Saraiva Conteúdo por Saraiva Conteúdo Filmes e séries 15.04.2013 15.04.2013

DEZ filmes para dançar

Por Thaís Ferreira
 
Coloque as polainas, os collants, as sapatilhas e as roupas de moletom: Flashdance comemora 30 anos no próximo dia 15 de abril. A obra retrata a vida de Alex Owens (Jennifer Beals), uma soldadora que trabalha em uma indústria de aço de dia e em uma boate, como dançarina exótica, durante a noite. 
Mesmo sem uma formação na área e levando uma vida cheia de dificuldades, ela tem o sonho de se tornar uma bailarina profissional e ingressar no prestigiado Conservatório de Dança de Pittsburgh. O enredo e a personagem principal são baseados na história real de Maureen Marder.
A obra foi um sucesso de público e tornou-se um dos símbolos dos anos de 1980, tanto por sua trilha sonora marcante, que reúne músicas como “Maniac” e “Flashdance… What a Feeling” (vencedora de melhor canção original no Oscar de 1984), quanto pelo estilo da protagonista, que lançou a moda das roupas de dança.
Após 30 anos da estreia, o SaraivaConteúdo conversou com dançarinos e cinéfilos e selecionou os melhores filmes sobre dança para entrar no ritmo da comemoração.
 
1. O PICCOLINO (escolhido pelo cinéfilo Jorge Freitas) 
 
Fred Astaire e Ginger Rogers em cena
 
Estrelado por dois mitos do cinema norte-americano – Fred Astaire e Ginger Rogers –, O Piccolino, de 1935, conta a história de Jerry Travers, um dançarino dos EUA que vai até Londres para uma apresentação e se apaixona por Dale Tremont. O ápice é a cena de dança da música “Cheek to Cheek”, em que Astaire exibe todas as suas habilidades como bailarino e cantor.  
 
2. CANTANDO NA CHUVA 
 
Cantando na Chuva em sua cena clássica
 
Uma das cenas mais conhecidas da história das telonas está nesta obra: após beijar Kathy Selden (Debbie Reynolds), Don Lockwood (Gene Kelly) sai dançando alegremente em meio à chuva. Cantando na Chuva, produzido em 1952, narra a trajetória de dois famosos atores do cinema mudo que tentam fazer a transição para as películas com som. 
 
3. OS EMBALOS DE SÁBADO À NOITE (escolhido pelo cinéfilo Jorge Freitas)
 
A era disco é retratada em Embalos de Sábado A Noite
 
John Travolta interpretou Tony Manero em 1977 e fez todo mundo entrar no ritmo da discoteca. O protagonista é um ítalo-americano que trabalha em uma loja de tintas e, quando o expediente acaba, transforma-se no rei da pista de dança.
Os Embalos de Sábado à Noite tem um trilha sonora formada principalmente por músicas dos Bee Gees, como “Stayin' Alive”, “Night Fever” e “You Should Be Dancing”. A cena mais memorável acontece quando Tony faz uma apresentação solo, impressionando todos na boate lotada.
 
4. GREASE
 
Jonh Travolta dança novamente em Grease
 
Travolta volta a mostrar seu rebolado nas telonas, interpretando o “bad boy” Danny Zuko. Em Grease, ele tenta manter sua pose de mau e, ao mesmo tempo, namorar a doce e inocente Sandy Olsen (Olivia Newton-John). Apesar de ser filmado em 1978, o musical retrata a década anterior.
Várias coreografias tornaram-se memoráveis. Entre elas, destaca-se a da canção “You're the One That I Want”, em que os protagonistas dançam dentro de um parque de diversões.
 
5. FOOTLOOSE
 
A atriz vive a personagem principal em Flashdance
 
Um lugar em que a dança é proibida: esse é o cenário da história de Footloose. Ren McCormack (Kevin Bacon) muda-se de Chicago para a pequena cidade de Bomont. Ele descobre que, desde a morte da filha do Reverendo Shaw Moore (John Lithgow), os habitantes do local são proibidos de escutar música e de dançar.
A versão original, filmada em 1984, foi um sucesso de público e lançou Kevin Bacon para o estrelato. A obra ganhou um remake, lançado em 2011.
 
 
Dirty Dancing retrata o amor de Baby e Johnny
 
A obra se passa em um resort e narra o amor proibido entre Baby (Jennifer Grey), uma hóspede de família rica, e Johnny Castle (Patrick Swayze), funcionário do hotel e professor de dança. Ela aprende a dançar para ajudá-lo a cumprir seus compromissos profissionais e, durante os ensaios, eles acabam se apaixonado. A principal cena dançante está no fim do filme, ao som de “(I've Had) The Time of My Life”. 
 
7. BILLY ELLIOT (escolhido pela bailarina Giovanna Bozio)
 
O preconceito em relação aos meninos bailarinos é o tema de Billy Elliot
 
Billy Elliot (Jamie Bell) é um menino humilde que escolhe fazer balé em vez de boxe. Ele frequenta as aulas escondido de sua família, enquanto seu pai Tony Elliot (Jamie Draven) se sacrifica para manter a casa. 
A trama se desenvolve quando Tony descobre o segredo do filho. O filme aborda os preconceitos ligados à presença de meninos no mundo da dança.
 
8. CHICAGO
 
Cena de Chicago, ganhador do Oscar de Melhor filme
 
Velma Kelly (Catherine Zeta-Jones) é uma cantora e dançarina que assassina sua irmã e seu marido. Roxie Hart (Renée Zellweger) é uma dona de casa que sonha em conquistar os palcos e, após uma briga, acaba matando seu amante. 
Essas duas personagens se encontram na cadeia e, com a ajuda do advogado Billy Flynn (Richard Gere), lutam pela liberdade. Chicago foi vencedor de seis prêmios Oscar, incluindo o de melhor filme. 
 
9. ELA DANÇA, EU DANÇO (escolhido pelo dançarino Rafael Honor) 
 
Street dance e balé se misturam em Ela Dança, Eu Danço
 
Ela Dança, Eu Danço conta a história de Tyler Gage (Channing Tatum), um garoto problemático que, após depredar uma escola de artes, é condenado a prestar serviços comunitários no local. Ele acaba se envolvendo com a bailarina Nora (Jenna Dewan) e rende-se ao mundo da dança. 
 
10. CISNE NEGRO (escolhido pela bailarina Giovanna Bozio)
 
Em Cisne Negro, Nina é uma bailarina que tenta chegar a perfeição
 
Nina (Natalie Portman) torna-se a primeira bailarina de sua companhia e tem o desafio de protagonizar O Lago dos Cisnes. Ela deve lidar com a pressão de sua mãe (Barbara Hershey) e do diretor artístico Thomas Leroy (Vincent Cassel), além da comparação e da concorrência de sua colega de trabalho Lilly (Mila Kunis). A obra, que mistura drama e suspense, rendeu a Natalie Portman o Oscar de melhor atriz.
E você, já escolheu seu filme de dança favorito?
 
 
 
Recomendamos para você