Watson na produção da BBC
Credito BBC
 
A 2ª temporada estreou em 2 de Janeiro na Inglaterra, com os episódios baseados nos casos Um Escândalo na Boêmia, O Cão dos Baskervilles e O Plano Final.
 
Nessa temporada, logo no primeiro episódio, outra personagem entra para apimentar a trama: Irene Adler, interpretada pela atriz Laura Pulver.
 
Adler é uma das poucas mulheres a habitar o universo masculino de Sherlock, e também mexe com o detetive, desabituado ao amor.
 
A diferença de Irene para as outras foi percebida por Watson, como diz ele em um trecho do livro Um Escândalo na Boêmia:
 
"Para Sherlock Holmes, ela é sempre a mulher. Raras vezes o ouvi mencioná-la usando outro nome. Aos seus olhos, ela ofuscava todas as outras mulheres, sobressaindo entre elas. Não porque sentisse por Irene Adler algo parecido com o amor. Sua inteligência fria e precisa, porém admiravelmente equilibrada, abominava todas as emoções, em especial o amor. […] Todavia, uma mulher o impressionou: a mulher, Irene Adler, que deixou uma lembrança duvidosa e discutível".
 
Com a continuação da série e o segundo filme em cartaz, a moda Sherlock não para por aí. A CBS, rede americana, vai produzir uma série com o detetive em versão moderna, pegando carona na série britânica.
 
Rob Doherty é responsável pelo roteiro, e a produção executiva também fica por conta dele, além de Sarah Timberman e Carl Beverly. Resta esperar para ver qual será a próxima moda à la Sherlock.
 
Até a chegada da série da CBS e da 3ª temporada da produção britânica, os brasileiros terão tempo de colocar o seriado em dia: no Brasil, a segunda temporada de Sherlock deve chegar em DVD e Blu-ray em maio.
 
[+] Leia mais
 
 
Recomendamos para você