Saraiva Conteúdo por Saraiva Conteúdo Filmes e séries 14.09.2010 14.09.2010

Resultado do Festival de Veneza gerou polêmica

A imprensa presente no Lido neste ano não endossou tanto a ideia de unanimidade do júri na escolha de Somewhere, de Sofia Coppola, como vencedor do Leão de Ouro do 67º Festival de Veneza, que terminou no último sábado.

Um “retrato de Los Angeles”, segundo o júri, o filme não teria impressionado de início, subindo no conceito de seu presidente, Quentin Tarantino, e em seguida de seus “subordinados”. Teve quem levantasse que Tarantino deu uma forçada para conceder o prêmio máximo do festival à sua “ex-namorada”. Outro problema: ao longo do festival, havia outros favoritos, como o russo Ovsyanki (Silent Souls), de Aleksei Fedorchenko, o chileno Post Morten, de Pablo Larrain, Detective Dee and the Mistery of Phanton Flame, do chinês Tsui Hark etc.

Como as críticas não eram somente à escolha do júri/de Tarantino, mas também ao comportamento por vezes deselegante do diretor, em especial aos palavrões e gestos obscenos nas entrevistas coletivas que ele deu, melhor esperar o filme para atestar ou não o mérito do prêmio.

Veja a lista dos vencedores e, em seguida, o trailer oficial de Somewhere, não legendado.

 

Leão de Ouro para Melhor Filme
Somewhere, de Sofia Coppola

Leão de Prata para Melhor Diretor
Álex de la Iglesia, por Balada Triste de Trompeta

Prêmio Especial do Júri
Essential killing, de Jerzy Skolimowski

Coppa Volpi para Melhor Ator
Vincent Gallo, por Essential killing

Coppa Volpi para Melhor Atriz
Ariane Labed, por Attenberg

Prêmio Marcello Mastroianni para Melhor Atriz Jovem
Mila Kunis, por Black Swan

Osella para Melhor Fotografia
Mikhail Krichman, por Silent souls (Ovsyanki)

Osella para Melhor Roteiro
Álex de la Iglesia, por Balada Triste de Trompeta

Leão Especial para o conjunto da obra
Monte Hellman

Leão do Futuro (Luigi de Laurentiis) – Prêmio para Filme de Estreia
Cogunluk (Majority), de Seren Yüce

Mostra Horizontes

Melhor Longa-metragem
Verano de Goliat, de Nicolás Pereda

Prêmio Especial do Júri
The forgotten space, de Noël Burch e Allan Sekula

Melhor Curta-metragem
Coming attractions, de Peter Tscherakassky

Melhor Média-metragem
Tse (Out), de Roee Rosen

Menção Especial
Jean Gentil, de Laura Amelia Guzmán e Israel Cárdenas

Prêmio Contracampo Italiano

Melhor Filme
20 Sigarette, de Aureliano Amadei

Menção Especial ao ator Vinicio Marchioni, de 20 Sigarette

Prêmio Persol 3-D ao filme mais criativo dessa tecnologia
Avatar, de James Cameron, e Como treinar seu dragão, de Chris Sanders e Dean Deblois.

 

Recomendamos para você