Saraiva Conteúdo por Saraiva Conteúdo Filmes e séries 15.03.2012 15.03.2012

Golpes nas telas: os lutadores na sétima arte

Por Thaís Ferreira
Os óculos e a voz fina e suave escondem um lutador. Ele é quase um herói mascarado, que só expõe sua força na hora do combate.
 
O brasileiro Anderson Silva é o atual detentor do cinturão da categoria peso médio do UFC (Ultimate Fighting Championship). Ele não é a imagem típica de um homem valentão que golpeia os adversários, mas Aranha, como também é conhecido, conseguiu conquistar o público e a mídia. E, agora, invade as telonas.
Recentemente estreiou nos cinemas o documentário Anderson Silva: Como Água, com direção de Pablo Croce. O filme é o registro da preparação do atleta para enfrentar o americano Chael Sonnen.
 
Entre muito treino e suor, o Aranha e sua equipe têm que lidar com as provocações do adversário e a pressão para defender o título.
Outro brasileiro, também vencedor nos octógonos, virou filme. José Aldo, atual campeão da categoria peso-pena do UFC, terá sua história de vida contada em longa-metragem. Os papéis já foram divididos, o manauara e sua esposa serão interpretados por Malvino Salvador e Fernanda Paes Leme.
O Público
Filmes que contam histórias de lutadores não são novidades na sétima arte. Para o crítico de cinema Marcelo Forlani, isso tem uma explicação: “O público gosta de histórias de superação, e os cineastas precisam atrair as pessoas aos cinemas. Isso vale não só para os filmes de luta, mas também para os de esportes de uma forma geral”.
 
Nos últimos anos, figuraram nos prêmios do Oscar várias produções sobre o tema. Em 2011, O Vencedor narrou a história verídica dos pugilistas Dicky Eklund (Christian Bale), que após uma bem-sucedida carreira se torna usuário de drogas, e do seu meio-irmão Micky Ward (Mark Wahlberg), boxeador em ascensão. A película foi premiada com as estatuetas de melhor atriz e ator coadjuvantes para Melissa Leo e Christian Bale.
 
Entre os mais aclamados está Menina de Ouro, longa baseado na obra literária de F.X. Toole, pseudônimo do treinador de boxe Jerry Boyd.
 
A adaptação cinematográfica teve atuação e direção de Clint Eastwood. A história da pugilista Maggie Fitzgerald (Hilary Swank) levou cinco prêmios Oscar, incluindo melhor filme.
 
“O mais icônico para mim ainda é Rocky”, comenta Forlani. Com uma trilha sonora marcante e cenas memoráveis, Rocky: Um lutador se transformou em um clássico no tema. 
Menina de Ouro
 
O protagonista, interpretado por Sylvester Stallone, é o capanga de um agiota que ganha a oportunidade de disputar o título dos pesos-pesados. Vencedor dos prêmios de melhor filme, direção e edição no Oscar de 1977. A película teve cinco sequências, sendo a mais recente Rocky Balboa, em 2006.
 
Outras produções não foram agraciadas pela academia, mas merecem ser lembradas.
Hurricane: O Furacão, por exemplo, fala sobre a prisão do boxista afro-americano Rubin Carter (Denzel Washington), acusado injustamente de triplo homicídio.
 
A versão cinematográfica foi inspirada no livro The Sixteenth Round: From Number 1 Contender To #45472,  escrito pelo próprio atleta. Outras obras foram geradas a partir desse caso, inclusive a música “Hurricane”, de Bob Dylan.
 
O ator e ex-boxeador Mickey Rourke usou todas as suas habilidades no esporte e nas telas para interpretar Randy 'The Ram' Robinson.
 
Esse é o personagem principal de O Lutador, que retrata a história de um veterano e decadente atleta. O esforço valeu uma indicação à estatueta de melhor ator.
Em meio à grande depressão americana, A Luta pela Esperança narra a história de Jim J. Braddock (Russell Crowe): o pugilista que ganha uma segunda chance no esporte, após passar sérios problemas financeiros com a sua mulher (Renée Zellweger) e seus três filhos.
O Lutador
 
Saindo dos ringues e entrando nos tatames, uma geração inteira foi influenciada pelo filme Karatê Kid. No longa de 1984, os ensinamentos do Sr. Miyagi (Pat Morita) mostravam a Daniel Sam (Ralph George Macchio) preciosas lições de vida através da arte marcial. O sucesso gerou várias sequências, a última delas estrelada por Jackie Chan. 
Entre os últimos lançamentos, a indicação do crítico de cinema é “Gigantes de Aço, que mostra a história de um ex-pugilista que dá a volta por cima com a ajuda de um robô e seu filho”.
 
Recomendamos para você