Saraiva Conteúdo por Saraiva Conteúdo Filmes e séries 11.06.2010 11.06.2010

Kick-Ass mistura Apatow e Tarantino

Judd Apatow encontra Quentin Tarantino. Assim poderíamos descrever Kick-AssQuebrando tudo, de Matthew Vaughn, que estreia na próxima sexta-feira. O humor nerd do diretor de Ligeiramente grávidos faz aí um bem-sucedido casamento com certo escracho e apelo à violência do criador de Kill Bill.

Claro que o filme conta também com o carisma e timing cômico do britânico Aaron Johnson, 19, ator revelação da nova geração. Com sotaque americano impecável, ele vive o adolescente Dave, um fã de quadrinhos que sonha em se tornar um super-herói – “”como todo garoto, segundo ele -, mas que reconhece que seu único superpoder é a invisibilidade… diante das garotas da escola.

Com um misto de “otimismo e ingenuidade”, como ele mesmo observa, Dave se torna Kick-Ass, um super-herói sem poderes ou treinamento, salvo algumas hilárias “coreografias” de luta que ensaia diante do espelho.

Kick-Ass quase não sai vivo de sua primeira missão, mas, graças a reviravoltas do destino, e aos 15 minutos de fama a que todos têm direito, torna-se um fenômeno midiático.

Dave acaba atraindo a atenção de bandidos e de uma dupla de heróis mais preparada – Hit-Girl (Chloe Moretz) e seu pai, Big Daddy (Nicolas Cage, ótimo no papel) – e um candidato a parceiro na sua luta contra o crime, Red Mist (Christopher Mintz-Plasse, o Fogell de Superbad – É hoje). Nem vale adiantar mais da sinopse do filme; trata-se de pura diversão sem culpa.

Mas vale ressaltar: hoje em dia, em que o universo nerd alcança o mainstream, seja em convenções gigantescas como a Comic Com ou em séries como a divertida The Big Bang Theory, Kick Ass também consegue se comunicar  com o grande público incorporando diversos códigos daquele universo.

As referências ao mundo dos quadrinhos, por exemplo, aparecem em letreiros. Há uma passagem realizada com desenho animado e outra, com elementos de videogames. A trama em si se refere ao universo adolescente, ao uso do MySpace, de câmeras de celular, do YouTube etc. Kick-Ass fala a língua “deles”.

O fim já dá deixa da continuação, Kick-Ass 2: Balls to the wall, prevista para ser lançada em 2012, novamente com Johnson e companhia no elenco. Como todo garoto, já estou na fila.

Veja abaixo um trailer legendado do longa:

Recomendamos para você