Saraiva Conteúdo por Saraiva Conteúdo Filmes e séries 21.02.2014 21.02.2014

Indicações surpreendentes do Oscar 2014

Por Fernanda Oliveira
 
Sabe aqueles atores que frequentemente estrelam produções escrachadas, comédias românticas e títulos adolescentes? É difícil imaginá-los como indicados e principalmente como vencedores de grandes premiações do cinema, certo? No entanto, o Oscar 2014 mostra que isso é possível, indicando astros com carreiras marcadas por filmes despretensiosos, mas que acabaram dando uma "virada" com trabalhos elogiados por crítica e público.
 
Matthew McConaughey, por exemplo, encaixa-se muito bem nesse perfil, já que protagonizou inúmeras comédias românticas, consolidando-se em Hollywood pela beleza e pela invejável forma física. Entretanto, o ator mudou o rumo de sua carreira – e isso não aconteceu agora, com o papel em Clube de Compras Dallas (2013) pelo qual foi indicado ao Oscar; afinal, o astro já vinha apostando em personagens mais densos.
 
"Se forem observados os projetos recentes que o ator escolheu, nota-se que ele tem feito sucessivos papéis interessantes em filmes como Killer Joe (2011) e Amor Bandido (2012). Mas por Clube de Compras Dallas 'ter mais cara de Oscar', a Academia [de Artes e Ciências Cinematográficas] optou por valorizar seu esforço", comenta Renato Henrique Dias Silveira, editor-chefe do site Cinema em Cena.
 
E completa afirmando que Matthew se deparou com um bom roteiro, em que o diretor acreditou nele. "Então, ele viu que tinha potencial para fazer papéis mais ambiciosos", ressalta Renato Henrique. Isso pode ter acontecido também com outros atores que possuem trajetórias similares.
 
Daniel Lima, editor do blog Pipoca na Vitrola, acredita que a indicação de Jared Leto por Clube de Compras Dallas pode ser considerada outra surpresa. Afinal, recentemente, ele estava se dedicando à música e já teve em seu currículo atuações bastante questionáveis, como no longa O Quarto do Pânico (2002).
 
"O próprio Jared Leto declarou que o período em que se dedicou à sua banda 30 Seconds to Mars o ajudou a aprimorar o seu lado ator. Mas acredito que a reviravolta [tanto dele quanto de Matthew] deu-se devido aos convites para papéis, e não apenas à vontade de mudar", destaca Daniel.
 
Em Clube de Compras Dallas, Jared Leto interpreta uma transexual portadora do vírus HIV
É impossível não exaltar a interpretação de ambos em Clube de Compras Dallas. "Primeiro, destaco a versatilidade e a ousadia de Jared. O 'bonitão' querido pelas mulheres ficou irreconhecível no papel de Rayon, transexual portadora de HIV. Gostei muito das expressões faciais que ele desenvolveu, incorporando a personagem com olhares fortes e uma interpretação emocionante e ao mesmo tempo marcante", descreve o editor do blog Pipoca na Vitrola.
 
Já sobre Matthew, ele diz: "O ator demonstra seu apogeu ao interpretar o eletricista Ron Woodroof. Também irreconhecível, mostra que é possível vencer preconceitos e lutar por causas humanas. O carisma transmitido pela união dos dois personagens [Rayon e Ron Woodroof] endossa mais ainda os motivos de terem sido indicados ao Oscar".
 
CONSOLIDANDO-SE EM PAPÉIS MAIS AMBICIOSOS
 
Bradley Cooper também pode entrar para a lista, já que o seu sucesso foi consolidado pelos três filmes da sequência de comédias "insanas" Se Beber Não Case (2009, 2011 e 2013). Ele já havia mostrado sua qualidade como ator em seu papel na produção O Lado Bom da Vida (2012), pelo qual foi indicado ao Oscar, e agora recebe nova indicação pelo seu trabalho em Trapaça (2013). Porém, desta vez, Renato Henrique acredita que a atuação de Bradley se destacou mais pelo carisma do que pelo talento.
 
Bradley Cooper recebeu sua segunda indicação ao Oscar por Trapaça
 
Atuando em comédias como Ligeiramente Grávidos (2007) e O Pior Trabalho do Mundo (2010), quem diria que Jonah Hill teria chances de vencer o Oscar? No entanto, ele já teve uma indicação por O Homem que Mudou o Jogo (2011) e, este ano, concorre novamente por O Lobo de Wall Street (2012). Para o editor-chefe do site Cinema em Cena, sua atuação está um pouco exagerada, mas ele acha que isso tem tudo a ver com o personagem.
 
Com essas indicações, ele observa que os atores geralmente associados a comédias estão de volta na edição deste ano do Oscar. "Pode ser que eles [membros da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas] tenham descoberto o 'mapa da mina'. Afinal, é o caso de Bradley Cooper e Jonah Hill, que já tinham sido indicados no ano passado".
 
Mas é possível que Matthew McConaughey, Jared Leto, Bradley Cooper e Jonah Hill levem a estatueta para a casa? "Matthew, com certeza, embora Leonardo DiCaprio seja uma 'ameaça'. Jonah tem alguma chance por ser sua segunda indicação, por ser um filme do Martin Scorsese e por ele chamar atenção. Mas minha aposta é em Jared, que ganhou tudo até agora na temporada", diz Renato Henrique.
 
Daniel também acredita que Jared tem grandes chances de vencer o Oscar na categoria Ator Coadjuvante. "Arrisco dizer que ele [talvez] seja uma das revelações não apenas neste filme [Clube de Compras Dallas], mas nos próximos que venha a atuar. Atores versáteis tendem a ter vida longa no cinema".
 
Jonah Hill com Leonardo DiCaprio em cena do filme O Lobo de Wall Street
 
Recomendamos para você