Saraiva Conteúdo por Saraiva Conteúdo Filmes e séries 10.02.2011 10.02.2011

Glee volta nos EUA com o ‘clássico’ “”Thriller””, de Michael Jackson

A Fox Brasil retomou ontem, quarta-feira, a segundatemporada de Glee no país. NosEstados Unidos, no entanto, a série voltou ao ar já bem adiantada, no últimodomingo, com o episódio 11 – The SueSylvester Shuffle.  Na pele datreinadora das cheerleaders, Jane Lynch quase roubou a cena de todo episódio, nãofossem dois números musicais ótimos: Blaine e Kurt (Darren Criss e ChrisColfer) cantando, com outros colegas da Dalton Academy, a música “”Bills, bills, bills””, do Destiny’s Child(Criss é quem mais brilha); e “”Thriller””,o clássico de Michael Jackson, que praticamente fecha com chave de ouro oepisódio, mostrando os gleeclubbers jogadores do time da escola fantasiados emaquiados como zumbis. 

O episódio começa com as cheerios apresentando uma novacoreografia ao som de “”California Gurls””, de Katy Perry. Pra variar, Sue achatudo chato e sai em busca de uma ideia que possa garantir seu campeonatoconsecutivo pela enésima vez.  Seu plano:usar uma de suas meninas num daqueles canhões humanos de circo.

A treinadora acaba sendo proibida pelo diretor de fazer oespetáculo circense e tem uma explosão de raiva digna de Gleen Close em certosdramas dos anos 1980. É hilário vê-la destruir tudo que vê pela frente, diantedos espantados Sr. Shue (Matthew Morrison) e Beiste (Dot-Marie Jones).

Após seu acesso, Sue cria problemas para o Glee Club e otime de futebol da escola. Que Mr. Shue, Finn (Cory Monteith) e companhiaacabam resolvendo com boa música. O episódio tem ainda o homofóbico Karofsky(Max Adler) fazendo sua “estreia” no clube. E Finn aparentemente retomandocerto romance do passado. Ótimo retorno de segunda temporada, no fim das contas.Agora é esperar chegar por aqui.

Recomendamos para você