Saraiva Conteúdo por Saraiva Conteúdo Games 31.01.2012 31.01.2012

Final Fantasy VII: 15 anos e ainda dando frutos

Por Míriam Castro
O vilão Sephiroth, o mais popular entre todos os antagonistas da série Final Fantasy
AVALANCHE. O grupo de resistência contra a megacorporação Shinra é responsável pela missão de abertura de Final Fantasy VII.
 
Primeiro jogo pertencente à franquia da Square a usar gráficos 3D, esse Final Fantasy também foi o responsável pela avalanche de popularização dos RPGs japoneses na América do Norte e, consequentemente, no mundo todo.
 
Lançada em 31 de janeiro de 1997, a aventura de Cloud, Tifa, Aerith, Barrett, Cid, Yuffie, Red XIII e Vincent completa 15 anos esta semana.
Cloud Strife, o protagonista, é um ex-membro da unidade paramilitar SOLDIER, mantida pela Shinra Electric Power Company.
 
A empresa exerce domínio quase total sobre o mundo do jogo, sem hesitar em recorrer a meios violentos para assegurar o controle.
 
O grupo rebelde AVALANCHE surge para evitar que os executivos de Shinra suguem a vida do planeta para transformá-la em energia.
 
Cloud, Final Fantasy Advent Children
Crédito: Square_Enix
 
Após se unir aos rebeldes, o protagonista de cabelo espetado acaba conhecendo Aerith, uma vendedora de flores que está sendo perseguida pelos soldados da corporação.
Ao descobrir os planos de Shinra em relação ao planeta, o que começou como uma luta contra o sistema se transforma em uma trama mais complexa.
 
Manipulação genética, alucinações, monstros gigantes e incêndios são palavras que lembram o vilão Sephiroth, o mais popular entre todos os antagonistas da série Final Fantasy.
 
Final Fantasy VII
Crédito: SquareEnix
Originalmente planejado para o Super Nintendo e, depois, para o Nintendo 64, Final Fantasy VII acabou lançado exclusivamente para o PlayStation, já que os cartuchos da Nintendo não eram suficientes para a quantidade de dados necessária para o jogo.
 
Mesmo no console da Sony, FFVII exigia três CDs para armazenar todo o seu conteúdo.
O sucesso foi estrondoso: mais de 10 milhões de cópias foram vendidas até hoje. Isso resultou em uma grande quantidade de títulos spin-off.
 
O mais famoso deles é o filme Final Fantasy VII Advent Children, lançado em 2005. A história se passa dois anos depois do final do jogo de PlayStation.
 
Várias pessoas das redondezas, inclusive Cloud, estão com uma nova doença chamada geostigma.
 
Enquanto isso, as crianças afetadas são sequestradas por um trio de homens misteriosos – cabe à antiga equipe de Cloud se reunir e impedir que isso aconteça.
Produzido em gráficos de computador, Advent Children foi dirigido pelo japonês Tetsuya Nomura e teve a música elaborada por Nobuo Uematsu, compositor já consagrado por seu trabalho em Final Fantasy VII e em outros games da série Final Fantasy.
 
"One-Winged Angel", música-tema de Sephiroth, volta a aparecer no longa-metragem.
Before Crisis: Final Fantasy VII é um RPG de ação que se passa antes dos acontecimentos de FFVII.
 
No jogo, produzido para celular em 2004, os protagonistas são os Turks, grupo de agentes que executam serviços de espionagem e sequestros para a companhia Shinra.
 
Durante o jogo, os Turks têm que enfrentar membros de AVALANCHE para assegurar o poder da megacorporação sobre o mundo.
O personagem Vincent Valentine, que é totalmente opcional em FFVII, ganhou seu próprio game em Dirge of Cerberus: Final Fantasy VII.
 
Lançado em 2007 para PlayStation 2, o game é o primeiro Final Fantasy de tiro em terceira pessoa. A história se passa três anos depois da original.
 
Uma versão para celular, chamada Dirge of Cerberus Lost Episode: Final Fantasy VII, foi lançada em 2006.
 
Dirge of Cerberus
Crédito: Square Enix
Crisis Core: Final Fantasy VII tem como protagonista Zack Fair, que foi companheiro de Cloud Strife na SOLDIER, uma organização paramilitar associada à Shinra, sete anos antes do enredo principal.
 
Lançado em 2007 para o PSP, o jogo esclarece acontecimentos essenciais para a compreensão da história de Final Fantasy VII, já que trata do passado de Cloud e do vilão Sephiroth.
 
Zack Crisis Core
Crédito: Square Enix
 
Esse passado também é retratado em Last Order: Final Fantasy VII, um desenho animado japonês de 25 minutos.
 
Produzido pela japonesa Madhouse em parceria com a Square-Enix, a animação lançada em 2005 fez parte de algumas edições especiais de Final Fantasy VII Advent Children em DVD. Os personagens mais contemplados são Zack, Cloud, Sephiroth e Tifa Lockhart.
Ao anunciar o PlayStation 3 durante a feira de eletrônicos E3, em 2005, a Sony exibiu um remake da tela de abertura do jogo original em alta qualidade.
 
Isso causou especulação quanto a uma possível nova versão de Final Fantasy VII. No entanto, a Square-Enix se pronunciou, dizendo que não tinha anunciado nenhum tipo de remake em alta qualidade – a cena exibida na E3 foi apenas para demonstrar a capacidade gráfica do novo PlayStation.
 
Apesar disso, Motomu Moriyama, diretor de produção de Final Fantasy XIII, disse que gostaria de elaborar a versão melhorada, se tivesse o número de pessoas necessário para o projeto.
 
É possível que o RPG, mesmo com 15 anos de idade, continue inspirando outras produções.
 
Recomendamos para você