Bel Sanmax por Bel Sanmax Games 22.03.2018 22.03.2018

Entenda o fenômeno que é a franquia Monster Hunter no mundo gamer

 A franquia de games Monster Hunter tem mais de quatorze anos. Criada pela Capcom, a mesma desenvolvedora das séries de sucesso Street Fighter e Resident Evil, Monster Hunter sempre foi considerado uma das melhores do gênero. Mas por que será que esta pode ser a primeira vez que você está ouvindo falar sobre ela?

Street Fighter comemora 30 anos com modo Arcade e coletânea

A questão é que a grande maioria dos fãs é da terra natal do jogo, o Japão, no qual MH é o grande rival da série Pokémon. Só para se ter uma ideia do ‘fervo’ da saga, os games normalmente são lançados às sextas-feiras por lá, para não atrapalhar a vida dos gamers!

Monster Hunter World - PS4

Monster Hunter World - PS4 (Cód: 9920944)

R$ 249,90 R$219,91 (-12%) em até 8x de R$ 31,24 sem juros Quero este produto

Quanto ao Ocidente, durante a última década, MH alçou um status quase cult, e conquistou aos poucos seguidores fiéis. Mas isso está prestes a mudar: Monster Hunter World, a mais recente versão do game, foi lançada internacionalmente com um sucesso estrondoso dentro e fora do Japão (mais de 5 milhões de cópias foram vendidas até janeiro, mês oficial de lançamento), e já é apontada como uma das favoritas a melhores do ano (pelos gamers).

Os 15 games mais esperados de 2018

Mas o que mudou em Monster Hunter, lançado em 2004, para que ‘explodisse’ internacionalmente tanto tempo depois? O que cativou tantos fãs fiéis fora do Japão ao longo dos anos?

Para entender melhor, convidamos dois gamers e fãs fiéis de Monster Hunter para ajudarem a explicar os motivos: Lorenzo Mani, de 27 anos, que joga MH desde o lançamento, e até comprou um console de Playstation para poder rodar Monster Hunter World; Willian Costa, de 30 anos, que virou fã em 2014. Ele também comprou um videogame por ‘amor’ a MH, no caso, o 3DS.

Prazer, Monster Hunter

Monster Hunter World. Crédito: Capcom

Monster Hunter é RPG e um simulador de caça de monstros épicos – dragões, wyverns, leviatãs, etc. Foi lançado originalmente para o Playstation, em 2004, e uma das inspirações do criador, Kaname Fujioka, foi a série Ultraman, das décadas de 1960 e 1970. O programa, que é um hit até os dias de hoje, narrava as aventuras de Hayata, o Ultraman, um humano com superpoderes que protegia a Terra contra monstros de todo o tipo.

Monster Hunter Illustrations 2

Monster Hunter Illustrations 2 (Cód: 4962960)

R$ 215,17 R$193,60 em até 6x de R$ 32,27 sem juros Quero este produto

Há controvérsias, mas o sucesso de Pokémon também pode ter entrado no ‘mix’ de referências de Fujioka. Afinal, a franquia também explora caçadas a monstros, e os vencedores coletam itens depois das batalhas.

O game de estreia inovou ao disponibilizar suporte on-line para quatro jogadores nos quests (missões). Para as caçadas, havia diversos tipos de armas disponíveis, cada uma voltada para um estilo de luta diferente (espada e escudo, besta, lança, etc.).

Dentro de cada estilo, era possível customizar e fabricar armas específicas, usando como matéria-prima itens armazenados ao longo da missão (minérios, pedras e até partes das carcaças dos próprios monstros, como escamas, presas, peles, etc.). Essas características se mantiveram até hoje.

“A melhor parte é o gameplay (jogabilidade), com opções quase infinitas de armas customizáveis” –  Lorenzo

 

O ponto da virada

Monster Hunter já teve várias versões. Em 2006, foi lançado para PS2 e PSP. A versão ficou conhecida como Monster Hunter Freedom e foi muito bem aceita pelo mercado japonês.

“O jogo continua relevante até hoje porque é uma febre no Japão: os gamers de lá amam Monster Hunter, justamente pelo atributo de ser cooperativo” – Lorenzo

MH foi relançado em 2009 como Monster Hunter 3 Tri, exclusivamente para o Wii, o que aumentou o alcance da franquia. As versões dos anos seguintes voltaram a ser dedicadas aos portáteis, no caso, o 3DS.

“Além de serem bem desafiadores, os jogos da série têm uma dinâmica que faz com que se jogue por bastante tempo, o que é ótimo para quem não pode ficar gastando muito dinheiro com jogos” – Willian

 

Monster Hunter World

Monster Hunter World. Crédito: Capcom

Criado para conquistar e se consagrar entre o público internacional, e desenvolvido pela primeira vez em sua história para tanto consoles de mesa quanto PC, MHW adicionou funções “mais amigáveis” para gamers novos. Com comandos maiores que facilitam a busca e trajetória do jogador, MHW inova, mas mantém seu DNA original que conquistou os fãs da franquia.

“Monster Hunter World está se tornando o mais popular da série no Ocidente. A beleza gráfica e o fato de continuar trazendo monstros novos, além de manter os clássicos, agradam aos caçadores antigos também. É bem legal para quem já era fã e para quem está se tornando” – Lorenzo

“É a melhor versão até agora, e também a mais acessível para novos jogadores. Antes você era meio que obrigado a consultar algum site para entender sobre pontos fracos de um monstro ou onde encontrar um item. Em MHW incluem todas essas informações no jogo, e de um jeito intuitivo” – Willian

 

Sinopse e enredo

Monster Hunter World. Crédito: Capcom

A história e trama nunca foi o “forte” de Monster Hunter, mas sempre serviu a seu propósito. Em MHW, uma equipe de pesquisadores e caçadores desembarca em um ‘novo mundo’, populado por antigos (clássicos também!) e novos monstros. A missão é estudar o misterioso fenômeno, que acontece uma vez a cada dez anos, de migração dos dragões mais velhos através do mar, rumo à costa. A Comissão de Pesquisa envia uma frota em busca de Zorah Magdaros, um lendário dragão ancião.

Plataformas: PS4 , Xbox One e PC 

Recomendamos para você