Saraiva Conteúdo por Saraiva Conteúdo Filmes e séries 18.09.2013 18.09.2013

Os animes e seus robôs gigantes

Por Cristina de Oliveira
 
Grandes, fortes e poderosos! Assim são os robôs gigantes que há tempos invadiram mangás, animes, séries e filmes japoneses. Agora eles também marcam presença em uma superprodução hollywoodiana repleta de ação e combates.
 
A mais nova incursão desses gigantes de metal é no filme Círculo de Fogo, de Guillermo Del Toro, lançado em agosto deste ano. Combinando o gênero kaiju (do japonês "kaiju", que significa "fera gigante" e mecha (abreviatura de "mechanical", "mecânico" em inglês), no qual há a atuação das referidas máquinas, o longa traz robôs descomunais, chamados de jaegers, que são pilotados por bravos soldados e lutam contra os kaiju, monstros alienígenas.
 
Nos animes e mangás, os robôs gigantes protagonizam histórias há décadas. Geralmente controlados por humanos (muitos deles adolescentes), são usados, na maioria das vezes, como armas de guerra ou combate. Seus oponentes, que podem ser variados, indo de monstros a outros enormes autômatos, não perdem em nada. Os pilotos e suas máquinas poderosas (às vezes, nem tão máquinas assim) encabeçam enredos diversos, muitas vezes recheados de ação, drama e romance.
 
POPULARIDADE EX MACHINA
 
A série Gundam inspirou vários outros títulos e produtos desde sua criação
 
 
Um título que ajudou a popularizar os animes de mecha foi a série Mobile Suit Gundam, que estreou em 1979. De lá para cá, a franquia recebeu outras produções, como animes, filmes, jogos etc. Criado por Yoshiyuki Tomino e pelo estúdio Sunrise (sob o pseudônimo de Hajime Yatate), o enredo inicial de Gundam gira em torno de guerras travadas entre pilotos que, juntamente com seus robôs, representam colônias de humanos que foram obrigados a habitar o espaço devido à superpopulação do planeta Terra. 
 
Unidades Evangelion: gigantes travam batalhas num mundo pós-apocalíptico 
 
Dentre uma lista enorme de animes que abrem espaço para os robôs gigantes, um dos destaques é Neon Genesis Evangelion (1995, direção de Hideaki Anno). Ele é protagonizado por Shinji Ikari, um adolescente que, junto com outros jovens, é capaz de pilotar os EVAs (unidades Evangelion), criaturas colossais que combatem monstros chamados de Anjos. A série tornou-se famosa devido à complexidade dos temas abordados: dificuldades de relacionamento, traumas, dramas pessoais, solidão etc.
 
MEGA TRAMAS
 
Lelouch, de Code Geass: inteligência, habilidade e poderes especiais
 
 
Os títulos que se utilizam de robôs gigantes e seus pilotos podem “alimentar” as mais diferentes tramas. Tal variedade é bastante oportuna, pois traz enredos que podem agradar a diferentes gostos e públicos. Há desde pilotos com poderes misteriosos – como o envolvente Lelouch de Code Geass (2006), que controla autômatos humanoides ao mesmo tempo em que tenta destruir o mundo dominado por determinadas forças políticas e militares – até humanos vivendo no subsolo da Terra, como em Tengen Toppa Gurren-Lagann (2003), cujos habitantes das vilas subterrâneas desconhecem a superfície do planeta habitada por monstros.
 
PRONTOS PARA DECOLAR
 
Em Eureka Seven, ação e romance se misturam
 
 
Os gigantes de metal podem atuar como protagonistas ou simplesmente servir de pano de fundo para o desenvolvimento de complexas reflexões narrativas. Em Sousei No Aquarion (2005), por exemplo, o anjo mecânico Aquarion é uma promessa de salvação para a humanidade. Em Eureka Seven (2005), são mostrados o adolescente Renton, sua paixão pela estranha garota chamada Eureka (que pilota um robô gigante) e seu envolvimento com um grupo rebelde.
 
No anime Bokurano, 15 crianças com diferentes personalidades e um desejo: defender a Terra, mesmo que pagando com suas próprias vidas 
 
No sombrio enredo de Bokurano (2007), nos deparamos com jovens estudantes que se sacrificam numa luta sombria e dramática entre misteriosos Mechas. Também é possível ver pilotos e suas máquinas "caindo" do céu, como em Suisei no Gargantia (2013), em que Ledo e seu robô Chamber saem diretamente de uma guerra espacial para desembarcar no planeta Terra totalmente inundado pela água e com a população vivendo em grandes embarcações. 
 
Suisei no Gargantia: de combates espaciais à descoberta de uma nova Terra e seus habitantes
 
MUITO ALÉM DE MÁQUINAS
 
Mais do que máquinas, os robôs gigantes servem como alavancas para conhecermos mais sobre a própria natureza humana, com suas ambições, medos, conflitos, conquistas, superações, impasses ideológicos, questionamentos filosóficos e muito mais. Então, ao se deparar com uma gigante e intimidadora criatura de metal, lembre-se que por trás de cada máquina há uma motivação, uma chave secreta, uma possibilidade, uma descoberta e, quem sabe, um coração!
 
 
Recomendamos para você