Saraiva Conteúdo por Saraiva Conteúdo Filmes e séries 17.07.2010 17.07.2010

Humor e química à prova de balas

Pode-se falar tudo de Tom Cruise: que é chato, politicamente correto demais, envolve-secom a polêmica Cientologia etc. Mas o ator de 48 anos não perde seu star power ecarisma. Prova disso é Encontro explosivo, que estreou ontem, sexta-feira.Cruise, que volta a dispensar dublês para boa parte das sequências de ação,demonstra também (novamente) seu bom timing para comédia. O resultado é irresistível.

Cruise é Roy Miller, um agente secreto do governo americanoencarregado de proteger o jovem inventor (Paul Dano) de uma bateria dealtíssima duração. A inteligência americana (CIA), no entanto, acredita queMiller virou a casaca e passa a persegui-lo. É aí que ele esbarra em JuneHavens (Cameron Diaz), uma inocente restauradora de carros. O vôo que elesdividem para Boston já diz a que o filme veio: ação frenética, com bempontuados alívios cômicos, protagonizados por Cruise e Diaz.

Impossível não rir de June pensando estar diante do homem deseus sonhos enquanto esse dispara tiros, salta carros e até mesmo droga suaparceira de fuga para que ela, em pânico ao se dar conta das enrascadas, nãoponha tudo a perder. Aliás, a tal história de drogar June rende, de longe, as maisengraçadas sequências do longa.

Ora com mais ou menos humor e violência, histórias sobre casaisimprováveis envolvidos em fugas e crimes não são novidade. Basta lembrar doclássico Bonny & Clide, do já antigo Assassinos por natureza, e o ainda porestrear Par perfeito, com Ashton Kutcher. Nas mãos de James Mangold (diretor deOs indomáveis e Garota, interrompida, entre outros), Cruise incorpora com excelênciaum tipo que varia entre o boa gente, o paranóico perigoso e o sedutor. E suaquímica com Cameron Diaz, com quem já havia contracenado em Vanilla Sky, nãopoderia estar melhor.

Veja abaixo o trailer:

Recomendamos para você