Saraiva Conteúdo por Saraiva Conteúdo Filmes e séries 30.11.-0001 30.11.-0001

Homeland estreia no Brasil e traz Claire Danes em thriller psicológico

Por Andréia Silva
Claire Danes em Homeland
 
O que garante que uma série vai vingar? Boa audiência, elenco de peso, personagens complexos, reviravoltas na trama, reconhecimento em premiações? Então, se depender disso, Homeland veio para ficar.
Em sua primeira temporada, com 12 episódios, Homeland foi uma das séries de mais destaque da televisão americana em 2011 e recebeu dois Globos de Ouro na premiação deste ano, por melhor série dramática e melhor atriz para Claire Danes.
Aliás, a atriz é um dos pontos altos da série. Danes começou na TV – quem se lembra de Minha Vida de Cão – e hoje, aos 32 anos, já tem uma extensa carreira também no cinema, entre produções pop e outras mais alternativas. A série marcou seu retorno à telinha e conquistou nada menos do que 4,4 milhões de espectadores.
 
Neste thriller psicológico, Danes vive a agente da CIA Carrie Mathison. Bipolar, ela é especialista em reconhecer padrões de comportamento, o que às vezes a leva a enxergar terroristas em todas as pessoas.
Mathison recebe a informação de que um soldado americano se aliou à Al Qaeda e fica desconfiada quando um sargento da marinha americana, Nicholas Brody (Damian Lewis) é resgatado pelos americanos, após ter sido dado como morto e ficado oito anos como prisioneiro de guerra no Afeganistão. Para a agente, que vive no limite entre a precaução e a paranoia, Brody é o soldado que mudou de lado.
Curiosamente, os dois personagens vão passar por momentos parecidos na série. Provações, traições e pressão na hora de tomar algumas decisões.
 
Para não ficar só na síndrome de perseguição – não pense que você verá aquele patriotismo exagerado dos americanos, como em algumas séries do tipo –, o seriado mescla episódios tensos, com ameaças, aos problemas pessoais de cada um dos personagens, conflitos amorosos e de relacionamento no trabalho.

O elenco ainda conta com os experientes Mandy Patinkin (Criminal Minds, Boston Public e Lei e Ordem), David Harewood, com uma longa carreira em seriados e filmes para TV, e a brasileira Morena Baccarin, que vive Jessica Brody.

A brasileira é conhecida do público americano pela atuação na série de televisão Firefly e participações em outras como The O.C., Medium, The Mentalist, entre outras, e também no filme Serenity, de 2005.
 
A série é muito comparada com 24 Horas, que trazia o agente Jack Bauer enfrentando ameaças e perigos para defender seu país. Há quem diga que Homeland veio preencher a lacuna deixada pelo fim da anterior.
A comparação faz sentido se considerarmos que, além do assunto (a guerra contra o terror), Homeland tem outra coisa em comum com 24 Horas: é produzida por Howard Gordon e Alex Gansa, mesma dupla de produtores da série de Jack Bauer.

A relação entre o seriado e o público brasileiro já vai poder ser comprovada no próximo sábado, dia 4, às 22h, quando Homeland estreia no canal FX. As gravações para a segunda temporada começam agora em março.

Para quem já estiver curioso, assista a um trecho do primeiro episódio:
 
 
 
 
Recomendamos para você