Saraiva Conteúdo por Saraiva Conteúdo Filmes e séries 28.09.2009 28.09.2009

Estréia de Esmir Filho em longa é grata surpresa na Première Brasil

Diretor do curta cult “”Tapa na pantera””, Esmir Filho exibiu na noite de domingo, no Odeon, seu primeiro longa-metragem. Com direção segura de veterano e viço de estreante talentoso, Esmir deu de presente ao público um filme narrativo, mas de grande delicadeza poética. Coprodução Brasil/França, “”Os famosos e os duendes da morte””, baseado em livro homônimo do escritor Ismael Caneppele, tem bem cuidada direção de atores (com destaque para o ator principal Henrique Larré), uma bela fotografia e personagens bem construídos. 

Há qualquer coisa de Gus van Sant na história do adolescente de 16 anos que vive numa cidade gaúcha do interior, ligado ao mundo pela internet, e cujo sonho de fuga da vida pacata e medíocre dali é espelhada em seu desejo de ver um show de Bob Dylan. Com o desenrolar do longa aprendemos mais da vida do jovem, dividido entre seu sonho e o esmorecimento diante da monotonia da cidade, algo que certamente afetou vitalmente outros moradores, inclusive seu pai. Selecionado para a mostra competitiva do último Festival de Locarno, trata-se de um filme imperdível, com grande chances de sair do Rio com prêmios. Ao apresentar seu filme, Esmir disse que queria “”mostrar um pedaço do Brasil frio”” – a história se passa numa cidade de colonos alemães no interior do Rio Grande do Sul. Acabou cometendo um filme que mostra não só a universalidade da crise de “”pertença”” do adolescente, mas de todos nós. Veja uma breve entrevista com Esmir em Locarno e relembre “”Tapa na pantera””. Abaixo, um teaser do longa-metragem e os outros horários do filme no Festival do Rio. (Por Eduardo Simões)

Première Brasil em competição – longa ficção –
(LEI ) – 16 anos
TER (29/9) 15:50 Est Vivo Gávea 3 [GV322]
TER (29/9) 22:20 Est Vivo Gávea 3 [GV325]
Recomendamos para você