Ramiro Fajuri por Ramiro Fajuri Filmes e séries 21.08.2017 21.08.2017

Homem-Aranha: qual versão para o cinema é a melhor?

Homem-Aranha

Mesmo antes da estreia do furacão “Homem-Aranha: De Volta ao Lar”, que dominou as bilheterias no Brasil e nos Estados Unidos em sua semana de estreia, uma questão dividia os fãs. Decidir qual versão do herói adaptada para as telas é a melhor – ou a mais fiel aos quadrinhos.

Apesar da pergunta ser difícil de responder, é possível traçar diversos paralelos. Começando pela estreia do personagem na revista “Amazing Fantasy”,em agosto de 1962. Criado pelo roteirista Stan Lee e pelo desenhista Steve Ditko, Peter Parker era um estudante do ensino médio que, picado por uma aranha radioativa, ganhou os poderes que todo mundo conhece.

Um adolescente em constante descoberta

Em suas histórias, o público adolescente encontrava dilemas semelhantes aos seus, como o sentimento de inadequação e a rejeição por parte dos alunos mais populares do colégio – o que, de certa forma, dá força à interpretação de Holland no novo filme.
Mais adolescente que seus antecessores, a última versão cinematográfica do personagem é muito mais empolgada com as possibilidades abertas pelas habilidades adquiridas do que as anteriores – o que garante ao filme um frescor diferente dos anteriores.

O Homem-Aranha introvertido e o Homem-Aranha galã

Tobey Maguire estrelou os três primeiros filmes do personagem (“Homem-Aranha”, de 2002; “Homem-Aranha 2“, de 2004; e “Homem-Aranha 3“, de 2007). Ele trouxe às telas um Peter Parker mais introvertido e abalado pela morte do tio. Talvez a versão mais tipicamente loser das três, para quem tudo parece dar errado. Um traço que o diretor Sam Raimi aproveitou para criar situações hilárias.  Muitas com a participação do ator cult Bruce Campbell.

Seu sucessor, Andrew Garfield, despontou como o Peter Parker galã nos longas “O Espetacular Homem-Aranha“, de 2012, e “O Espetacular Homem-Aranha 2: A Ameaça de Electro“, de 2014. Apesar de inicialmente tímido, ele não custa a se soltar – e soltar as teias em cima da Gwen Stacy interpretada por Emma Stone.

Um herói para uma nova geração

Agora chegou a vez de Tom Holland dar vida ao herói em “Homem-Aranha: De Volta ao Lar” em sua versão “pirralho”. Exatamente como o Homem de Ferro o chamou em “Capitão América: Guerra Civil“, de 2016. Mais jovem ator a assumir o papel do super-herói, Holland tem apenas 21 anos. Maguire e Garfield estavam na casa dos 27 quando estrearam. O novo Homem-Aranha recupera a inocência do personagem, mas agrega gadgets que incomodaram alguns fãs mais puristas.

Mas afinal, quem é o melhor Homem-Aranha do cinema? A resposta, claro, depende do gosto do cliente. Para quem ainda tem dúvidas a solução é uma só: assistir aos filmes anteriores e, com tudo fresco na cabeça, deixar que o coração aponte um vencedor.

Recomendamos para você