Saraiva Conteúdo por Saraiva Conteúdo Filmes e séries 20.08.2014 20.08.2014

O sucesso das séries dinamarquesas

Por Willians Glauber
 
Quem assistiu aos seriados americanos Those Who Kill, The Killing ou The Bridge e gostou pode se autointitular um apreciador das séries da Dinamarca. A afirmação pode não parecer coerente, mas faz sentido quando se descobre que essas produções são remakes ou adaptações de histórias criadas por roteiristas dinamarqueses.
 
E para deixar clara a definição de um remake, conversamos com Emílio Gallo, roteirista e diretor da Lumini Filmes. “Um remake segue fielmente o produto original; o que pode ser feito é uma transposição do momento ou da época em que a história se passa, se isso não for contundente para seu entendimento”, explica.
 
Dito isso, The Killing se inspira em Forbrydelsen (baseada na série dinamarquesa, a produção americana adotou outra abordagem para personagens e condução da história), The Bridge reconta a trama de Bron/Broen e Those Who Kill aborda o mesmo enredo de Den Som Dræber.
 
De olho na capacidade que essas produções dinamarquesas têm de conquistar fãs de seriados mundo afora, o SaraivaConteúdo selecionou duas atrações que ainda não foram refeitas por outros países e merecem uma chance entre a audiência internacional. São elas: Heartless e Borgen.
 
Mas antes de conhecê-las, é preciso saber um pouco mais sobre duas séries cujas histórias originais e remakes agradaram a críticos e amantes de seriados.
 
FORBRYDELSEN
Essa foi a primeira dinamarquesa a receber atenção internacional, criando oportunidade para outras produções emplacarem entre os fãs de séries de TV.
 
A protagonista de Forbrydelsen, Sarah Land, dá vida à história quando está de mudança da Dinamarca para a Suécia. Antes de ir embora, ela precisa mostrar ao seu substituto no Departamento de Polícia de Copenhague como ele deve conduzir as investigações do assassinato de uma jovem.
 
A série Forbrydelsen foi a primeira a abrir as portas para que os seriados dinamarqueses se tornassem conhecidos entre a audiência internacional
 
A partir disso, acontece tanta coisa que até mesmo o candidato a prefeito da cidade se torna um suspeito.
 
Ao todo foram produzidas três temporadas, transmitidas na Dinamarca entre 2007 e 2012. Para ser vendida internacionalmente, ela adotou o nome de The Killing (o mesmo da versão dos EUA).
 
Assista ao trailer da 1ª temporada de Forbrydelsen
 
 
BRON/BROEN
Bron/Broen é minha porta de entrada para os shows escandinavos. Descobri como eles sabem fazer bons programas de um jeito tão deles”, comenta Rubens Rodrigues, redator do site Box de Séries.
 
Na trama de Bron/Broen, investigadores das polícias dinamarquesa e sueca solucionam assassinatos ocorridos na divisa dos dois países – cada um dos protagonistas representa uma nacionalidade.
 
“A série é um produto audiovisual de qualidade. O roteiro focado no desenvolvimento dos personagens em prol da investigação é fantástico”, ressalta Rodrigues.
 
Ela é uma coprodução entre Dinamarca e Suécia, e as filmagens de sua 3ª temporada estão prestes a iniciar, em setembro, com previsão de estreia para 2015.
 
Veja o trailer
 

 
CANDIDATAS A TEREM REMAKE
Fugindo do gênero criminal, uma produção sobrenatural e um drama político poderiam ser as próximas séries dinamarquesas a serem refeitas por emissoras estrangeiras.
 
HEARTLESS
Voltada ao público jovem, ela foi anunciada no país como um drama que transita entre fantasia e realidade, presente e passado.
 
Ambientada no internato da cidade de Ottmansgård, a narrativa de Heartless se dá por meio dos irmãos Sebastian e Sophie, dois seres amaldiçoados que dependem da energia vital de outras pessoas para sobreviverem.
 
A produção Heartless é um drama sobrenatural voltado para o público jovem e aborda a vida de dois irmãos que sobrevivem graças à energia vital de outras pessoas
 
Ao longo dos cinco episódios de sua primeira temporada, os dois acabam descobrindo que a maldição da qual são vitimas data de 400 anos atrás e está diretamente ligada à escola.
 

A trama foi ideia de Nikolaj Scherfig, roteirista de Bron/Broen.

 
 
BORGEN
A atração se pauta na vida da primeira-ministra da Dinamarca Birgitte Nyborg, uma mulher que, todos os dias, concilia sua vida política com a familiar.
 
Além de seus dois filhos e do marido, Birgitte lida com questões éticas e morais no governo, vendo-se diante de tomadas de decisões e responsabilidades que a colocarão à prova.
 
Coincidentemente ou não, a trama do novo seriado americano Madame Secretary (conheça-a aqui e saiba quando estreia) lembra bastante o mote de Borgen.
 
 
 
Recomendamos para você