Saraiva Conteúdo por Saraiva Conteúdo Filmes e séries 18.06.2012 18.06.2012

“O filme é uma declaração de amor às mulheres”, diz Bruno Mazzeo sobre ‘E Aí, Comeu?’

Por Edu Fernandes
 
A parceria entre o comediante Bruno Mazzeo e o produtor Augusto Casé chega mais uma vez aos cinemas com o lançamento de E Aí, Comeu?, agendado para o dia 22 de junho. A expectativa é ter os mesmos bons resultados nas bilheterias que a dupla conseguiu no passado com Muita Calma Nessa Hora e Cilada.com. “Vamos lançar em 550 salas para fazer frente às grandes estreias estrangeiras”, disse Casé em coletiva de imprensa do filme.
 
Diferente do que aconteceu anteriormente, no novo longa Mazzeo afasta-se do roteiro. Como em Malu de Bicicleta, Marcelo Rubens Paiva adapta sua própria peça de teatro para a tela grande. E Aí, Comeu? retrata as alegrias e tristezas amorosas de três amigos. “Para contar a história, a gente teve de marcar os estereótipos dos personagens: o casado, o solteiro e o divorciado”, explica Bruno.
 
“O começo é com o pé na porta propositalmente”, diz Mazzeo sobre as falas debochadas entregues nas primeiras cenas, apesar de julgar que o conjunto é mais sensível. “Acho que o filme é uma declaração de amor às mulheres”.
 
Bruno interpreta Fernando, um arquiteto que acaba de se divorciar da esposa Vitória (Tainá Müller, de Tropa de Elite 2). Ele percebe que sua vizinha Gabi (Laura Neiva, de À Deriva) demonstra interesse, apesar de ter apenas 17 anos. “Eu já passei por uma situação assim”, confessa o ator. “É um pouco assustador”.
 
Laura também tem experiência pessoal no assunto. “Meu namorado tem 30 anos, mas já estávamos juntos desde antes das gravações, então não foi uma influência do filme na minha vida”, brinca. “Se duas pessoas se querem e pensam da mesma forma, não tem por que não ficarem juntas”.
Tainá Müller e Bruno Mazzeo vivem um casal divorciado
 
Quem joga no time dos casados em E Aí, Comeu? é Marcos Palmeira (Boa Noite para Voar) no papel de Honório. Seu relacionamento com Leila (Dira Paes, de Estamos Juntos) passa por uma crise. “Falar das relações em mesa de bar é algo bem próximo da gente”, afirma. “O que se fala no bar não se escreve (…), não reflete o que eles são no dia a dia”.
 
O espectador está acostumado a ver Dira Paes em papéis diferentes e mais sérios do que seu trabalho nessa comédia. “Estou muito feliz de diversificar”, relatou. “Espero que o público possa me ver como uma mulher mais contemporânea. (…) Acho que a Leila é uma das personagens mais parecidas comigo que eu já fiz”.
 
Seu Jorge interpreta um garçom que leva seu próprio nome
Emílio Orciollo Neto (O Palhaço) completa o trio de protagonistas na pele de Afonsinho, um frustrado aspirante a escritor. Ele envia várias versões de seu romance inacabado para a garota de programa Alana (Juliana Schalch, de Os 3). “Nós somos totalmente dependentes das mulheres”, confessa o ator. “Para mim, o filme tem um quê de sensível da parte dos homens”, elogia Juliana. “Isso salta da tela”.
 
No bar em que Fernando, Honório e Afonsinho se reúnem, trabalha um garçom que atende pela alcunha de Seu Jorge, por ser muito parecido com o cantor. O papel foi escrito especialmente para o próprio Seu Jorge (Casa de Areia).
 
“O garçom serve para incluirmos falas que não queríamos colocar na boca dos três personagens principais”, explica Bruno Mazzeo. “A gente vai poder ver o Seu Jorge em nova versão, fazendo uma coisa leve”, anuncia Dira Paes.
 
Machos sensíveis
 
Apesar de ser uma comédia em que se fala muito de sexo, não há cenas de nudez em E Aí, Comeu?. A tática deu certo ao atrair um público mais amplo para ver De Pernas pro Ar. “O filme fala dos relacionamentos do ponto de vista dos homens”, defende Mazzeo. “A cada tratamento do roteiro, a gente se preocupou em não perder a sensibilidade”.
 
“O filme não tem nenhuma hipocrisia”, opina Marcos Palmeira. “Ele fala do cotidiano de uma forma bem-humorada”, completa Dira Paes. “O roteiro não é voltado para a piada, mas para o comportamento. (…) Você investir no amor não pode parecer um desafio sobre-humano”. 
 
Assista ao trailer do filme E aí, Comeu?:
 
 
 
 
Recomendamos para você