Ramiro Fajuri por Ramiro Fajuri HQ 29.06.2020 29.06.2020

Mauricio de Sousa mostra seu amor pelo Japão em Turma da Monica lendas japonesas

Turma da Mônica Lendas Japnesas

Para a imensa legião de fãs da Turma da Mônica, Mauricio de Souza é mais do que um artista dos quadrinhos e o criador da Mônica, Cebolinha, Cascão, Magali, Horácio, Bidu e muitos outros. Mauricio é um patrimônio cultural vivo do Brasil, autor de uma obra que começou em 1954 e nunca mais parou, e de personagens que permanecem os mesmos, mas vão sempre mudando e se adaptando aos novos tempos, e que por isso unem gerações.

Um pedacinho do Bairro do Limoeiro na Saraiva

Não é raro encontrar famílias em que pais, filhos, netos e até bisnetos são grandes fãs da Turma da Mônica do jeito que Mauricio a inventou originalmente, bem como das variações como o filme live action Laços, a Turma da Mônica Jovem,  e os personagens vivendo grandes clássicos do folclore e da literatura, como é o caso da Turma da Mônica Lendas Japonesas, escrito por André Kondo e ilustrado pelo próprio Mauricio, vendido exclusivamente na Saraiva.

A relação de Mauricio de Sousa com o Japão

Que Mauricio de Sousa é um dos artistas brasileiros mais respeitados no Japão, muita gente sabe. O próprio Mauricio nunca escondeu sua amizade com Shintaro Tsuji, presidente e fundador da Sanryu, responsável pela Hello kitty e com o lendário Osamu Tezuka, considerado o pai do Mangá e criador de personagens icônicos como A Princesa e o Cavaleiro, Astro Boy e Kimba, O Leão Branco.

O próprio Mauricio nos contou que sua relação com o Japão começou aqui mesmo no Brasil,  na cidade de Mogi das Cruzes, onde ele cresceu. Segundo ele, quando era criança, uma grande parte da população da cidade era formada por imigrantes japoneses e seus descendentes, os nisseis. Então, Mauricio convivia com a comunidade japonesa brasileira e aprendeu algumas palavras, canções infantis e até a apreciar a culinária japonesa.

Segundo Mauricio, em sua rua ele brincava com crianças de todas as etnias além dos japoneses, como turcos (árabes), espanhóis e americanos, filhos das famílias que moravam ali. Ele se lembra de sua infância brincando na rua de terra como “uma Nações Unidas Mirim”.

Mas a história de Mauricio com o Japão passou de amizade a caso de amor quando ele desenhava o personagem Horácio para o jornal Folha de S. Paulo, e agenciado na época pela King Features Syndicate, recebeu um convite para viajar ao Japão e apresentar o filhote de tiranossauro, um dos personagens mais questionadores e filosóficos criados por ele, ao público japonês.

Sendo somente o desenhista, Mauricio não queria fazer feio frente aos educados, mas exigentes, fãs japoneses e queria ir acompanhado de um arte finalista. Entre todos os competentes profissionais de seu estúdio, escolheu Alice Keiko Takeda, ela mesma uma nissei, que falava japonês e poderia ser também a sua intérprete.

A relação profissional virou amizade e depois amor. Alice, se casou com Mauricio, uma união de 23 anos, que terminou e foi reatada depois de 7 anos. Ela é mãe de Marina, Mauro e Alice, que inspiraram os personagens Marina, Nimbus e Do Contra. Juntos, Mauricio e Alice criaram também a Keika, um dos personagens mascotes dos 100 anos da Imigração Japonesa para o Brasil, que foi comemorada em 2008.

André Kondo revisitou as histórias de sua infância e teve seu momento de fã.

Autodefinido como um autor nipo-brasileiro, André Kondo já escreveu mais de 10 livros, sendo que as referências ao folclore e à cultura japonesa são uma constante em sua obra, que tem títulos como Lendas Japonesas, Contos do Sol Nascente, Contos do Sol Renascente, Okaerinasai, essa escrita em japonês e O Pequeno Samurai, que recebeu  menção honrosa no Prêmio João-de-Barro e foi finalista do Prêmio Jabuti.

Para André, o grande desafio de escrever Turma da Mônica Lendas Japonesas foi combinar as características das lendas japonesas sem se afastar da alma dos personagens criados por Mauricio. Por sorte, ele conhece muito bem tanto o folclore nipônico como a Turma da Mônica. André Kondo é um fã assumido das histórias de Mônica, Cebolinha, Cascão e Magali.

…Sou muito fã do Mauricio, e minha vontade de me tornar escritor veio dele e de Monteiro Lobato. Ele e a turma da Mônica foram meus grandes amigos da infância…

Vamos conhecer agora algumas das lendas japonesas originais, nas quais Mauricio e André se inspiraram para essa obra em parceria

Tokoyo, a Filha do Samurai

No século XIV,  Tokoyo cresceu ao lado de seu pai, o bravo samurai Oribe Shima, com quem aprendeu a ser forte e a seguir o código de honra desses lendários guerreiros japoneses. Falsamente acusado de agravar a doença do imperador, ele é banido para Kamishima, nas Ilhas Oki, mas a brava Tokoyo parte em seu resgate para corrigir a injustiça, e no caminho enfrenta até Yofune-Nushi, o dragão.

Segundo André Kondo, Tokoyo é uma heroína, uma mulher forte, que salva o pai. Uma história perfeita para a Mônica, que é forte, determinada. Mauricio, quando colocou a Mônica como protagonista, uma mulher forte e determinada, foi um precursor da luta pela igualdade de gênero, complementa André.

Teru Teru Bozu

O Teru Teru Bozu é um bonequinho que as crianças japonesas fazem para que não chova no dia seguinte. Em japonês, significa algo como brilha,  brilha, e bozu seria a referência à cabeça careca de um monge budista, cujas orações tinham o poder de fazer parar no dia seguinte as fortes chuvas que prejudicavam as plantações.

Segundo André, essa parecia sob medida  para o Cascão, mas como em alguns momentos da história o personagem precisa se molhar, ele achou melhor usar o Cebolinha para viver essa lenda.  Bem humorado, Mauricio explicou que o cascão fugir da água também é uma lenda, porque ninguém pode ficar sem tomar banho e lavar as mãos, ainda mais em época de pandemia

O Coelho da Lua

Um velho sábio vivia na Lua, e decidiu visitar a Terra para descobrir qual de seus animais era o mais generoso. Para isso, disfarçou-se de mendigo e pediu um pouco de comida para a raposa, o macaco e o coelho. Como uma forma de homenagem, o Sábio foi retratado na versão da Turma da Mônica como o próprio Mauricio de Sousa.

Turma da Mônica Lendas Japonesas é vendido exclusivamente na Saraiva. Se você gosta da Turma da Mônica, de lendas japonesas ou dos dois, clique aqui e não perca essa edição especial.

Recomendamos para você