Saraiva Conteúdo por Saraiva Conteúdo Música 07.10.2017 07.10.2017

DEZ (novos) compositores brasileiros que ganharam o mundo

Por Felipe Candido
Quando se fala em cultura brasileira no exterior, certamente uma das primeiras referências que surgem na cabeça dos estrangeiros é nossa música. E isso se deve, em grande parte, aos especiais compositores que temos em nosso país.
Mas quem pensa que a música brasileira é reconhecida lá fora somente pela Bossa Nova e por “Garota de Ipanema”, de Tom Jobim e Vinícius de Moraes, está enganado. Nomes brasileiros da cena musical contemporânea têm representado com bastante êxito o Brasil no exterior.
Para comemorar o Dia do Compositor, celebrado em 7 de outubro, o SaraivaConteúdo fez uma lista com dez jovens compositores brasileiros que talvez não sejam tão conhecidos por aqui, mas que já são referências internacionais.
1. SEU JORGE
Seu Jorge é, com certeza, o principal nome da música brasileira contemporânea a conquistar os ouvidos estrangeiros. Com seu suingue e a típica malandragem carioca, o compositor agradou em cheio ao público do exterior, e os discos do artista, como Músicas Para Churrasco, América Brasil ou o projeto do cantor ao lado do grupo Almaz, chamado Seu Jorge e Almaz, têm feito a festa de inúmeras pessoas mundo afora.
Além da música, Seu Jorge também tem passeado por outras vertentes artísticas e feito bastante sucesso como ator, atuando em filmes de Hollywood, ao lado de grandes nomes do cinema como Angelica Houston e Naomi Watts.
2. BEBEL GILBERTO
Assim como Seu Jorge, Bebel Gilberto é um dos nomes brasileiros ligados à música mais conhecidos fora do país. Com estreita ligação com a Bossa Nova – já que é filha do criador do estilo, João Gilberto –, Bebel extrapola os limites “bossanovísticos” e apresenta a diversidade musical do Brasil para o exterior.
Em seus mais recentes trabalhos – principalmente o DVD In Rio e os CDs Momento e Tudo –, a cantora tem misturado de forma mais livre suas influências americanas e o tempero típico de quem tem sangue brasileiro. Como compositora, Bebel também transita entre os dois países e já estabeleceu conexões com compositores daqui e de lá.
3. ADRIANO CINTRA
Você pode não associar o nome de Adriano Cintra à banda da qual fez parte, mas certamente o conhece. Quando o assunto é música, ele é um dos brasileiros mais famosos no exterior.
Durante alguns anos, Adriano foi o principal integrante do grupo Cansei de Ser Sexy, sendo o responsável por grande parte das composições, instrumentos e arranjos dos três primeiros álbuns da banda. O último trabalho do CSS com participação de Adriano foi La Liberación.
Após a (ruidosa e nada amistosa) saída de Adriano do CSS, ele lançou, ao lado de Marina Vello (ex-integrante do Bonde do Rolê), o projeto Madri. Além disso, planeja ainda para este ano o primeiro álbum solo, chamado de Animal, que está cercado de expectativas dentro e fora do país.
4. CÉU
Já bastante famosa e conceituada no Brasil, a cantora e compositora paulistana Céu tem anos de estrada na carreira internacional. Todos os seus discos, CéU, Vagarosa e Caravana Sereia Bloom, saíram também em edições internacionais. A artista também recebe numerosos convites para se apresentar em festivais de música de todo o mundo.
Ao lado de Dengue e Pupillo, integrantes da Nação Zumbi, Céu criou o projeto Sonantes, lançado primeiramente no mercado internacional. Com a boa repercussão obtida lá fora, o disco acabou ganhando também uma edição brasileira.
5. TULIPA RUIZ
O timbre peculiar e a força poética de suas composições transformaram Tulipa Ruiz numa das artistas mais queridinhas do Brasil nos últimos tempos. Mas não são só os ouvidos brasileiros que têm se rendido à doçura da cantora.
Este ano, ainda colhendo frutos do sucesso obtido com seu segundo álbum, Tudo Tanto, Tulipa carimbou seu passaporte para a Europa e fará por lá uma miniturnê, passando por Alemanha, Inglaterra e Holanda.
6. EMICIDA
O hip-hop nacional tem ganhado cada vez mais destaque nos últimos anos. Mas não é só no Brasil que nossos rappers são reconhecidos por seu talento. No exterior, eles também têm sido celebrados. E o paulistano Emicida é um dos principais nomes de destaque lá fora.
O primeiro álbum do artista, O Glorioso Retorno de Quem Nunca Esteve Aqui, chegou aos ouvidos estrangeiros, e o cantor tem sido convidado para fazer apresentações em festivais de música em diversos países. Recentemente, Emicida teve mais um reconhecimento internacional, quando sua música “Levanta e Anda” entrou para a trilha sonora oficial do jogo Fifa 15, da EA Sports.
7. CURUMIN
Nos últimos anos, Curumin ficou mais conhecido no Brasil, principalmente após o lançamento de seu último disco, Arrocha, em 2012. Mas antes disso, o músico e compositor já era bastante badalado fora do país, em especial na Europa e nos Estados Unidos.
Seus trabalhos solo, Achados e Perdidos, de 2003, e Japan Pop Show, de 2008, foram lançados com bastante repercussão no exterior, e o artista é constantemente chamado para tocar em festivais internacionais, arrastando multidões para seus shows. Recentemente, Curumin foi citado pelo jornal The New York Times como “um dos músicos mais espertos da cena musical do Brasil”.
8. LUCAS SANTTANA
O cantor e compositor baiano Lucas Santtana já não é nenhum novato na música. Com anos de carreira, o artista fez importantes trabalhos como músico ao lado de Gilberto Gil e Marcos Valle. Como compositor, teve canções gravadas por artistas do porte de Marisa Monte.
Mas seu trabalho autoral tem feito bastante barulho fora do país. O músico chegou a lançar uma edição especial de um de seus discos, O Deus que Devasta Também Cura, exclusivamente para o mercado europeu. Intitulado The God Who Devastates Also Cures, o álbum traz, além das faixas da edição brasileira, mais duas canções inéditas.
9. KAROL CONKÁ
Não é só a força masculina do hip-hop brasileiro que tem brilhado lá fora. Nossas garotas também estão sendo reconhecidas em outros países. A compositora curitibana Karol Conká é uma das cantoras com maior destaque internacional.
Após o lançamento de seu primeiro disco, Batuk Freak, a artista tem sido constantemente apontada como uma das mais interessantes da atual música brasileira. Em abril deste ano, Karol foi considerada pela versão americana da revista Rolling Stone como “uma das 10 artistas que precisam ser conhecidas”, sendo comparada a cantoras como Lauryn Hill, Azealia Banks e M.I.A.
10. FELIPE CORDEIRO
A potência do norte do país não poderia ficar de fora do reconhecimento internacional. E Felipe Cordeiro, cantor e compositor paraense, é um dos principais nomes vindos dessa região do Brasil. Reavivando ritmos tradicionais de seu estado, como o Tecnobrega e a guitarrada, o artista tem conquistado o país e o exterior.
Seus dois álbuns, Kitsch Pop Cult e Se Apaixone pela Loucura do Seu Amor, fizeram a fama de Felipe também fora do país, em especial na Europa, onde o compositor é facilmente encontrado em festivais de música e outras apresentações.
Recomendamos para você