Saraiva Conteúdo por Saraiva Conteúdo Games 27.02.2013 27.02.2013

PlayStation 4 – O que era verdade e o que era rumor?

Por Guilherme Machado
Após seis anos de seu lançamento mundial, o tão aclamado PlayStation 3 finalmente ganha seu sucessor, o PlayStation 4. O novo console da Sony foi anunciado em uma conferência fechada para a imprensa na cidade de Nova Iorque, no dia 20 de fevereiro. Muita especulação sobre o que seria o novo projeto da Sony circulava na internet desde o fim do ano passado, e agora podemos separar o que era rumor e o que de fato foi confirmado para a nova geração do PlayStation.
ESPECIFICAÇÕES DO CONSOLE
De acordo com a Sony, o PlayStation 4 foi feito pensando nos desenvolvedores de games, procurando ao máximo facilitar a criação de jogos cada vez mais surpreendentes. Para isso, foram implementados 8 GB de GDDR5 RAM, diferente dos 4GB que eram esperados, uma CPU Jaguar de oito núcleos da AMD (x86, com 64 bits) e um processador gráfico AMD Radeon capaz de processar 1,84 teraflops.
São especificações jamais vistas em um console, mostrando que o PS4 (abreviação de PlayStation 4) veio com tudo para a nova geração. Mas a Sony não parou por aí: aumentou a potência do leitor de Blu-ray, acrescentou entradas USB 3.0 e manteve as entradas HDMI, multi-AV e óptica, além de adicionar uma suposta entrada AUX, que provavelmente será direcionada para a nova câmera do console. Essa câmera substituiria a antiga PS Eye, já que foi totalmente desenvolvida para ser superior ao Kinect, da Microsoft.
O NOVO CONTROLE
O controle do PlayStation 3, Dualshock 3, ganhou um novo design e também um novo nome, Dualshock 4. Foi totalmente remodelado, algo que não era visto ao longo das gerações de video games da Sony, já que os joysticks do PS1, PS2 e PS3 têm o mesmo design, mudando apenas algumas especificações e detalhes na aparência. Mas o novo controlador ganhou novos formatos em seus analógicos, um touchpad semelhante ao do Playstation Vita (console portátil da Sony), um sensor igual ao do Playstation Move (controle de movimento), uma entrada de headset e detalhes na sua aparência que o diferenciam de suas gerações passadas. Rumores diziam que receberia uma tela LCD na parte da frente e sensores biométricos nos gatilhos, mas isso não se concretizou.
Dualshock 4
JOGOS
O tema mais aguardado durante a conferência foi o anúncio dos jogos que farão parte da nova geração. Todos estavam entusiasmados para saber o que seria dos gráficos se comparados aos do PS3 e o que poderíamos encontrar para jogar logo no lançamento. Empresas como a Blizzard, Ubisoft e Capcom deram suas caras e apresentaram alguns projetos.
Um dos mais impressionantes foi o que a Capcom chama de “Deep Down”, um game com gráficos tão reais que podemos enxergar cada detalhe no rosto do personagem e saber o que está sentindo só pela sua expressão. É uma grande aposta da empresa para a nova geração de jogos que está por vir, já que cada vez mais os jogadores esperam ver gráficos mais próximos da realidade. Alguns jogos que foram apresentados na conferência são o Killzone: Shadow Fall (sucessor de Killzone 3), Watch Dogs e também a possível continuação de InFamous 2.
Outro título aclamado pelo público ao ser anunciado foi o jogo de corrida DriveClub, que apresentou gráficos extraordinários, em que podemos ver detalhes do material do pneu do carro e o reflexo do sol em diferentes materiais do banco, por exemplo.
Um dos rumores mais fortes envolvendo o PlayStation 4 era em relação ao bloqueio de jogos usados, ou seja, o game só poderia ser jogado em um console e não poderia ser emprestado ou revendido, acabando com o comércio de títulos usados. Felizmente esse rumor foi desmentido pela Sony, para a alegria dos jogadores.
A logo do novo PlayStation 4
INTERAÇÃO SOCIAL
A interação social entre os jogadores foi um aspecto em que a Sony investiu muito para a criação do PlayStation 4. Muitas novidades em relação a isso foram confirmadas e animaram o público que estava presente na conferência ou assistindo pela internet.
Uma delas é que agora será possível fazer transmissões ao vivo direto do seu video game, ou seja, se você está jogando e quer que seu amigo assista e te ajude durante a partida, basta apertar um botão chamado “Share” no controle e pronto: a pessoa estará junto a você. Outra inovação é a possibilidade de ajudar um amigo que não está conseguindo passar de certa parte de um jogo. Ele precisa apenas apertar um botão para que você assuma o controle e passe de fase para ele, diretamente da sua casa. Isso mostra o poder de interação social que o novo console vai trazer para o público.
Aquela história de seu amigo ir à sua casa jogar video game será cada vez menos comum ao longo do tempo, já que todos estão on-line em seus aparelhos e os novos jogos têm cada vez menos suporte para dois jogadores simultâneos. Essa é a prova de que cada vez mais as empresas investem nos jogos on-line.
Algumas informações sobre o novo console ainda são apenas rumores, como a de que os jogos do PS4 custarão US$ 60, mesmo preço dos lançamentos do PS3, e que o preço do video game seria de mais de US$ 400 (em seu lançamento, o modelo mais caro do PS3 custava US$ 600).
O lançamento do PlayStation 4 está previsto para o fim do ano, e até lá muito será revelado, inclusive o design do console, que a Sony optou por não mostrar ao público no momento. Muitas novidades estão por vir, e o que nos resta é esperar para ver o que a concorrente Microsoft está preparando para competir com o revolucionário PS4.
Recomendamos para você