Saraiva Conteúdo por Saraiva Conteúdo Filmes e séries 30.11.-0001 30.11.-0001

Personagens secundários ganham espaço no cinema

Por Vinícius Costa
Em todo filme de animação, além dos personagens principais (sejam eles humanos, animais, robôs ou qualquer outro tipo de criatura), sempre há alguém que rouba a cena mesmo não estando 100% do tempo na telona: os personagens secundários (ou coadjuvantes, se você achar melhor).
São eles que representam majoritariamente o alívio cômico da história. Quem não se lembra do desastrado esquilo Scrat da franquia A Era do Gelo? Sua jornada em busca da preciosa noz esteve em todos os títulos da série, e sua participação foi ficando cada vez maior: se no 1º filme Scrat apareceu apenas 2 ou 3 vezes, nos últimos ele ganhou ainda mais espaço.
E a história se repete em diversos outros títulos: o boneco de neve Olaf, em Frozen: Uma Aventura Congelante; o dragão Mushu, em Mulan; o Burro, da animação do ogro Shrek; Timão e Pumba, em O Rei Leão… dá para fazer uma lista gigantesca.
O resultado de todo esse sucesso dos personagens secundários nas produções começa a se destacar agora em 2015. Chega esta semana aos cinemas Os Pinguins de Madagascar, filme solo dos personagens da série de longas animados Madagascar. E este é apenas o começo.
Capitão, Kowalski, Rico e Recruta ganham sua própria aventura, na qual precisam salvar o mundo de um perigoso vilão (um polvo). O filme vai mostrar como começou a amizade entre eles até se tornarem agentes secretos.
 
A estreia de Os Pinguins de Madagascar esta semana abre caminho para as criaturinhas animadas coadjuvantes brilharem em 2015
 
Com nomes como Benedict Cumberbatch, John Malkovich e Christopher Knights entre os dubladores da versão original, a animação tem tudo para arrecadar muito nas bilheterias destas férias de verão.
Mas essa não é a primeira vez que os pinguins ganham algo “só seu”. Há cerca de dois anos, o canal Nickelodeon exibiu uma série animada sobre eles, sem falar no curta-metragem Os Pinguins de Madagascar – Operação Antártica. Essa é uma estratégia utilizada pelos estúdios para medir o nível de popularidade dos personagens com o público fora do filme.
O QUE VEM POR AÍ…
Mas não são só os pinguins que conquistaram seu lugar ao sol. O rei Julien, também personagem de Madagascar, tem sua própria série no Netflix. Com o título de Saúdem Todos o Rei Julien, a história se passa antes da chegada dos animais do zoológico à ilha de Madagascar. O rei sempre promove grandes festas junto com seus ajudantes Mort e Maurice e seus fiéis súditos festeiros, o que com certeza vai gerar muita confusão.
Produzidos em parceria com a DreamWorks Animation, os primeiros episódios já estão disponíveis. Vale lembrar também que uma série do Gato de Botas (Shrek 2) também está em fase de produção.
 
O filme dos Minions é uma das grandes apostas para 2015
Saindo da televisão e voltando aos cinemas, 2015 ainda guarda uma das estreias mais esperadas pelas crianças (e por muitos adultos também).
Chega no final de junho Minions, o filme solo das desastradas criaturinhas amarelas de Meu Malvado Favorito. O longa vai mostrar a aventura de Stuart, Kevin e Bob, que partem em busca de um novo vilão para servir desde a morte de seu antigo mestre. Com certeza os três vão arrancar muitas risadas do público nessa jornada.
Outra personagem que conseguiu roubar a cena e chega em breve aos cinemas é a carismática (e esquecida) Dory, de Procurando Nemo.
Procurando Dory chega aos cinemas em junho de 2016 e vai mostrar a peixinha azul em busca de sua família. Mais uma vez a dublagem vai ficar por conta da apresentadora Ellen DeGeneres.
Quem também se deu bem foi a melhor amiga de Peter Pan, a fadinha Sininho (que hoje é mais conhecida por aqui pelo seu nome original, Tinker Bell).
 
Dory vai ganhar sua própria aventura
Tinker Bell já protagonizou suas próprias aventuras (O Segredo das Fadas; Fadas e Piratas). O sucesso junto ao público infantil é tanto que a cada ano no mínimo um novo filme é lançado. Em fevereiro chega aos cinemas Tinker Bell e a Lenda do Monstro da Terra do Nunca.
Ao que tudo indica, esse é só o começo. Cada vez mais as criaturinhas animadas secundárias/coadjuvantes vão ganhando seu espaço e brilhando junto aos protagonistas. Só nos resta esperar para ver o que mais vem por aí…
 
 
Recomendamos para você