Saraiva Conteúdo por Saraiva Conteúdo Livros 15.08.2010 15.08.2010

FALA SÉRIO, THALITA!

A escritora Thalita Rebouças atraiu seu público – os adolescentes – para assistirao painel ‘Fala Sério, Thalita!” no Salão de Ideias da Bienal Internacional doLivro de São Paulo, neste domingo, 15 de agosto. Thalita relembrou o início de suacarreira, quando  ainda ‘peregrinava’ pelaseditoras pequenas na expectativa de um contrato de publicação.  

“Levei meu livro para um editor quedisse que não podia me publicar naquele ano. E, talvez, não pudesseme publicar no próximo ano… Chorei muito aquele dia. Até que meu marido falou que eudeveria tentar uma grande editora. Seis meses depois a Rocco me ligou dizendoque tinha interesse em publicar meus livros”, diz a autora que já pensou em teroutra profissão como “dona de boate, dona de shopping (não é dona de loja) ejornalista que fala no microfone”.

Ao lado do jornalista Manuel CostaPinto, curador da programação, Thalita Rebouças falou sobre seus novos projetos, como o trabalhode repórter no Vídeo Show e no Esporte Espetacular, da TV Globo, eadaptação cinematrográfica do seu livro Uma Fada veio me visitar, produzida pela Globo Filmes, com previsão de estreia em 2012.

“Estou muito feliz com a adpatçãoda Fada para os cinemas. Mas o livroé sempre melhor, né? Gente, comprem o livro… Encontrei com o Ziraldo e eledisse que me odeia porque a minha fila é maior que a dele”

O 11º livro de Thalita, Ele disse, Ela disse será lançado emoutubro deste ano. Além disso, a autora, que sempre desejou ser ‘fazedora delivros’, está envolvida com publicação de seus livros em Portugal.

“Faço a aprovação da publicaçãodo livro em Portugal e me divirto com as diferenças no idioma. Por exemplo, o  livro FalaSério, Mãe! é Que Cena, Mãe! Ou ocara não é chamado de ‘gato’. O cara é ‘giro’!”, explica Thalita, que sonha com apublicação em outros países.

Quando a plateia perguntou sobre seusonho de vida, Thalita Rebouças respondeu: “Pode parecer ingênuo, mas sonho queo preço do livro fique mais barato. Assim mais adolescentes podem ler meuslivros. Não custa sonhar, né?”

> Assista à entrevista exclusiva com Thalita Rebouças aoSaraivaConteúdo

Recomendamos para você