Saraiva Conteúdo por Saraiva Conteúdo Filmes e séries 21.12.2011 21.12.2011

Personagens celebram o Natal de formas, em lugares e em épocas diferentes

 
Por Felipe Candido
Cena de episódio especial de Natal dos Simpsons
 
Chegou a época do ano em que as casas ficam decoradas, as ruas enfeitadas e todos os lugares iluminados aguardando a chegada do Natal. As pessoas começam seus preparativos para a grande noite, cada uma a sua maneira, seguindo seus costumes e tradições.
 
Na ficção não poderia ser diferente. Personagens de séries de TV e desenhos animados também embarcam no espírito natalino, independente do lugar onde estão, ou a época em que vivem e fazem suas comemorações da festiva data. Seja no fundo do mar, ou na pré-história, a alegria dessa noite mágica encanta a todos.
 
 
 
 
O primeiro Natal dos Simpsons
 
O primeiro episódio da série sobre a família mais famosa de Springfield mostrou a celebração de Natal dos Simpsons. Com a péssima notícia de que não receberá o abono de Natal naquele ano, Homer fica sem saber como poderá comprar os presentes para seus filhos.
 
É então que ele consegue arrumar um emprego como Papai Noel. Esse episódio é muito importante, já que foi o primeiro de uma das séries mais bem-sucedidas da história da TV mundial.
 
Feliz dia da Geladeira! Dia da Geladeira?
 
Sim! Na pré-história, quando o mundo ainda era composto pela imensa e unida Pangeia, os dinossauros que aqui viviam celebravam o descobrimento da grande invenção que os fez morar em casas e deixar de ser nômades: a geladeira.
 
E a família Silva Sauro não poderia ficar de fora dessa festa, que muito se assemelha ao Natal dos tempos modernos. Com direito a enfeites pela casa, presentes e até dramatização do “nascimento” da geladeira, o feriado mostra que o espírito de amor ao próximo e união entre as famílias pode vir de onde menos se espera, até mesmo de um eletrodoméstico.
 
Natal quem?
 
 
Os moradores da Fenda do Bikini não sabiam o que era o Natal até que Bob Esponja descobriu toda a magia dessa data e compartilhou com os demais habitantes a alegria que ela representa.
 
Todos ficam aguardando a chegada do Papai Noel e seus presentes, mas ficam decepcionados quando o bom velhinho não aparece. É aí que Lula Molusco se compadece com a boa vontade de Bob Esponja e decide fingir ser ele mesmo o Papai Noel, para fazer a alegria de todos na Fenda do Bikini, salvando o primeiro Natal do lugar e instituindo de vez o espírito natalino no fundo do mar.
 
É “Natanukah” em Orange County
 
 
Filho de pai judeu e mãe protestante, o jovem Seth Cohen sempre se viu dividido durante as festas de fim de ano. Por essa razão, ainda criança, ele decidiu criar seu próprio feriado. Segundo Seth, o “Natanukkah”, como ele denominou a nova festa, reúne o supertime formado por Jesus e Moisés, que uniram o melhor do Hanukkah com o melhor do Natal. Ou seja, oito dias de presentes, mais uma grande noite com muitos presentes.
 
O Natal da Boa Vizinhança
 
Era apenas uma pequena reforma na fachada das casas do pátio da vila, mas um pequeno transtorno seria causado na vida de seus moradores por quinze dias. Assim, o hospitaleiro Sr. Barriga convida todos os moradores a passar esse período em sua casa. Entre trapalhadas e confusões, acontece a noite de Natal, com todos os moradores da vila celebrando fraternalmente.
 
Duas vezes clássico
 
Em 1983, os estúdios Disney produziram um curta-metragem de animação baseado na clássica história de Charles Dickens, Um Conto de Natal, com seus famosos personagens. Tio Patinhas encarna o velho avarento Scrooge e recebe a visita de três fantasmas na noite de Natal.
 
Estes o fazem rever sua visão de mundo, e, com a ajuda de seu funcionário Cratchit, interpretado por Mickey Mouse, o velho se torna um homem bondoso e generoso. A animação se tornou um dos maiores clássicos da Disney, bem como o conto que lhe deu origem.
 
O Natal no Pântano
 
 
O Natal chegou, e Shrek só queria que fosse uma noite perfeita, já que era a primeira vez que eles passariam essa noite em família. Mas, sem saber o sentido dessa data, o ogro procurou ajuda em um livro e organizou tudo a sua maneira.
 
Tudo estava pronto, as bengalas de cobra, a guirlanda de tampa de privada, os enfeites de sapo e até mesmo a cueca estava pendurada na lareira. Contudo, na noite sonhada, o Burro chega com todos os seus amigos e parece que a noite perfeita imaginada por Shrek será arruinada.
 
Mas o ogro acaba percebendo que o verdadeiro sentido do Natal é celebrar com todos os que amamos, e a noite termina com uma bela história de Natal, só que com a maneira de ser de um ogro.
 
O lado sombrio do Natal
 
Jack Skellington é considerado um verdadeiro rei na Cidade do Halloween, porém sente-se entediado em repetir todos os anos o mesmo ritual. Até que um dia Jack acaba caindo acidentalmente na Cidade do Natal. Sentindo-se encantado com o clima festivo encontrado nesse lugar, decide instituir também o Natal na Cidade do Halloween.
 
A fixação de Jack pela data chega a tanto, que ele sequestra o Papai Noel para fazer ele mesmo a entrega dos presentes para as crianças do mundo. Porém, as lembranças distribuídas mais aterrorizam do que alegram as pessoas, já que são cabeças encolhidas, cobras adornando árvores de natal e outras bizarrices encontradas na cidade do Halloween.
 
O Natal na Idade da Pedra
 
 
Mesmo vivendo na pré-história, os Flintstones também comemoram o Natal. Fred Flinstone inclusive já salvou o Natal, substituindo o bom velhinho, quando este apareceu doente em sua casa. Fred, com a ajuda de seu inseparável amigo Barney, viaja pelo mundo distribuindo os presentes, enquanto Noel se recupera em sua casa.
 
O Mágico Natal em Hogwarts
 
 
No feriado de Natal muitos alunos deixam Hogwarts com destino à casa de seus pais, para passar com seus familiares essa época do ano. Porém, muitos alunos pernamecem no colégio, entre eles Harry Potter, que pode usufruir todas as celebrações preparadas pela escola para comemorar a data.
 
Como não poderia deixar de ser, a decoração é especial, composta por fadas, paredes recobertas por gelo, flocos de neve que nunca derretem e muitos outros elementos mágicos.
 
Mas o momento mais esperado é a grande festa da noite de Natal, que é precedida por um banquete em que são servidas comidas mágicas, como os pudins de Natal Flamejantes.
 
 
 
Recomendamos para você