Saraiva Conteúdo por Saraiva Conteúdo Música 30.11.-0001 30.11.-0001

Mania de Listas – Discos Indispensáveis de 1991

Por Márcio J. Custódio*
 
“O ano de 1991 é considerado pela crítica especializada um dos anos mais produtivos da história da música, não apenas pela qualidade dos lançamentos, mas porque muitos dos álbuns revolucionaram completamente a música na época”.
 
Márcio J. Custódio é compras de música da Saraiva.
 
Também conhecido como Black Album (Álbum Negro), é o quinto disco de estúdio da banda norte-americana de heavy metal Metallica. Com faixas como “The Unforgiven”, “Enter Sandman” e “Nothing Else Matters”, tornou-se o álbum de maior sucesso do grupo. O trabalho foi lançado no dia 11 de março de 1991.
 
O álbum colocou o R.E.M. no topo das paradas dos dois lados do Atlântico. A banda surpreendeu fãs ao lançar um disco quase acústico. Com a bela “Losing My Religion” e a pop “Shiny Happy People” e com convidados especiais – Kate Pierson e o rapper KRS-One – o disco vendeu mais de 10 milhões de cópias. O álbum foi lançado em 11 de março de 1991.
 
 
Segundo álbum de estúdio da banda de rock norte-americana Nirvana. O trabalho consagrou a banda e, mais de 20 anos depois, continua sendo um dos discos mais influentes do cenário musical. Foi lançado no dia 12 agosto de 1991.
 
É reconhecido como um marco da ascensão do rock alternativo e do boom do Red Hot Chili Peppers. Trouxe grandes hits como “Under the Bridge” e “Give it Away”, mas é indiscutivelmente o álbum em que a banda reinventou a forma de tocar, influenciando boa parte de bandas new metal que surgiram. Foi lançado em 24 de setembro de 1991.
 
Este é um dos álbuns mais bem-sucedidos do U2, com cinco singles: “One”, “Mysterious Ways”, “The Fly”, “Even Better Than the Real Thing” e “Who’s Gonna Ride Your Wild Horses”. Mais de 20 anos depois, ainda soa forte, criativo e atual. Foi lançado em 19 de novembro de 1991.
 
 
*Conteúdo originalmente publicada no Almanaque Saraiva, edição 93 – Fevereiro de 2014.
Recomendamos para você