Saraiva Conteúdo por Saraiva Conteúdo Livros 12.10.2010 12.10.2010

PRÊMIO VIVALEITURA

Foram divulgados os 15 projetos finalistas à edição de 2010do Prêmio Vivaleitura, da Fundação Santillana. Foram inscritos 1.829 projetos,contra 1.706 que concorreram no ano passado.

Os projetos foram inscritos em três categorias distintas:Bibliotecas públicas, privadas e comunitárias; Escolas públicas e privadas; eSociedade: empresas, ONGs, pessoas físicas, universidades e instituiçõessociais. Os três vencedores de cada uma das categorias receberão prêmio de R$30 mil. Eles serão revelados em cerimônia a ser realizada pelos Ministérios daEducação e Cultura no dia 19 de novembro, em Brasília.

O Vivaleitura é uma iniciativa dos ministérios da Educação eCultura e da Organização dos países Ibero-Americanos para a Educação, a Ciênciae a Cultura (OEI), com apoio do Conselho Nacional de Secretários de Educação(Consed) e da União dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime).

Veja os projetos finalistas:

Categoria 1

O Conto no Assentamento Filhos de Sepé (Viamão/RS) – oprojeto mantém uma Casa de Leitura no assentamento Filhos de Sepé, zona ruralde Viamão, com apoio do programa de pós-graduação do Instituto de Letras daUFRGS.

Que Chita Bacana (Jaboatão dos Guararapes/PE) – nestecriativo projeto o tecido chita, muito comum no vestuário tradicionalpernambucano, é usado como motivo para leituras, pesquisas e diversasatividades de resgate cultural. O projeto motiva uma comunidade inteira decrianças a fazer pesquisas, leituras e a produção de livros artesanais.

Programa Radiofônico (Piracicaba/SP) – O programaradiofônico “Educativa nas Letras” é idealizado e realizado pela BibliotecaPública Municipal e pela Secretaria Municipal de Ação Cultural de Piracicaba. Oprograma vai ao ar aos sábados com leituras de textos narrativos, comentários eanálises sobre obras e autores literários.

Centro Educacional e Cultural Kaffehuset Friele (Poços deCaldas/MG) – o projeto promove ações culturais, envolvendo agentes da educaçãopública da cidade. O Centro Educacional fortalece as relações com os moradores,permitindo o livre acesso ao acervo de sua biblioteca e organizando debates deautores com a comunidade.

Biblioteca Interativa Silvia Leeven (Campinas/SP) – abiblioteca é comunitária e está na região da periferia da cidade. O trabalho dabiblioteca é apoiar crianças e jovens com dificuldades de leitura e escrita.Com atividades de de fomento à leitura e ampliação do repertório cultural, osalunos das escolas atendidas estão superando suas dificuldades.

 

Categoria 2

Cafeteria Sabor Literário (Parnamirim/RN) – a cafeteriamostra que livros e café podem ser degustados. O projeto incentiva em alunos doensino médio a leitura de obras das escolas literárias portuguesa e brasileira.O trabalho começou em 2008 e está em sua terceira edição.

Cordel na Casa da Leitura (Floriano/PI) – a iniciativa estáfocada na educação de jovens e adultos. Recorre à literatura de cordel, gêneropróprio da região nordestina, para criar nos alunos o gosto pela leitura.

Vozes da Guerra (São Paulo/SP) – o projeto debateu a SegundaGuerra Mundial (tema discutido em classe) a partir de diários escritos porjovens e adolescentes que viveram o conflito. O exercício foi direcionado aestudantes do Fundamental II.

Cidade Poética (São João Del Rey/MG) – o trabalho convidoualunos do ensino médio a refletirem sobre a escola literária românticabrasileira, não somente por meio das leituras das obras, mas também por meio daprodução de documentários que são exibidos em locais públicos da cidade. Háainda um blog do projeto.

Fogueira Literária (Jequié/BA) – a comunidade local tem atradição de se reunir em volta de uma fogueira para contar causos e tocarviolão. O projeto inseriu na prática a leitura de textos literários. 

 

Categoria 3

Leitura e Ciência (Macapá/AP) – O trabalho é desenvolvidopelo Instituto de Pesquisa Científica e Tecnológica do Estado do Amapá. Aoficina Leitura e Ciência desenvolve diversas atividades  voltadas para os saberes e fazeres da culturada infância. São ações destinadas a crianças de 1ª a 4ª da rede pública eprivada.

Projeto Meninos Românticos (Hortolândia/SP) – “MeninosRomânticos” é um fanzine produzido por crianças, adolescentes e jovensmoradores de rua, na região metropolitana de Campinas. É uma produção coletivaque agrega poemas, desenhos, pinturas e versos. O fanzine é distribuído nasescolas e pontos de cultura da cidade.

O Canto das Letras (São Paulo/SP) – é um projeto do CentroCultural Arte em Construção que estruturou uma Biblioteca Comunitária e oferecea escolas públicas arte integrada à leitura.

Ler para Crer: oficinas itinerantes (Fortaleza/CE) – É umaproposta de extensão da Universidade Federal do Ceará. Abrange a realização deoficinas e mutirões para a criação de bibliotecas comunitárias.

Translivroteca (São Paulo – SP) – É um projeto desenvolvidopela empresa Translig de motofrete. O projeto criou uma biblioteca para quemotoboys da empresa pudessem ler nos horários livres. Com o crescimento dasdoações de títulos, a iniciativa resultou na criação de uma rede internacionalde “empréstimos” de livros (brookcrossing), que espalha títulos em diferenteslocais públicos da cidade de São Paulo, para que as pessoas possam ler erepassá-los adiante, permanentemente.

Recomendamos para você