Saraiva Conteúdo por Saraiva Conteúdo Filmes e séries 27.12.2011 27.12.2011

Retrospectiva de séries: os destaques de 2011

 
Por Míriam Castro
Ashton Kutcher, novo protagonista de Two and a Half Men
Por mais que 2011 não tenha sido o ano com a maior safra de estreias bem-sucedidas, o público das séries de televisão não ficou abandonado. Alguns títulos que estrearam no ano passado ganharam mais força nos últimos meses.
 
Entre todas as notícias do tema em 2011, o SaraivaConteúdo selecionou os melhores momentos do ano:
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Two and a Half Men sem Charlie Sheen
 
Por mais que já esteja no ar desde 2003, pode-se dizer que a série Two and a Half Men estreou novamente em 2011. Isso se deve à substituição do ator principal, Charlie Sheen, por Ashton Kutcher.
 
Intérprete do protagonista, Charlie Harper, Sheen sofreu seguidos escândalos por uso de drogas. Porém, a gota d’água foi a série de críticas que o ator fez ao criador da série, Chuck Lorre, ocasionando sua demissão.
 
O resultado foi que, no primeiro episódio da nona temporada, o personagem de Sheen foi morto. Walden Schmidt, interpretado por Ashton Kutcher, é um bilionário que tenta comprar a casa da família em Malibu.
 
A estreia de Kutcher rendeu audiência recorde à série, com 27,7 milhões de espectadores nos Estados Unidos – o dobro da quantidade medida na estreia da temporada anterior.
 
 
Intrigas em Westeros
 
Fantasia medieval e intrigas políticas se misturam na primeira temporada de Game of Thrones, que estreou em 17 de abril.
 
Baseada na série As Crônicas de Gelo e Fogo, do escritor americano George R. R. Martin, a trama se passa principalmente nos Sete Reinos de Westeros.
 
Os dez episódios acompanham diversas histórias paralelas. A principal delas é a mudança na vida da nobre família Stark quando seu patriarca, Eddard (Sean Bean), é escolhido para assumir um importante posto na capital do reino – apenas para descobrir que lá é um ninho de cobras.
 
Ao mesmo tempo, é mostrada a tentativa de retorno ao poder dos últimos membros sobreviventes da família real Targaryen, Viserys (Harry Lloyd) e Daenerys (Emilia Clarke).
 
Cena de Games of Thrones
 
Mesmo com o grande número de personagens e tramas simultâneas, a série adaptada para a televisão por David Benioff e D. B. Weiss foi um sucesso. Recebeu 13 indicações para o Emmy, das quais levou duas estatuetas: Melhor Ator Coadjuvante (Peter Dinklage) e Melhor Design de Abertura.
 
Apenas dois dias após a estreia do primeiro episódio, a HBO confirmou a produção de uma segunda temporada, que deve estrear em abril de 2012.
 
Os filhotes de Glee
 
Que Glee é um sucesso, todo mundo sabe. Indo para a terceira temporada, a comédia musical gerou uma espécie de franquia de programas de televisão.
 
O primeiro deles é o reality show The Glee Project, uma competição para escolher novos integrantes para o elenco. A primeira temporada estreou em junho e já teve como vencedores os jovens Damian McGinty e Samuel Larsen. Cada um terá direito a aparições em pelo menos sete episódios da série principal.
Junto com Ian Brennan, idealizador da trama de Glee, Ryan Murphy e Brad Falchuk são os principais responsáveis pelo seriado. A dupla já tinha trabalhado em Nip/Tuck, que terminou em 2010.
 
Em outubro, estreou o novo projeto dos dois: American Horror Story. Pode ser que o novo programa não agrade tanto aos fãs do musical. Em vez de animado e doce como Glee, American Horror Story promete ser o oposto, com uma história de terror e sustos.
 
Mais um lar para as séries
 
Em 2005, estreou no Brasil um canal dedicado exclusivamente à exibição de animações japonesas: o Animax. Criado no Japão, pertencia à Sony e trouxe às terras brasileiras títulos como Fullmetal Alchemist, Getbackers e Bleach.
 
Após 2008, a programação foi se ocidentalizando, com a exibição de filmes americanos. Oficialmente encerrado, o Animax foi substituído em maio pelo Sony Spin, canal dedicado a seriados para jovens.
 
Logo na inauguração, o Spin estreou séries como as comédias Glory Daze, Next Stop for Charlie e Kenny vs. Spenny. Lost Girl, série sobrenatural de 2010, mostra a vida de Bo, ser místico que se alimenta de energia humana e tenta descobrir mais sobre sua origem.
 
Elenco de Glory Daze
 
 
A vez das brasileiras
 
O Brasil também teve seus lançamentos de seriados. Mulher de Fases, por exemplo, é a primeira investida da HBO em comédia. A protagonista, Graça, é uma corretora de imóveis que, após o fim de seu casamento, não descansa na busca por um príncipe encantado.
 
Das tradicionais estréias de séries na Globo, Tapas & Beijos teve o maior destaque. Com as aventuras das solteironas Fátima e Sueli, tornou-se o quarto programa mais assistido da emissora. Resta saber o que será das protagonistas agora, já que a primeira temporada terminou em casamento.
 
A curta vida de The Big Bang Theory no SBT
 
No ar desde 2007, a premiada série The Big Bang Theory está chegando a seu centésimo episódio.
 
Em 2011, o SBT decidiu colocá-la à disposição de quem apenas tem acesso à TV aberta. Big Bang, a Teoria estreou no dia 20 de agosto como parte da comemoração de 30 anos do canal.
 
Mesmo com o apelo nerd, a série não conseguiu combater outros concorrentes do horário nobre, como novelas e programas de auditório. Assim, os quatro nerds Sheldon (Jim Parsons), Leonard (Johnny Galecki), Howard (Simon Helberg), Rajesh (Kunal Nayyar) e a loira Penny (Kaley Cuoco) foram removidos da programação apenas duas semanas depois da estreia. E sem previsão de retorno.
 
Zooey à vontade
 
Queridinha dos cinéfilos modernos, a atriz Zooey Deschanel alcançou o auge da popularidade ao estrelar o filme (500) Dias Com Ela, de 2009.
 
Agora, na série New Girl, a vocalista da dupla She & Him interpreta Jess Day, uma garota que tenta superar o fim de um namoro. Depois de ser traída, ela acaba se mudando para um apartamento que encontrou na internet. Lá, moram três rapazes: Nick (Jake Johnson), Schmidt (Max Greenfield) e Winston (Lamorne Morris).
O primeiro episódio estreou em 20 de setembro, mas a série já concorre ao Globo de Ouro 2012 em duas categorias: Melhor série musical ou de comédia e Melhor atriz de musical ou comédia (Zooey Deschanel).
 
Da Austrália para o mundo
 
Cachorro falante não é coisa de programa infantil. Cheio de humor negro, Wilfred é o remake americano de uma série de mesmo nome que estreou em 2007 na Austrália.
 
Ryan (Elijah Wood) acaba de largar o emprego e ser abandonado pela namorada. Depois de tentar o suicídio e passar a consumir maconha em excesso, ele começa a enxergar Wilfred (Jason Gann), o cachorro da vizinha, como um homem usando uma fantasia felpuda. O problema é que, para todo o resto das pessoas, ele não passa de um animal comum.
A versão americana estreou em junho e já teve a segunda temporada anunciada para o ano que vem.
 
Força na nova temporada
 
Além das estreias, 2011 teve o retorno triunfante de séries em novas temporadas, assegurando de vez seu lugar no gosto do público.
 
The Walking Dead, que estreou no Halloween do ano passado, foi uma delas. Baseada em uma série de quadrinhos do mesmo nome, mostra a tentativa de resistência dos últimos sobreviventes do planeta após um apocalipse zumbi. A segunda temporada, que estreou em 16 de outubro, ainda está em exibição pela Fox, mas já teve sua continuação anunciada para o ano que vem.
 
Na terceira temporada, Modern Family continua a fazer sucesso entre os telespectadores. A série, que é a preferida do presidente americano Barack Obama, ganhou o Emmy na categoria Melhor Comédia em 2010 e 2011. Na trama, é mostrada a vida de Jay Pritchett, Mitchell Pritchett e Claire Dunphy. Jay (Ed O'Neill), pai dos dois últimos, casou-se pela segunda vez – e com uma colombiana bem mais jovem que ele. Sua filha, Claire (Julie Bowen), é uma tradicional dona de casa: tem marido e três filhos. Mitchell (Jesse Tyler Ferguson), junto a seu parceiro, Cameron (Eric Stonestreet), é pai adotivo de uma garota vietnamita.
 
Recomendamos para você