Saraiva Conteúdo por Saraiva Conteúdo Livros 30.04.2010 30.04.2010

Marcelo Tas e o humorismo do nosso presidente

Por Bruno Dorigatti
Foto de Rodrigo Fuzar 

> Assista à entrevista exclusiva de Marcelo Tas ao SaraivaConteúdo 

Mais em voga para a nova geração por conta do programasemanal Custe o que Custar, o (CQC), Marcelo Tas e sua iconoclastia há temposque trazem algo de diferente e louvável para a televisão brasileira. Seja comoo impagável repórter ficcional Ernesto Varela em meados dos anos 1980, oProfessor Tibúrcio, do “”Rá-Tim-Bum””, no começo dos 1990, ou apresentandoo programa “”Vitrine”” na TV Cultura, sendo um dos primeiros a abordar a revoluçãodigital que estamos passando, e isso ainda no final do século passado, quando oimpacto que ela vem causando em nossas vidas estava apenas engatinhando. 

Inventivo, crítico, ácido e sempre com a verve humorística,Tas criou, junto com o hoje cineasta Fernando Meirelles, o repórter Varela,que, em tempos de abertura política e Diretas Já, teve a coragem de fazer asperguntas necessárias a políticos como Paulo Maluf e Nabi Abi Chedid, além deinvestigar a Serra Pelada, as praias cariocas e Cuba. Inaugurava ali um estiloque mescla jornalismo e humor e vem pipocando nos últimos anos, em programascomo o Pânico na TV e o próprio CQC, comandado por Tas e mais uma turma dejornalistas e humoristas de stand up, que procuram traduzir a política de formadireta e irônica, além de mostrar o descaso com a população em quadros como o“Proteste Já”. 

Em 2009, Tas se aventurou pela primeira vez em livro, com Nunca antes na história desse país (Panda Books), uma seleção de frase impagáveis do presidente Lula, semprecomentadas pelo jornalista, ilustradas por Ricardo Gimenes. “Achava que televisãodava trabalho, mas um livro…”, comentou nesta entrevista exclusiva ao SaraivaConteúdo. A idéia foide Marcelo Duarte, editor da Panda, que lhe passou uma pasta com frase compiladas  de Lula. “Não quis fazer um livro de piadas e frase absurdas. Daria parafazer um só com as patacoadas do Lula. E fiquei muito angustiado, porque é umassunto que está na mente de todo mundo. Estamos vivendo dois anos – 2009 eeste – de muita fervura política, com eleições, e não quis ser leviano ou fazerum livro que tomasse partido, seja simpático ou simplesmente agressivo com opresidente”, conta. 

O livro divide o presidente em profissões, como economista,engenheiro, matemático, turista, comediante, filósofo, técnico de futebol e aidéia para estes personagens veio do próprio presidente, que reforça muito ofato de não ter diploma, mas assume autoridade sobre qualquer assunto. “Elesabe de todos os assuntos, com uma certeza perolar. Nunca tem dúvidas,principalmente quando está errado, ele fala com muita certeza. Aí que enxergueio livro”, diz. 

Segundo ele, o presidente Lula é um ilusionista na linha deLeonel Brizola, Getúlio Vargas, Juscelino Kubitschek, que não existe mais.“Ilusionista não em um sentido pejorativo. Ele cria ilusões e todo mundoacredita nele. Ele tem esse dom, isso é importante para um líder, fazer com queas pessoas compartilhem dessa visão.” Uma das visões foi a sobre si própria, deele ser um cara perfeito, puro, que iria promover a igualdade social. “Elecumpriu parcialmente isso, no sentido que implementou políticas sociais quetrouxeram, inegavelmente, avanços. Agora, ele, ao mesmo tempo, repetiu todos oserros anteriores e inclusive aprimorou alguns, como elevar o Sarney à condiçãode imortal, ao reinado permanente sobre o Brasil, o Senado e o Congresso. Eteve avanços e performances surpreendentes. Por isso é essa figura fascinante,contraditória, como todo herói ou vilão.” 

Na entrevista, Tas fala da situação política em ano deeleições, do receio em se falar do presidente com ironia – claro, há os quedesancam, pixam, tratam com falta de respeito e não aceitam alguém que veio dosertão de Pernambuco e chegou à presidência da Repúbliuca –, de Cuba e dacontribuição que o CQC dá, ao tratar com humor temas ásperos e sofríveis como apolítica brasileira.

> Confira o blog de Marcelo Tas e o site oficial do Custe o que Custar

> Marcelo Tas na Saraiva.com.br

 

> Assista à entrevista exclusiva de Marcelo Tas ao SaraivaConteúdo

> Confira o repórter fictício Ernesto  Varela e o quadro do CQC que chegou a ser censurado este ano

Recomendamos para você