Ramiro Fajuri por Ramiro Fajuri Filmes e séries 08.04.2020 08.04.2020

Dia do Beijo: comemore à distância com os beijos mais famosos do cinema e da literatura

Dia do Beijo

O dia do beijo, celebrado no dia 13 de Abril, é uma data comemorativa que ninguém sabe exatamente onde e como surgiu, mas ainda assim é um momento muito gostoso de celebrar. Quem não se lembra daquele frio na barriga momentos antes de experimentar o primeiro beijo?

Em 2020, as comemorações do Dia Internacional do Beijo serão um pouco distintas. Isso porque estamos em isolamento social na tentativa de diminuir o número de casos de coronavírus e muitas pessoas não poderão celebrar a data como gostariam, pois estão longe daquele crush especial.

Para ajudar na comemoração do Dia Mundial do Beijo à distância, nós selecionamos alguns dos beijos mais famosos do cinema e da literatura que ficaram marcados na sua memória. Aproveite o momento e celebre: vale mandar uma mensagem de texto, fazer uma chamada de vídeo, enfim… O importante é lembrar de quem você gostaria de beijar e fazer com que essa pessoa especial sinta-se beijada. Além disso, não podemos esquecer que, esse distanciamento momentâneo é super importante agora, mas em breve você poderá beijar a vontade sempre que desejar. 

Dia do Beijo

Como Eu Era Antes de Você – Louisa Clark e Will Traynor

Em Como Eu Era Antes de Você best seller da britânica Jojo Moyes lançado em Janeiro de 2012, Louisa Clark é uma garçonete sem grandes ambições na vida. Lou, como é conhecida, mora com a família e namora um triatleta egocêntrico, que não lhe dá muita atenção. Para complementar a renda, ela arruma um segundo emprego como cuidadora de Will Traynor, um homem inteligente, rico e bonito, que ficou tetraplégico após um acidente e se tornou uma pessoa amargurada, com um temperamento difícil de lidar.

O relacionamento entre Louisa e Will, vividos no cinema por Emilia Clarke e Sam Claflin, tem um início conturbado. Com personalidades e visões diferentes sobre a vida e o futuro, surge um romance improvável entre uma mulher de bem com vida e um homem mal-humorado. O primeiro beijo entre os dois acontece durante uma noite de tempestade, quando Will pede que Louisa deixe a janela aberta para que ele possa ver a tormenta, além de apreciar a companhia dela, pedindo que ela permaneça junto dele. 

A Dama e o Vagabundo – Dama e Vagabundo

A Dama e o Vagabundo, filme produzido pela Disney e lançado em 1955, narra a história de dois cachorrinhos simpáticos, Dama e Vagabundo, que vivem altas aventuras. 

Dama é uma cadela mimada da raça cocker spaniel, tratada como parte da família pelo casal Jim e “Querida”. A vida de luxo de Dama é interrompida pela chegada do primeiro bebê do casal. Além de ficar em segundo plano para seus donos, ela ainda tem que lidar com Tia Sarah, que ao chegar para ajudar a cuidar do bebê traz dois gatos siameses, que logo tramam para que ela receba uma focinheira e fique presa no quintal. Com medo, Dama foge.

Na rua, Dama encontra Vagabundo, um vira-lata esperto e durão que a salva de cães agressivos e mostra a ela toda a diversão de uma vida sem coleiras e com muita liberdade. O primeiro beijo entre os dois acontece enquanto dividem um prato de spaguetti ao som de Bella Notte. Um clássico absoluto!

A versão live action da animação lançada há mais de 60 anos, estreou no dia 12 de novembro de 2019 apenas nos cinemas americanos. A estreia mundial, prevista para o primeiro semestre de 2020, foi adiada devido à pandemia do coronavírus. Há informações de que o lançamento seja feito apenas na nova plataforma de streaming, Disney+.

 

E o Vento Levou – Rhett Butler e Scarlett O’Hara

E o Vento Levou, romance com quase 80 anos de idade, narra as aventuras de Scarlett O’Hara e Rhett Butler, um dos casais de caráter duvidoso mais querido da ficção. Expulso da Academia Militar de West Point, Rhett é cínico, sarcástico e não acredita na causa dos Confederados, por quem acaba lutando na Guerra Civil Americana. A mimada e manipuladora Scarlett, é apaixonada pelo noivo de sua prima. Depois que ele a rejeita, ela não vê problema em se casar com outro rapaz, a quem não ama, para afogar sua mágoa.

A troca de insultos no primeiro momento em que se encontram, quando Rhett se apaixona por Scarlett, dá o tom da tempestuosa história entre duas pessoas egoístas, calculistas e capazes de tudo, mas que possuem seus momentos de grandeza. O primeiro beijo entre os dois acontece sob o clarão do incêndio de Atlanta, quando Rhett abandona Scarlett para se juntar ao Exército Confederado para a última batalha, que já começa perdida.

E o Vento Levou, livro de Margaret Mitchel ganhou o prêmio Pulitzer em 1937. Em 1939 chegou às telonas com Clark Gable e Vivien Leigh nos papéis principais, sendo considerado um dos maiores clássicos do cinema.

 

A Bela Adormecida – Princesa Aurora e Príncipe Felipe

A Bela Adormecida, animação produzida pela Disney em 1959, é um clássico conto de fadas que acompanha gerações desde o seu lançamento, há mais de 60 anos.

Após o nascimento da princesa Aurora, seus pais convidaram todos do reino e três fadas madrinhas para conhecer e presentear a menina. A feiticeira Malévola, furiosa por não ter sido convidada, aparece na festa e amaldiçoa a princesa, dizendo que ao completar 16 anos, Aurora espetará o dedo na agulha de uma roca e morrerá. Para livrá-la da maldição, as três fadas madrinhas criam a princesa como uma simples camponesa, escondida e disfarçada na floresta.

Anos depois, o príncipe Felipe encontra Aurora na floresta e se apaixona, sem saber que ela é sua princesa prometida. Com a falha do estratagema das fadas madrinhas, Malévola também consegue encontrar a princesa e a faz espetar o dedo na agulha, conforme sua maldição durante o batizado. Graças a um encantamento das fadas, Aurora  não morre, mas adormece profundamente, junto com todo o reino e só poderá ser despertada por um beijo de amor verdadeiro.

O príncipe Felipe parte para salvar Aurora, tendo de enfrentar a floresta de espinhos que Malévola levantou em torno do castelo. Além de matar a própria bruxa, ele a transforma em um dragão, para finalmente chegar à sua princesa. A cena do beijo em que Felipe acorda Aurora em A Bela Adormecido é uma das mais icônicas do cinema.

Em 2014, a Disney lançou a versão live action desse clássico, mas contada do ponto de vista da vilã, a feiticeira Malévola, vivida por Angelina Jolie. Nessa versão, que ganhou uma sequência em 2019, Malévola não é tão má assim.

 

Star Wars – Han Solo e Princesa Leia

Quando o aventureiro mercenário Han Solo e a Princesa Leia Organa se encontraram pela primeira vez, no clássico Star Wars – Uma Nova Esperança, a antipatia dela e a atração dele foram imediatas. Leia era a destemida líder da resistência contra o império Galáctico e ele, apenas um piloto mercenário, contratado para acompanhar o futuro Jedi Luke Skywalker no resgate de Leia das mãos do temido Darth Vader.

Mas a constante troca de farpas entre os dois escondia uma atração que se tornou mútua, e só se concretizou em um beijo marcante na sequência Star Wars – O Império Contra Ataca. Quando Han é capturado por Darth Vader e congelado em carbonita, Leia se despede beijando Han dizendo ‘eu te amo!’, e ele, nada modesto até nas piores horas responde ‘eu sei’.

I Love You! I Know! tornou-se uma das expressões mais conhecidas, entre várias, da fábula espacial criada por George Lucas, e camisetas com as figuras de Han Solo (Harrison Ford) e Leia (Carrie Fischer) são muito usadas por casais de namorados fãs de Star Wars.

 

Harry Potter e as Relíquias da Morte – Ronnie Weasley e Hermione Granger

Harry Potter, série de enorme sucesso mundial, criada por J.K Rowling, conta a história do jovem Harry James Potter que se descobre bruxo aos 11 anos de idade, após de ser convidado para a famosa Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts. Lá, Harry conhece dois outros jovens que se tornarão seus grandes amigos e companheiros de aventuras: Hermione GrangerRonald Weasley   

Hermione e Rony se conheceram na primeira vez que pegaram o Expresso de Hogwarts, com destino ao seu primeiro ano na famosa escola de magia e bruxaria. Nessa viagem, aos 11 anos de idade, eles conheceram também o melhor amigo do futuro casal, Harry Potter. Ron vinha de uma família de bruxos com muitos irmãos, enquanto Hermione, apesar de ter nascido bruxa, veio de uma família de ‘trouxas’, pessoas normais.

Apesar da origem bruxa, Ron não era o melhor aluno de magia, tendo grande dificuldade em realizar os feitiços ensinados em aula, enquanto Hermione, inteligente e esforçada, aprendia tudo com facilidade, não demorando para que Ron a achasse antipática. Mas como tantos casais, a constante troca de farpas escondia uma atração recíproca cada vez maior.

O primeiro beijo do casal Ronnie e Hermione aconteceu no último livro da série Harry Potter e as Relíquias da Morte, quando os jovens destroem uma das Horcruxes de Voldemort com um dos dentes venenosos do basilisco, e a reação do bruxo das trevas quase os afoga na Câmara Secreta. No cinema, Rony e Hermione foram vividos por Rupert Grint e Emma Watson durante os oito filmes que os fãs amam tanto quanto os livros.

Homem-Aranha – Homem Aranha e Mary Jane

Homem-Aranha, filme lançado em 2002 e dirigido por Sam Raimi, foi uma das primeiras adaptações fiéis dos quadrinhos para o cinema. Em seu enredo, Peter Parker é um adolescente inteligente e retraído, que nutre uma paixão platônica por Mary Jane Watson, a menina mais bonita e popular do colégio. Mary Jane, que deseja ser atriz, não repara em Peter, e ele tímido, não consegue prender a atenção dela. A vida de Peter muda quando ele é picado por uma aranha geneticamente modificada e ganha seus poderes, tornando-se o super-herói Homem-Aranha, que protege a cidade de Nova Iorque.

Apesar de seus novos poderes e responsabilidades, Parker continua apaixonado por Mary Jane e está sempre por perto. Quando ela sai de uma audição para um papel e alguns bandidos tentam assaltá-la, Peter veste seu traje de Homem-Aranha, dá uma surra nos marginais para salvar Mary Jane. Em um beijo que entrou para a história do cinema, Peter Parker está pendurado de cabeça para baixo, quando Mary Jane se aproxima, levanta sua máscara e o beija, sem revelar sua identidade secreta. 

Recomendamos para você