Saraiva Conteúdo por Saraiva Conteúdo Livros 11.03.2013 11.03.2013

Guia da série ‘House of Night’: vampirismo, mitologia e religião

Por Maria Fernanda Moraes
 
Se você achava que o assunto “vampiros” já estava esgotado depois de mais de 115 anos da publicação de Drácula, de Bram Stoker, a série House of Night está aí para provar o contrário. Escrita por P. C. Cast e Kristin Cast (mãe e filha, respectivamente), a série chega ao 10º volume – Escondida – e ainda promete mais dois livros até 2015: Revelada e Resgatada.
 
Conversamos com os fãs de House of Night para descobrir o segredo desse sucesso. Aproveitamos para montar um guia para aqueles que ainda vão se aventurar pelo universo vampiresco de Tulsa e relembramos as passagens principais dos nove volumes anteriores.
 
O primeiro aviso dos fãs foi unânime: esqueça aquela imagem clássica das histórias fantásticas de vampiro. No enredo, vampiros e humanos convivem pacificamente. “Os livros têm uma mistura de magia, religião, folclore, mitologia de diferentes tradições e universo pop que foram abordados de maneira bem particular”, contou Lucas Souza, do blog Descobrindo Livros.
 
Acompanhe os pontos altos de cada livro sob a visão dos fãs e blogueiros:
 
Livro 1: Marcada
Carla Cristina Ferreira, do blog Só Sobre Livros:  “O interessante desse livro é que ele nos traz novas concepções sobre vampirismo e suas origens, como a carimbagem (vínculo entre um humano e um vampiro através do sangue) e o ritual de adoração à deusa no qual se representa um círculo e, dentro dele, [as pessoas] reverenciam os cinco elementos: terra, ar, água, fogo e espírito.
 
Marcada
 
Nesse mundo não é preciso ser mordido para se tornar um ser da noite, basta você ser ‘marcado’, ainda na adolescência, com a marca da deusa Nyx (uma lua crescente vazada) na testa.
 
Conhecemos a protagonista Zoey (ou Z), que é marcada e passa a viver na Morada da Noite, uma escola especial para vampiros ‘em treinamento’ que ainda passarão pela transformação: quando a marca da lua for preenchida.”
 
Livro 2 – Traída
Lucas Souza, do blog Descobrindo Livros: 
“Como o título já diz, Zoey tem sua confiança traída. O legal é que esse inimigo conquistou a maioria dos leitores da série. Se a ideia inicial era fazer com que o odiássemos, falhou. Este volume é um dos poucos que trazem um lado mais emocional dos personagens, algo que mexe com quem lê.” 
 
Traída
 
Livro 3 – Escolhida
Djenifer Dias, do blog Clube do Livro:
“Neste volume aparecem novos personagens, uma espécie de ‘mortos-vivos’. Outra peculiaridade da história é o fato de que as escritoras ligam os vampiros com religiosidade. Eles tinham sua própria Deusa a quem adorar e pedir proteção.”
 
Escolhida
 
Lucas: “A personagem que poderia ser a mais odiada da série se tornou unânime entre os leitores: Aphrodite. Ela é cética e sensata ao mesmo tempo, e suas opiniões muitas vezes são a salvação de Zoey e seus amigos. É impossível não cair de amores por ela.”
 
Livro 4 – Indomada
Lucas: “Novas criaturas são apresentadas, além de um novo personagem, Stark. Agora o coração de Zoey está dividido entre dois humanos e um vampiro. Personagens que pensávamos que estariam mortos acabam retornando para uma batalha em que o mal parece ter ganhado, por ora.”
 
Indomada
 
Carla: “Aqui, Aphrodite passa a ter visões de uma antiga lenda Cherokee sobre um anjo caído chamado Kalona, e é com o surgimento desse personagem que a trama começa a ficar mais interessante a cada página.”
 
Livro 5 – Caçada
Carla:
“O mais interessante neste livro foi a comparação da deusa Nyx à Virgem Maria, uma prova de que não importa a religião, pois esta é apenas uma manifestação diferente da fé que cada um possui naquilo que acredita.”
 
Caçada
 
Livro 6 – Tentada
Carla:
“O final de Tentada, tenho que dar o braço a torcer, é surpreendente! Tudo consequência das confusas relações de Zoey: sai Erik, entra Kalona; sai Heath, entra Stark. Afinal, não dá pra escolher um?”
 
Tentada
 
Lucas: “A partir daqui, os livros passam a ter vários focos narrativos, e cada personagem tem um capítulo exclusivo, o que leva o leitor a experimentar novas sensações e pontos de vista.”
 
Livro 7 – Queimada
Juliana Gonçalves de Souza, do blog Delírios Lúcidos:
“Durante todo o livro, Stevie Rae e Stark são os personagens mais presentes, Zoey está distante em todos os sentidos. Mas é muito legal essa maneira de as autoras de mostrarem a importância das pessoas que estão ao nosso redor. Eles precisavam da Z, mas foi o amor que os moveu.”
 
Queimada
 
Lucas: “A personagem Stevie Rae cria fortes vínculos com um Raven Mocker, uma criatura metade homem, metade pássaro. É adorável ver como uma criatura sem coração pode se apaixonar por uma humana.” 
 
Livro 8 – Despertada
Carla:
“Stevie Rae, a amiga de Zoey, rouba a cena, pois toda a parte centrada em Z é um pouco enfadonha (fala sobre sua preparação para ser – quem sabe – rainha).”
 
Despertada
 
Juliana: “Não consigo falar de Despertada sem sentir aquela pontada de dor. Como Neferet foi capaz da matar Jack? Nunca senti tanto a morte de um personagem, acho que nem Stevie Rae me deixou tão triste.”
 
Livro 9 – Destinada
Carla:
“Mais um personagem surge, Aurox, que é uma criatura invocada das Trevas por Neferet para destruir Z.”
 
Destinada
 
Juliana: “A parte que me deixou mais ligada na história foi a chegada de Travis, um humano sedutor que trabalha nos estábulos com Lenobia. Um novo momento se inicia neste livro. E com ele, uma guerra que está longe de acabar.”
 
SPOILER
 
Livro 10 – Escondida
Izabela Fernandes, do blog Livros: Ontem, Hoje e Sempre: “Para mim, foi o melhor livro da série até agora! As distribuições dos capítulos foram muito felizes, com narrações diferentes, o que foi essencial para a progressão da história. Escondida começa um pouco antes de onde Destinada acabou. Para ser mais clara, inicia com diferentes pontos de vista de como Aurox foi forçado a agir pelas Trevas e as consequências do sacrifício que foi necessário para isso. A pedra da vidência também está de volta, ‘causando’ com a cabeça da Zoey.”
 
Escondida
 
Juliana: “A história dá seguimento à reviravolta tão esperada por todos nós: a verdadeira face de Neferet é revelada ao conselho e Kalona assume seu papel de guerreiro, protegendo a Morada da Noite. Este livro é um marco importante na história, tem tudo para ser um dos melhores volumes da série. Que venham os próximos!"
 
 
 
Recomendamos para você