Saraiva Conteúdo por Saraiva Conteúdo Filmes e séries 31.08.2012 31.08.2012

Entre risadas e lágrimas: as comédias dramáticas de Steve Carell

Por Edu Fernandes
 
O apocalipse é tema de diversos filmes, que exploram o caos da situação por diferentes pontos de vista. Procura-se um Amigo para o Fim do Mundo começa com um viés cômico, com piadas acerca dos extremos permitidos pelos desespero dos personagens. Mais para o final, quando a história se foca nos personagens principais, o longa ganha um teor dramático forte. A produção estreia no Brasil no dia 31 de agosto.
 
Essa mistura de risos e lágrimas é parte importante da carreira de Steve Carell. Seu papel no longa difere das demais pessoas, todas interessadas em viver intensamente antes que um asteroide colida contra a Terra em poucas semanas. Ele continua a ir ao trabalho e está avesso ao caos que se instalou. A parcela emotiva se dá na relação dele com sua vizinha (Keira Knightley, de Apenas uma Noite), uma inglesa que quer arrumar uma forma de voltar para casa e ver os familiares antes que o mundo acabe.
 
A cena da depilação em 'O Virgem de 40 Anos' foi feita em apenas uma tomada
 
O subgênero parece trazer boa sorte para Carell, que só ficou realmente famoso depois de O Virgem de 40 Anos (2005), uma comédia com carga dramática acima da média. Antes disso, fez várias participações em programas televisivos e papéis pequenos em filmes. O anonimato do ator era tanto que duas produções nas quais trabalhou estrearam exatamente no mesmo dia, em 2004: O Âncora e Dormindo Fora de Casa.
 
Depois de ser corroteirista e ator principal em O Virgem de 40 Anos, Carell virou figura recorrente em comédias, com mais ou menos cenas dramáticas. Se, com o solteirão atrapalhado, Carell chegou ao estrelato, com Pequena Miss Sunshine (2006) conquistou o respeito pelo seu talento.
 
Em 'Pequena Miss Sunshine', Carell adotou o visual barbudo
 
No filme independente, Steve interpreta um suicida que é obrigado a acompanhar sua família desajustada em uma viagem a bordo da icônica van amarela. O roteiro premiado com o Oscar consegue misturar situações cômicas absurdas com conflitos dramáticos intensos. O longa faz uma forte crítica à sociedade norte-americana.
 
Juliette Binoche é o par romântico de Steve Carell em 'Eu, Meu Irmão e Nossa Namorada'
 
Em seguida, Carell encara uma comédia dramática com foco no romance. Ele vive um viúvo desiludido com o amor em Eu, Meu Irmão e Nossa Namorada (2007). A opinião de Dan sobre o assunto muda ao conhecer Marie (Juliette Binoche, de Cópia Fiel). O amor entre os dois personagens tem um grande obstáculo a superar: Marie é a namorada de Mitch (Dane Cook, de Instinto Secreto), o bruto irmão de Dan.
 
A receita do filme já tinha funcionado em outra comédia dramática. Tudo em Família (2005) também explora uma disputa amorosa entre irmãos, e os valores familiares são colocados à prova. Ambas as produções têm roteiros com narrativa previsível, mas com bons momentos emotivos.
 
O personagem de Ryan Gosling dá conselhos a Steve Carell em um bar
 
Steve volta a mostrar seu lado romântico em Amor a Toda Prova (2011). Desta vez, ele é um homem divorciado que precisa voltar ao jogo da conquista. Para isso, Cal recebe a consultoria do mulherengo Jacob (Ryan Gosling, de Entre Segredos e Mentiras). O lado emotivo do filme se revela conforme Cal percebe que o fim de seu casamento não foi causado apenas pela traição de sua ex-esposa, mas também por causa da negligência de sua parte.
 
A ex-esposa de Cal é interpretada por Julianne Moore, que já teve experiência com comédia dramática no premiado Minhas Mães e Meu Pai (2010). Nos dois longas, ela vive uma mulher que procura no adultério a válvula de escape para um casamento em crise.
 
Cena do filme 'Um Divã para Dois'
 
Em papel secundário, Carell participa de Um Divã para Dois (2012). Nessa comédia dramática, as estrelas são Meryl Streep (A Dama de Ferro) e Tommy Lee Jones (Onde os Fracos não Têm Vez). Eles vivem um casal que recorre à terapia para salvar o matrimônio.
 
Nesse filme, no papel do terapeuta, Steve não tem muitas chances de mostrar seu talento cômico. Por outro lado, prova ser capaz de ficar na posição de escada e dar espaço para que se ria dos personagens principais.
 
Veja o trailer de Procura-se um Amigo para o Fim do Mundo:
 
 
 
 
 
Recomendamos para você