Bel Sanmax por Bel Sanmax Filmes e séries / Livros 03.11.2019 03.11.2019

Conheça a história de Sirius Black, o padrinho de Harry Potter

Sirius Black é um dos personagens mais queridos e importantes da saga. Ele tinha 36 anos quando foi morto por Bellatrix Lestrange (sua prima), durante uma batalha travada entre a Ordem da Fênix e os Comensais da Morte.

Padrinho de Harry Potter, melhor amigo de Tiago Potter e o primeiro bruxo da história a escapar de Azkaban. Mas o que mais se sabe sobre a biografia de Sirius Black?

Para celebrar o aniversário deste ícone (muso “inspirador” não só de Harry, mas como de todos os fãs), saiba mais sobre os detalhes da incrível, heroica – e infelizmente, curta – vida de Sirius Black.

Nos filmes, ele foi interpretado por Gary Oldman, vencedor do Oscar de Melhor Ator em 2018.

Conheça o Beco Diagonal, o espaço para fãs de Harry Potter na Saraiva!

Rebelde com Causa

Sirius e Tiago aos 16 anos, em Hogwarts / Divulgação: Warner Bros.

Filho de Orion e Walburga Black, Sirius nasceu em 03 de novembro de 1959. Sua família era uma das mais antigas e tradicionais do mundo bruxo, parte do seleto grupo das 18 dinastias consideradas “sangue-puro”.

Uma curiosidade: a data de aniversário de Sirius só foi revelada por J.K Rowling em 2015. Fã de Rugby, a autora publicou um tweet na época, ao qual prometia que, se seus seguidores apoiassem a Escócia na final da Copa do Mundo de Rugby, ela divulgaria o dia do nascimento de Sirius. Os fãs abraçaram a causa, e ela cumpriu a promessa.

O nome de Sirius foi escolhido para homenagear um antepassado da família, o irmão mais velho de Phineas Nigellus Black, antigo diretor de Hogwarts. Sirius era o terceiro de seu nome entre os Black, e era chamado de “Sirius Terceiro”, o que ele detestava.

MAIS: A LINHA DO TEMPO ATUAL DO UNIVERSO HARRY POTTER

Os Black eram esnobes e preconceituosos, e se orgulhavam muito de serem respeitados aristocratas da sociedade bruxa. Eles também eram simpatizantes notórios das artes das trevas, e conhecidos associados dos Comensais da Morte.

Sirius sempre foi diferente dos pais e do irmão mais novo, Regulus (que apesar de ter sido um Comensal da Morte na adolescência, abandonou suas convicções ao descobrir os planos reais de Voldemort. Ele morreu tentando destruir uma Horcrux). Conforme Sirius ia crescendo, foi tornando-se mais confiante em desafiar as regras morais e sociais impostas pela família.

Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban - Steelbook - 2 Discos - Blu-Ray

Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban - Steelbook - 2 Discos - Blu-Ray (Cód: 9377270)

R$79,90 em até 2x de R$ 39,95 sem juros Quero este produto

Ovelha Desgarrada

A tapeçaria da família Black. No detalhe, o posto de Sirius removido da árvore genealógica. Crédito: Warner Bros.

Para o desgosto dos pais, Sirius, ao entrar em Hogwarts, com 12 anos, foi escolhido pelo chapéu seletor para fazer parte da Grifinória. Ele foi o primeiro Black da história a não ser associado à Sonserina.

CONHEÇA A HISTÓRIA DAS CASA DE HOGWARTS

Mesmo antes de Hogwarts, Sirius já não se dava bem com os pais. Sua mãe, que mais tarde o “deserdou”, e mandou “apagar” a presença de Sirius na árvore genealógica da família, bordada em uma tapeçaria mágica e ancestral na mansão dos Black, passava os dias gritando e berrando com o filho. 

SAIBA MAIS SOBRE RON WEASLEY, O MELHOR AMIGO DE HARRY

Seus pais não aceitavam a personalidade e o modo de pensar de Sirius. Quando tinha 16 anos, depois de uma briga, por conta da insistência dos familiares em exigir que ele se comportasse como um “verdadeiro Black”, Sirius saiu de casa, e foi viver com a família de Tiago Potter, seu melhor amigo.

Os Lugares Mágicos Dos Filmes De Harry Potter - Encadernado

Os Lugares Mágicos Dos Filmes De Harry Potter - Encadernado (Cód: 8899820)

R$ 199,90 R$129,90 em até 4x de R$ 32,48 sem juros Quero este produto

Hogwarts, os Marotos e Almofadinhas

Sirius aos 12 anos, e como seu animagus, Almofadinhas, Crédito: Reprodução/ Warner Bros.

Os “Marotos”, grupo formado por  Remo Lupin, Sirius Black e Tiago Potter (e Pedro Pettigrew, antes de trair a todos), teve tal nome escolhido por seus membros por significar “os saqueadores, os surrupiadores”, em tradução literal do termo original em inglês The Marauders

“Sirius era um rebelde de boa aparência, que orgulhosamente desafiava as afiliações da família à Sonserina, adornando as paredes de seu quarto com as cores da Grifinória, junto com fotos de motos e garotas trouxas” –  J.K Rowling

A proximidade entre eles se desenvolveu porque os quatro tinham a capacidade em se transformar em animais (animagus, o termo bruxo para quem detinha a capacidade de transfiguração), e eram, por si só, considerados quase como “párias” na sociedade bruxa.

O animagus de Sirius era um cão, assim como a forma de seu patrono. Almofadinhas era o apelido de Sirius quando se transformava no animal, um grande cachorro preto, com os pelos emaranhados.

Os melhores amigos tornaram-se pregadores de peças notórios, e para a decepção de Harry (quando viu a versão de Snape na Penseira), agiam como bullies de vez em quando. CONHEÇA OS DETALHES DA VIDA DE SEVERO SNAPE

Primeira Guerra Bruxa e prisão

Os anos entre a adolescência e a vida adulta, longe da família, foram a única fase de sua existência ao qual Sirius foi verdadeiramente livre.

Sirius, pós Hogwarts, se juntou à Ordem da Fênix, liderada por Dumbledore, assim como seus amigos “Marotos”.

O conflito foi posteriormente chamado de Primeira Guerra Bruxa, quando o mundo da magia se dividiu entre duas facções.

Sirius não era só padrinho de Harry, como também de James e Lily, na cerimônia de casamento do casal. De acordo com J.K Rowling, Sirius não tinha nenhuma vontade de se comprometer romanticamente- ele estava, segundo J.K. Rowling, “muito ocupado sendo um rebelde para se casar”.

Depois do assassinato de Tiago e Lilian, do qual foi acusado de ser o responsável por os ter traído (na verdade, uma armação de Pedro Pettigrew), Sirius passou a maior parte da vida escondido ou preso.

Eliminar Tiago, Lilian, Remus e Sirius era um dos objetivos vitais dos Comensais da Morte, pelo fato de quatro serem alguns dos maiores guerreiros da Ordem da Fênix.

A Noite em Que Tudo Mudou

Foi Sirius quem encontrou o casal de amigos sem vida. Desesperado, seu luto transformou-se em ódio e sede de vingança contra Pettigrew, o único que sabia do paradeiro do casal.

Pettigrew, através de um feitiço chamado “Guardador de Segredos” (Secret Keeper), foi incumbido pelos Potter de esconder a informação, que só poderia ser extraída voluntariamente. Tiago queria que fosse Sirius quem guardasse o segredo.

Assim como Dumbledore (que se ofereceu para o posto) e os Potter, Sirius desconfiava que havia um espião na Ordem da Fênix – e que poderia ser Remus.

Por essa razão Sirius sugeriu que o segredo via feitiço fosse uma tarefa incumbida a Pettigrew – quem, para ele, seria visto como um bruxo “insignificante” pelos Comensais da Morte.

Sirius acreditava que Voldemort iria atrás dele primeiro para chegar aos Potter, pois a amizade dele com o casal era notória. Por conta disso, ele acreditava ser merecedor de sua pena em Azkaban, pois não acreditou na fidelidade de Remus, e foi quem sugeriu que Pettigrew guardasse o segredo.

“Harry, eu também os matei…eu convenci Lilian e Tiago a fazerem o feitiço em Peter na última hora, e os convenci-os a usá-lo como o Guardião do Segredo no meu lugar. Eu sei que sou o responsável” – Sirius a Harry, no livro Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban

Depois de encontrar o bebê Harry vivo, Sirius emprestou a Hagrid, também parte da Ordem da Fênix, sua motocicleta voadora, para levar o menino a um local seguro.

Sirius e Lupin se reconciliaram quase quinze anos depois, quando todos descobriram a verdade sobre Pettigrew, e ambos retornaram a atuar na Ordem da Fênix.

Traição e Prisão

Ilustração de Sirius e suas tatoos. Crédito: Pottermore/oficial

Com o suporte do Lorde das Trevas e dos Comensais da Morte, Pettigrew forjou sua morte, para que o crime fosse apontado como sendo obra de Sirius. O incidente se deu durante um duelo entre os dois, e doze trouxas foram mortos em consequência de uma explosão.

Por conhecer Sirius muito bem, o ardiloso bruxo sabia que a reação de Sirius ao assassinato de Tiago e Lilian faria com que ele abaixasse a guarda quanto à sua segurança, e reagisse de forma passional e descuidada. Para Sirius, os Potter, e Remus, eram sua verdadeira família.

Em estado de choque, e em luto por tudo o que havia acontecido, Sirius foi preso pelos aurores do Ministério da Magia. E de fato, ele riu vigorosamente quando foi fotografado após sua detenção em Azkaban.

“Sim, ele riu. Ele tinha consciência de sua perda. Não foi um riso de humor. Pettigrew acabou por se revelar um bruxo muito mais sagaz do que eles imaginavam” – J.K Rowling, em entrevista concedida em 2015

Devido a suas conexões familiares e presença nas cenas dos crimes, ele foi condenado à prisão por traição, assassinato e associação com os Comensais da Morte. Ele tinha cerca de 22 anos quando tudo aconteceu. Dumbledore tentou provar sua inocência no julgamento, mas não haviam provas suficientes para salvá-lo.

Durante a prisão, Sirius aumentou a coleção de tatuagens no corpo. Ele tinha diversos símbolos tatuados, a maioria relacionados a temas da alquimia, como runas das antigas tradições anglo-saxônicas.

Box Harry Potter - Série Completa

Box Harry Potter - Série Completa (Cód: 9032983)

R$ 259,90 R$144,90 em até 4x de R$ 36,23 sem juros Quero este produto

A Fuga

Na prisão, sem poder entrar em contato com o afilhado, Harry, cuja criação foi confiada a irmã de Lilian, Petúnia, Sirius se motivava pelo desejo de um dia revelar a verdade sobre os acontecimentos da fatídica noite. Inicialmente, ele não queria que Harry soubesse a realidade quantos aos fatos, para protegê-lo dos Comensais da Morte, os quais Sirius sabia não terem efetivamente se dissociado da causa.

Quando soube que Harry tinha se tornado alvo de Voldemort, que havia recuperado seu corpo físico, uma nova força tomou conta de Sirius, que se transformou em seu animagus, Almofadinhas, para escapar da prisão.

Sirius passou 12 anos preso em Azkaban. Sua presença na saga de “O Menino que Sobreviveu”, Harry Potter, é tão importante que Sirius é o co-protagonista de um dos livros (por muitos, considerado o mais importante): Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban.

Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban - Capa Dura

Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban - Capa Dura (Cód: 9738752)

R$49,90 em até 1x de R$ 49,90 sem juros Quero este produto

Recomendamos para você