Saraiva Conteúdo por Saraiva Conteúdo Filmes e séries 12.07.2013 12.07.2013

Superman e Cavaleiro Solitário: 80 anos de aventuras

Por Edu Fernandes
 
Antes dos recentes e numerosos filmes de super-heróis, esses personagens habitavam outros meios. É o caso de Superman e John Reid, protagonistas de O Homem de Aço e O Cavaleiro Solitário, respectivamente. Os dois filmes entram em cartaz no Brasil em 12 de julho.
 
Não é apenas a data de estreia que liga os dois títulos. Entre outras semelhanças, ambos os personagens foram criados em 1933.
 
O roteirista Jerry Siegel e o artista Joe Shuster eram alunos do ensino médio quando criaram a história de Superman: um alienígena que é mandado à Terra ainda bebê, onde é criado por um casal de humanos e recebe o nome Clark Kent. A radiação solar lhe dá poderes especiais, como superforça, visão de raios X, entre outros. Em O Homem de Aço, Clark é interpretado por Henry Cavill (Fuga Implacável).
 
Enquanto Superman foi criado para as páginas dos quadrinhos, o Cavaleiro Solitário nasceu para as ondas do rádio. O programa escrito por Fran Striker narrava as aventuras de um justiceiro mascarado do Velho Oeste, ao lado do índio Tonto. No filme, o personagem é vivido por Armie Hammer (Espelho, Espelho Meu).
 
A popularidade dos heróis motivou adaptações para vários meios. Nas décadas seguintes, eles apareceram em livros, quadrinhos, seriados de televisão e o que mais se puder imaginar.
 
Cena do filme O Cavaleiro Solitário
 
Em suas novas empreitadas no cinema, os dois heróis são interpretados por atores menos conhecidos, com a aposta na força de Superman e do Cavaleiro Solitário para atrair os fãs às bilheterias. Para garantir um público mais amplo, nomes mais famosos assumiram os papéis secundários.
 
O Homem de Aço tem Amy Adams (Curvas da Vida), Michael Shannon (Boardwalk Empire), Diane Lane (Secretariat – Uma História Impossível), Russell Crowe (Os Miseráveis), Kevin Costner (A Grande Virada) e Laurence Fishburne (Contágio). Já O Cavaleiro Solitário traz Johnny Depp (Sombras da Noite), Tom Wilkinson (O Exótico Hotel Marigold) e Helena Bonham Carter (Harry Potter e as Relíquias da Morte).
 
Apesar de já existirem outros filmes com esses heróis, os lançamentos são uma nova narrativa de suas origens. Nos dois casos, o plano é realizar novas franquias. Para Superman, o compromisso é maior, por causa do projeto do filme A Liga da Justiça. A aposta da DC para bater de frente com Os Vingadores da Marvel está programada para chegar aos cinemas em 2015.
 
Cena do filme O Homem de Aço
 
Por serem recomeços, algumas características foram alteradas nos enredos. Em O Homem de Aço, o editor do jornal Planeta Diário é vivido por Laurence Fishburne. Em todas as outras vezes que Perry White deu as caras nas aventuras de Superman, ele era o papel de um ator branco. Outro exemplo está no uniforme, que perdeu o calção vermelho. Agora seu colant é totalmente azul e foi feito em Kripton – por isso é mais crível que seja tão resistente às batalhas.
 
Em O Cavaleiro Solitário, a relação entre John e Tonto é muito mais cômica, longe do comportamento servil que se pode encontrar nos antigos seriados. O índio chama John de “Kemosabe”, um termo indígena que era traduzido como “amigo de confiança” em outras aventuras do Cavaleiro Solitário. No filme, a palavra recebe o significado de “irmão errado”, porque Tonto preferiria que seu parceiro fosse o irmão mais valente de John.
 
Para seguir a característica imposta pela mais recente trilogia de Batman (2005-2012), os dois filmes têm grande duração, com mais de 2 h 20 min. Todo esse tempo é usado para agradar a dois tipos de público: os jovens, que procuram empolgantes cenas de ação; e os antigos fãs dos heróis, que se deleitam com as referências ao passado dos personagens. Se a missão for cumprida, sequências podem ser aguardadas para os próximos anos.
 
 
Recomendamos para você