Saraiva Conteúdo por Saraiva Conteúdo Filmes e séries 05.04.2013 05.04.2013

“É um filme astuto”, diz atriz de ‘Oblivion’

Por Edu Fernandes*
 
Daqui a 60 anos, a Terra será um mundo devastado. Uma invasão alienígena forçará os humanos a usar artefatos nucleares para se defender. Ganhamos a guerra, perdemos o planeta. Esse é o cenário de Oblivion, filme que estreia no Brasil em 12 de abril.
Os humanos se mudaram para Titã, uma das luas de Saturno. Na Terra só ficou a “equipe da limpeza”, pois uma estação espacial está na órbita do planeta à espera de máquinas que extraem energia da água do mar para ser usada em nossa nova casa.
Jack (Tom Cruise) e Victoria (Andrea Riseborough) são membros do time de manutenção. Ele sai todo dia para reparar danos nos robôs patrulhados. Ela fica na torre onde moram e mantém contato com os superiores.
O equilíbrio se desfaz com a chegada de Julia (Olga Kurylenko), única sobrevivente do acidente com uma nave que saiu da Terra antes da invasão. Ela foi mantida em animação suspensa por todo esse tempo. Esse acontecimento é mais um fator para aumentar as suspeitas de Jack acerca do que realmente está se passando, uma vez que a estranha é uma figura constante em seus sonhos.
“É um filme astuto”, disse a atriz Olga Kurylenko em conversa com a imprensa no Rio de Janeiro. “O suspense é bem feito. Você se preocupa com os personagens o tempo todo”.
 
Victoria (Andrea Riseborough) trabalha de dentro de sua casa, no alto de uma torre
“Todos os personagens representam perigo para os demais”, rebateu Andrea Riseborough. “Você não tem ideia do que vai acontecer na cena seguinte. O filme é ótimo por respeitar a inteligência do público”.
Suas personagens são rivais em Oblivion. Ambas apaixonadas por Jack e desconfiadas do que realmente se passa na Terra.
“Ela é uma ferida aberta”, analisa Andrea sobre Victoria. “Ela está em uma concha e teme por Jack. Ela está tão profundamente apaixonada que teme a verdade. Essa situação a deixa aleijada e a força a ficar naquela caixa de vidro para preservar o amor deles”.
“Julia tem medo de Victoria e está perdida”, explica Olga. “É como se ela estivesse vivendo um pesadelo”.
 
Nave usada por Jack em suas patrulhas

CARREIRAS

Olga Kurylenko começou a vida profissional como modelo e desviou-se para a atuação assim que teve a oportunidade. Ela é conhecida do grande público por suas participações em filmes de ação; como Centurião (2010), 007 – Quantum of Solace (2008) e Hitman – Assassino 47 (2007).
“Na verdade, fiz mais dramas do que filmes de ação, então eu me vejo de forma diferente”, esclarece Kurylenko. “Há sempre novidade entre os trabalhos: diretores, parceiros e histórias diferentes a cada filme”.
No futuro, a atriz ucraniana estará no fantasioso Empires of the Deep (“Impérios das Profundezas”, em tradução livre), sobre a história de amor entre um humano e uma sereia. A estreia está prevista para 2014.
Andrea Riseborough tem uma carreira em dramas britânicos, como Simplesmente Feliz (2008), Não Me Abandone Jamais (2010) e W.E. – O Romance do Século (2011). Oblivion é a maior produção na qual já trabalhou.
“Não importa se é uma produção de grande orçamento ou um drama muito bonito, você sempre procura a verdade”, afirmou Riseborough. “Eu procuro por visuais, idades e personalidades diferentes em cada personagem”.
Ainda em 2013, ela estrela o terror Hidden (“Escondidos”, em tradução literal), sobre uma família obrigada a se esconder em um abrigo.
Veja o trailer de Oblivion:
 

*O repórter viajou ao Rio de Janeiro a convite da Universal Pictures.

 
Recomendamos para você