Bel Sanmax por Bel Sanmax Música 17.04.2019 17.04.2019

Entenda o fenômeno do gênero K-Pop, a música coreana febre no mundo

Quando se pensa na cena da música pop atual, imediatamente a relacionamos a artistas norte-americanos (Justin Bieber, Ariana Grande), ingleses (Dua Lipa, Ed Sheeran) ou latino americanos (Maluma, Shakira), e bem recentemente, Brasil, com Anitta. Mas há outra fonte cultural de pop que engrossa as listas e números de venda das gravadoras no mesmo gênero: o K-Pop.

O K-Pop (가요, kayo, em coreano), alcunha dada pelo ocidente sobre o movimento de música pop “made in Coreia” (a do Sul), obteve o reconhecimento da imensa (e ascendente) influência  fora de seu país natal por volta de 2017. Isso graças a um feito da banda BTS, cujo álbum entrou no top 10 dos mais vendidos da Billboard.

ENTENDA QUEM É QUEM NO REGGAETON, O ESTILO MUSICAL LATINO QUE BOMBA NAS PARADAS

Primeira banda de K-Pop a conseguir o feito, o BTS chamou a atenção dos fãs do gênero pop ao redor do mundo, e também da indústria musical norte-americana. No dia do lançamento do vídeo do single Idol, os coreanos “roubaram” o recorde de Taylor Swift (Look What You Made Me Do), quanto ao alcance do maior número de visualizações em 24 horas de um novo clipe. As cifras são impressionantes: 45 milhões.

Boom

Não que o K-Pop fosse antes desconhecido alem das fronteiras de seu país de origem, muito pelo contrário. O Brasil abriga um dos maiores contingentes de fãs do subgênero fora da Coreia do Sul, e consequentemente, é um dos destinos frequentes das turnês dos grupos expoentes do K-Pop.  

Os grupos BTS e Masc incluíram o País em suas turnês, em maio de 2019.  Os ingressos para a apresentação do BTS em São Paulo foram colocados à venda em março , e se esgotaram em duas horas, com filas de mais de vinte mil pessoas tentando adquirir um ingresso.

Halsey, um dos maiores nomes do POP do momento (leia o nosso perfil sobre a cantora aqui no blog da Saraiva), colaborou com os meninos do BTS em Boy with Luv, um hit instantâneo (clipe acima). 

Gangnam Style

O estilo e batida do pop sul-coreano ganharam o mundo de uma maneira ‘macro´ quando Psy e o hit Gangnam Style foram febre absoluta em 2012.

A dancinha e o estilo carismático de Psy, que tornou-se figurinha carimbada em todas as grandes premiações americanas, de MTV Music Awards aos Grammy, ajudaram a posicionar o vídeo de GS como o recordista de maior número de visualizações da história do YouTube, até 2017.

O K-Pop, como movimento e estilo cultural, no entanto, engloba mais elementos.

Cosmos

O movimento K-Pop engloba uma série de elementos: além das girl e boy bands, há artistas solo, como Psy, coreografias e influências de gêneros musicais como electropop, hip hop, rock e R&B.

Os grupos de meninos e meninas, que podem chegar a ter até 12 membros, no entanto, são o subgênero mais popular internacionalmente. Um exemplo é o fato de a Mattel, a fabricante das bonecas Barbie, ter lançado em 2019 uma linha especial de bonecos do grupo BTS, o nome mais bem-sucedido do gênero.

Fábrica de Hits

A girl band Blackpink

O processo para construir o “produto” e “máquina de fazer hits” perfeito no K-Pop não é segredo, e é árduo e demorado. Quando se trata de boy ou girl bands, a formação e desenvolvimento de estilo, tanto estético quanto musical, é completamente montado através de dados de mercado e potencial de vendas pelas gravadoras.

Os “Idols”, como são chamados os integrantes das bandas, são selecionados pelo potencial de encaixarem-se nos personagens que compõem o enredo escolhido para cada grupo: ultra feminina, girl power, romântica, com veia punk, hippie …Um bom exemplo para entender: cada uma das Spice Girls tinha uma persona feminina diferente (sexy, esportista, sofisticada, etc).

Korean Idol

Para concluir o processo e dar como estabelecido o produto final (um grupo coeso, com química entre os membros, com vozes que se complementam e carisma em conjunto), são anos de muito treino, aulas de dança e voz, testes de vestuário e visual, aulas de idiomas (eles cantam em outras línguas para agradar aos fãs) e conhecimento em geral.

E o fato deste ser o método usado, não diminui ou torna negativa a ideia por trás do K-Pop: os Idols são modelos aspiracionais para os jovens, e se comunicam com os fãs de maneira carinhosa, graças ao treinamento que recebem na preparação pré fama.

Entre os nomes mais conhecidos internacionalmente no gênero (são aproximadamente 300 grupos no mercado sul-coreano!), estão o já citado BTS, BlackPink, Momoland, Big Band, Super Junior, Girls’ Generation, Ikon e EXO.

Confira alguns videoclipes para entender e curtir o K-Pop.

Recomendamos para você