Saraiva Conteúdo por Saraiva Conteúdo Filmes e séries 30.11.-0001 30.11.-0001

Fantasia adolescente: a solução para os órfãos de Harry Potter e Crepúsculo

Por Míriam Castro
 
Harry Potter e as Relíquias da Morte: Parte 2 estreou no Brasil em julho do ano passado, representando o fim dos dez anos da série de filmes feita a partir dos livros da inglesa J. K. Rowling.
 
Quando começou a escrevê-los, a autora teve seu trabalho rejeitado por doze editoras, até que finalmente foi aceita pela Bloomsbury.
 
Desde então, foram vendidos 450 milhões de exemplares – em 67 idiomas – das aventuras do bruxinho. As oito adaptações cinematográficas arrecadaram 7,7 bilhões de dólares em bilheteria.
 
A saga Crepúsculo também teve popularização rápida. Os quatro livros da série com temática vampiresca da norte-americana Stephenie Meyer foram publicados entre 2005 e 2008, ano em que o amor entre a humana Bella Swan e o vampiro Edward Cullen também foi para as telonas. Desde então, é lançado um filme por ano. A conclusão, Amanhecer: Parte 2, estreia em 16 de novembro.
 
Sem Harry Potter e com o fim de Crepúsculo se aproximando, é difícil prever se haverá uma nova série de sucesso nas telonas.
 
O crítico de cinema Roberto Cunha, do site Adoro Cinema, não acha que os fãs vão ficar órfãos por muito tempo: “Não descarto a possibilidade de que, daqui a uns anos, a J. K. Rowling se canse de curtir os milhões de dólares e volte a fazer algo para os leitores”, diz. “Se isso não acontecer, é por medo de não acertar novamente”.
 
Por mais que também agradem a alguns adultos, essas franquias são abraçadas mesmo pelo público adolescente. “Os jovens são figuras mais complicadas de entender. Ora amam uma coisa, ora odeiam”, diz Cunha. “Desta forma, produzir algo para eles será sempre um grande desafio”.
 
Talvez essa tenha sido a razão de alguns filmes não conseguirem pegar carona no sucesso das séries acima.
 
As Crônicas de Nárnia, por exemplo, é uma série de livros escrita na década de 1950 pelo irlandês C.S. Lewis. A primeira adaptação, As Crônicas de Nárnia: O Leão, a Feiticeira e o Guarda-Roupa, foi lançada em 2005, quatro anos depois de o primeiro Harry Potter estrear nas salas de cinema.
 
A Viagem do Peregrino da Alvorada, o terceiro filme, não teve boa recepção crítica e não há previsão de gravações para uma quarta edição. Para Cunha, o material é muito infantil.
 
Chris Columbus, diretor dos dois primeiros Harry Potter, também é o responsável por Percy Jackson e o Ladrão de Raios, baseado na série Percy Jackson e os Olimpianos, de Rick Riordan.
 
Percy, um garoto de 12 anos, descobre que é filho do deus grego Posêidon e deve morar em um refúgio para semideuses. A produção, que estreou em 2010, foi muito comparada aos primeiros filmes inspirados por J. K. Rowling.
 
Uma sequência, Mar de Monstros, estreia em 2013 e, para Roberto Cunha, promete: “A mitologia é um componente de forte atração. Além disso, o ator [Logan Lerman, que interpreta Percy] convence no papel principal e mostra ter futuro na carreira”.
 
Indicado ao Oscar de Melhor Animação no ano passado, o filme Como Treinar seu Dragão é baseado em nove livros da norte-americana Cressilda Cowell.
 
Soluço, personagem principal, é um adolescente que vive em um povoado viking rodeado por dragões. Uma sequência cinematográfica já foi anunciada pela DreamWorks para junho de 2014 e há planos de fazer da série uma trilogia.
 
Em dezembro de 2012, os fãs de filmes de aventura baseados em literatura fantástica ficarão felizes com o lançamento de O Hobbit: Uma Jornada Inesperada (imagem ao lado), primeiro longa dedicado ao livro que precedeu a trilogia O Senhor dos Anéis.
 
Bilbo, tio de Frodo, viaja com anões para uma aventura totalmente incomum na vida dos hobbits, seres que preferem uma vida tranquila em suas casas.
 
Na onda de Crepúsculo, a norte-americana P. C. Cast escreve junto com a filha, Kristin Cast, a série House of Night, que já está com nove livros.
 
 
O décimo, Hidden, ainda está em produção. Zoey Redbird, a protagonista, é uma garota de 16 anos que descobre que, graças a uma mutação genética, vai se transformar em vampira. 
Então, precisa visitar uma espécie de escola, onde conhece outros adolescentes da espécie. Em novembro do ano passado, os direitos da obra para o cinema foram comprados pela Davis Films, produtora do marroquino Samuel Hadida.
 
O Summit Entertainment, mesmo estúdio responsável pela saga Crepúsculo, planeja lançar em agosto de 2012 a versão cinematográfica de Sangue Quente, romance escrito pelo norte-americano Isaac Marion.
 
No livro, um zumbi chamado R. vivencia as memórias dos humanos cujos cérebros devora.
Quando ataca um jovem adolescente e percebe o amor que este tinha por uma garota chamada Julie, decide protegê-la.
 
Para viver o romântico zumbi, foi escolhido o ator Nicholas Hoult, o Tony da série britânica Skins.
 
Enquanto isso, a norte-americana Becca Fitzpatrick anunciou que, apesar dos pedidos de fãs, ainda não vendeu a história da série Sussurro para as telas.
 
Nos livros, Nora Grey começa a se envolver com Patch, um garoto de sua escola. Depois, a adolescente descobre que ele na verdade é um anjo caído do céu.
 
O quarto e último livro, chamado Finale, está previsto para o segundo semestre de 2012. No Brasil, a editora Intrínseca já lançou Silêncio (terceiro volume).
 
Também apontado como um possível substituto, Jogos Vorazes estreia mundialmente em 23 de março.
 
A autora da trilogia de mesmo nome, Suzanne Collins, criou um novo país, chamado Panem, onde costumava existir a América do Norte.
 
Cada distrito desse país deve indicar anualmente dois jovens – chamados de “tributos” – para competir em uma batalha pela sobrevivência.
 
Katniss, uma jovem que se candidatou para substituir a irmã no torneio, tem que se dividir entre seus sentimentos por Peeta, o outro tributo de seu distrito, e a vontade de vencer os Jogos Vorazes, ou seja, ser a única pessoa viva no final.
 
 
Recomendamos para você