Saraiva Conteúdo por Saraiva Conteúdo Filmes e séries 02.10.2013 02.10.2013

“É bom estar em um filme diferente”, diz Dakota Fanning sobre ‘Night Moves’

Por Edu Fernandes
 
Cada escolha que fazemos na vida traz consequências. A personagem de Dakota Fanning (A Saga Crepúsculo: Amanhecer – Parte 2) em Night Moves não estava preparada para encarar essa realidade.
 
A jovem atriz interpreta Dena, uma ativista de causas ambientais. Ela e Josh (Jesse Eisenberg, de 30 Minutos ou Menos) estão dispostos a tomar atitudes drásticas para lutar pelo meio ambiente, pretendendo explodir a barragem de uma represa. Para o atentado, contam com a ajuda de Harmon (Peter Sarsgaard, de Lanterna Verde). Quando o plano não sai totalmente como o esperado, o trio tem de lidar com a culpa.
 
Dakota esteve no Brasil para divulgar a produção no Festival do Rio. Durante sua passagem, conversou com a imprensa sobre esse trabalho e sua carreira. Night Moves é dirigido por Kelly Reichardt (Antiga Alegria) e ainda não tem data para estrear no Brasil.
 
Você procurou saber mais sobre ecoterrorismo para esse filme?
 
Dakota. Eu não fiz pesquisa sobre o assunto porque o longa é mais sobre as emoções daquelas três pessoas. Nós filmamos em Oregon [Estados Unidos], então eu podia ver na paisagem os efeitos do descuido com a natureza.
 
Nesse filme você tem um visual diferente do que já foi visto anteriormente. Como você encarou esse desafio?
 
Dakota. É bom estar em um filme diferente, que não é sobre moda ou penteados. Eu não usava maquiagem em cena, só precisei vestir roupas confortáveis. Pensei em escurecer meus cabelos porque não sinto que Dena seria tão loira quanto eu. A diretora concordou que seria uma boa ideia essa mudança. O bom do meu trabalho é exatamente isso: poder sempre me transformar.
 
Trio de protagonistas de Night Moves
 
Como foi ser dirigida por Kelly Reichardt?
 
Dakota. Fiquei muito animada por trabalhar com ela. Era algo que eu queria há muito tempo. Ela sabe exatamente o que quer de cada cena, mas não fala diretamente para os atores. Ela deixa nós chegarmos lá sem precisar conversar muito.
 
Algumas cenas são acompanhadas por músicas ambiente que não combinam com a emoção dos personagens no momento. O que você achou dessa opção?
 
Dakota. Eu já sabia de algumas dessas músicas que Kelly usaria nas cenas, mas não de todas. Quando vi o filme pela primeira vez, achei essas escolhas muito interessantes.
 
Você ainda acha que o público vê em você aquela atriz mirim?
 
Dakota. As pessoas enxergam o que elas querem ver, e não há o que eu possa fazer sobre isso. Na verdade, estamos sempre prosseguindo em nossas carreiras, sempre em transição para algo novo. Se você ficar constantemente pensando nisso, vai ficar maluco.
 
                                                                                                 Equipe Festival do Rio
Dakota Fanning é fotografada antes de sessão de gala no Festival do Rio

Em sua carreira, você já fez suspense, comédia, drama e outros tipos de filmes. Esse caminho é proposital?
 
Dakota. Não é possível planejar ser eclética, porque você grava e o filme só é lançado dois anos depois. Eu apenas me deparo com esses projetos e eles são bem diferentes. Não quero colocar limites em minha carreira, mas de todos os gêneros, meu favorito é o drama. Acho emocionalmente mais desafiador.
 
Você planeja assumir outras funções no cinema?
 

Dakota. Adoraria dirigir um filme e provavelmente farei isso um dia, mas não sei bem quando. Provavelmente dirigiria um drama. Eu devia começar a praticar com minha irmã.

 
Veja uma cena de Night Moves:
 
 
Recomendamos para você