Saraiva Conteúdo por Saraiva Conteúdo Filmes e séries 14.08.2014 14.08.2014

‘Não Pare na Pista’: os personagens “reais” de Júlio Andrade

Por Edu Fernandes
 
Para um ator, todo papel traz um risco e uma responsabilidade. Quando se trata de uma história real, esses cálculos são mais delicados. Júlio Andrade (Serra Pelada) arrisca-se na pele do cultuado autor de O Alquimista (Sextante) na cinebiografia Não Pare na Pista: A Melhor História de Paulo Coelho (Sony), que chega aos cinemas em 14 de agosto.
O ator já tem experiência em outros papéis em produções baseadas em histórias reais, como é o caso de Gonzaga – De Pai pra Filho (Paris), no qual interpreta o cantor Gonzaguinha. “Espero não fazer outro personagem assim tão cedo”, disse Júlio durante coletiva de imprensa para divulgar seu trabalho mais recente. “É uma responsabilidade muito grande”.
No caso de Não Pare na Pista, o peso do papel foi partilhado em família. Na fase da juventude do autor, Paulo Coelho é interpretado por Ravel Andrade (Sessão de Terapia), irmão de Júlio. Nesse período, o filme mostra o embate do protagonista com o pai (Enrique Diaz, de Mato sem Cachorro), que não vê futuro no sonho do filho de se tornar escritor.
Para dificultar, há o fato de Paulo Coelho estar vivo e presente no imaginário do grande público. “Tinha o desafio maior, porque existe a história desse cara”, confessa Júlio.
 

Cena do filme Gonzaga: De Pai pra Filho
Por outro lado, Gonzaguinha não está mais vivo e seus fãs são menos numerosos. Entretanto, não há outro ator com quem dividir a carga: a infância do cantor em Gonzaga – De Pai pra Filho serve mais para estabelecer os conflitos da fase adulta.
Em ambas as cinebiografias, o trabalho de caracterização ajudou a aproximar fisicamente o ator e o personagem, mas em Não Pare na Pista a maquiagem foi mais extrema. No lugar da peruca de Gonzaguinha, Júlio Andrade usou uma máscara de 8 kg para viver o Paulo Coelho na fase atual de sua vida. A aplicação desse aparato levava horas para ser concluída.
 

Máscara de Paulo Coelho foi fabricada na Espanha
“Tenho dificuldade para me ver com aquela máscara, então eu fico um pouco confuso”, afirmou o ator. “Demorei alguns dias para aprender a atuar embaixo da maquiagem”.
Os dois longas usam uma forma não cronológica para narrar suas histórias, porém o fazem de maneiras distintas. Gonzaga – De Pai pra Filho se calca na discussão entre os dois personagens principais para relembrar o passado em flashbacks. Não Pare na Pista trata as três fases da vida de Paulo Coelho quase como se fossem tramas paralelas.
Outra semelhança entre as produções é o uso da trilha musical para auxiliar na narrativa. O baião de Luiz Gonzaga (Chambinho do Acordeon), o samba de Gonzaguinha e o rock composto por Paulo Coelho e Raul Seixas (Lucci Ferreira, de Meteoro) pontuam as emoções dos personagens dos filmes.
 

Personagens do filme A Estrada 47
MAIS REALIDADE
A Estrada 47 (Europa) – O longa mostra a campanha dos pracinhas brasileiros na Segunda Guerra Mundial. Júlio interpreta o carioca Tenente Penha. A estreia está agendada para 4 de dezembro.
Por Toda Minha Vida (Globo) – No especial para televisão, o ator interpreta Raul Seixas, o parceiro de composição de Paulo Coelho.
Cão sem Dono (Europa) – No filme baseado no romance Até o Dia em que o Cão Morreu (Companhia das Letras), de Daniel Galera, Júlio dá vida a Ciro, alter ego do escritor.
Veja o trailer de Não Pare na Pista: A Melhor História de Paulo Coelho
 
NO CINEMA E NA LIVRARIA
O roteiro do filme está disponível em forma de livro. Não Pare na Pista – A Melhor História de Paulo Coelho (Master Books) traz o texto da forma como foi recebido pelos atores. Nas páginas do volume há outros materiais, como fotos e entrevistas, além da narração da trajetória da roteirista Carolina Kotcho (2 Filhos de Francisco) ao lado de Paulo Coelho para a realização da cinebiografia.
 
 
Recomendamos para você