Saraiva Conteúdo por Saraiva Conteúdo Filmes e séries 15.09.2011 15.09.2011

Peixonauta, Marina e Zico ganham vida no teatro e novos projetos

Por Luka Franca
 
A animação Peixonauta já havia conquistado crianças do Brasil e do mundo em sua primeira temporada de aventuras exibida pelo SBT e Discovery Kids. E recentemente o desenho animado saiu das telinhas e parou nos palcos de teatro para a alegria da criançada.
 
O peixe viajante foi criado pela TV PinGuim por instinto. “Não queríamos algo que fosse a turminha da rua ou algo já feito. Um personagem peixe é estranho o suficiente para gerar curiosidade no público, justamente por não ser um animal habitual para produções infantis”, conta Kiko Mistrorigo, um dos sócios do tv e um dos criadores da série animada.
 
A ideia do Peixonauta vir a superfície e descobrir as diferenças existentes entre o fundo do mar e a terra tinham origem em se tentar resgatar aquela sensação de criança descobrindo o mundo, além de focar na questão da sustentabilidade e do trabalho em grupo, características que já estavam no projeto original da série há uns 8 anos.
 
A TV PinGuim, produtora do Peixonauta, nunca havia feito adaptação de suas animações para o teatro e acompanharam todos os passos da produção da peça, como a adaptação do roteiro, baseado em um dos episódios da série de TV: O Caso da Grande Chuva.
 
“Queríamos que as personagens no teatro fossem fiéis ao desenho animado, até por que eu me lembro de ir assistir espetáculos baseados em desenhos e chegar lá não ter nada a ver com o original e era frustante, não queria que isso acontecesse com o Peixonauta.” diz Mistrorigo.
 
Mesmo havendo diferenças muito grandes entre se produzir uma série de TV e uma peça de teatro, Mistrorigo conta que não teve muita dificuldade de adaptação do roteiro do episódio de TV para os palcos. Os criadores tiveram o cuidado de escolher um episódio que fosse facilmente adaptado e compreensível para as crianças.
 
A escolha deu tão certo que é só entrar em uma sessão da peça para ver as crianças encantadas em ter Peixonauta, Marina e Zico ao vivo e a cores. Não é raro ver os pequenos tentando subir no palco para pegar nas personagens e interagir mais com os bonecos da turma do Parque das Árvores Felizes. O espetáculo ainda é ambientado com parte da sonoplastia sendo ao vivo, estimulando as crianças a ajudarem a turminha a abrir a pop quando ela aparece em cena.
 
Peixonauta no teatro
 
A peça estreou primeiro no Rio de Janeiro e este é o último mês em cartaz na cidade de São Paulo. Mas apesar da temporada estar terminando há diversas novidades para as crianças envolvendo o Peixonauta. A TV PinGuim começou a produzir um longa de animação com a turminha a ser lançado no final de 2012. Nesta Bienal do Livro, no Rio de Janeiro, foi apresentado um aplicativo para Ipad da série e para TV a 2ª temporada já está engatilhada e em desenvolvimento.
 
Para este semestre está programado o lançamento de um CD/DVD musical da série que tem a direção musical e composições de Paulo Tatit, do Palavra Cantada, que também é responsável pela trilha sonora de toda a primeira temporada do desenho. Este novo projeto musical do Peixonauta abre a possibilidade da turma do Parque das Árvores Felizes voltar aos palcos em breve em um espetáculo baseado neste novo material. Mistrorigo afirma que a experiência de levar o peixinho viajante ao teatro foi boa e pode vir a se repetir.
 
Veja o vídeo da peça
 
 
Serviço: Peixonauta da TV para o Teatro – O Mistério da Grande Chuva, no Teatro das Artes (Av. Rebouças, 3970 – SP) , sábados e domingos às 17h em São Paulo até o dia 25/09. Classificação Livre. Valor: R$ 50 (inteira) e R$ 25 (meia entrada)
 
Recomendamos para você