Saraiva Conteúdo por Saraiva Conteúdo Livros 14.11.2012 14.11.2012

De onde vêm as criaturas mágicas

Por Marcelo Rafael
 
O livro A Fada e o Bruxo – As Crônicas de Ivi foi lançado este ano pela Naiade Books. Desde então, o autor F. Medina vem fazendo uma série de eventos de divulgação da obra pelo país e também expandindo o mundo que criou para seus personagens.
A Fada e o Bruxo conta a história de um amor proibido entre duas pessoas. Como sempre, há alguém que deseja acabar com tudo isso. A diferença é que essa paixão se passa em um universo paralelo, e as pessoas em questão são uma fada e um bruxo que lutam por seus interesses.
Enquanto a Fada defende o processo de mudança do status quo desse universo, o menino bruxo, na floresta, luta pela manutenção das coisas, sem castelos, sem política, economia ou dinheiro.
Aberrações, monstros, anjos e até dinossauros estão presentes neste mundo chamado Ivi, que tem ligação direta com o planeta Terra: é de lá que essas e outras criaturas vêm.
Em entrevista ao SaraivaConteúdo, F. Medina conta como surgiram as histórias do livro, fala sobre sua relação com as crianças e explica como aprofundou o universo criado por ele.
Apesar de ser voltado para jovens adultos, o livro surgiu a partir de histórias que você contava para a garotada?
F. Medina. Eu trabalhei com crianças de 10 anos, viajando com elas. Então, na estrada, eu ia contando essa história e as crianças iam rebatendo, dizendo o que era legal ou não. Ninguém gostava do final. Eu, pra testar as histórias, contava para as crianças primeiro. É um livro que eu sabia que ia cair, desde o começo, como uma luva na mão delas. Eu sou apaixonado, trabalhei com crianças durante dez anos. Como eu morava em Florianópolis e Curitiba, as viagens saíam do Sul em direção a São Paulo ou ao Rio. E no período do ônibus, que é de 10 horas, 12 horas, comecei a contar as minhas histórias. Eu falava: “Ó, pessoal, agora que tá todo mundo aqui sem fazer nada, eu vou contar a história que estou escrevendo”. E eram histórias desse livro. Mas ficava aquela coisa: “Não, eu não gostei disso, eu não gostei daquilo”. Um dia, eu me arrisquei e pensei em contar para adolescentes para ver o que ia acontecer. Qual não foi minha surpresa, porque eu arrumei uma confusão, gerava discussões enormes.
E essa curiosidade da garotada repercutiu na internet?
F. Medina. Esse livro explodiu na internet, teve 35 mil “Likes” no Facebook. O booktrailer tem mais de 5 mil visualizações no Youtube. A razão do sucesso foi que eu joguei muita informação na comunidade do Universo Ivi. Eu abri todos os lugares do Universo, como se fosse de verdade.
É para isso que servem os QR Codes no livro?
F. Medina. Uma coisa legal dos QR Codes do livro é que o de trás (contracapa) leva para o booktrailer e o de dentro do livro, que a gente brinca [com a frase] “Não vá se perder por aí”, leva para dentro do Universo Ivi. O Universo Ivi surgiu de uma experiência que eu tive, de um ano atrás, onde eu comecei a pegar cada lugar do mapa e expandir, como fazem lá fora. Comecei a contar a história, colocar fotos, mesmo que de mentirinha, mas explicando, como existe no site http://www.iviuniverse.com/.
Por que o subtítulo “As Crônicas de Ivi”?
F. Medina. Porque são histórias contadas dentro do universo Ivi. Tem uma parte em que eles [os personagens] vão acampar em um lugar onde há dinossauros. Mas como pode ter dinossauros aqui? Então, o livro brinca com várias das criaturas fantásticas, tenta explicar de onde elas vieram. E isso levou à brincadeira do universo paralelo na internet, porque queriam saber dessas coisas antes.
 
Capa de A Fada e o Bruxo
E quais são as histórias que se passam em Ivi?
F. Medina. Neste livro acontece um triângulo amoroso. O Bruxo gosta da Fada e a Fada gosta do Bruxo. Eles são perfeitos um para o outro. Só que a mãe do Bruxo, como não tem como cuidar dele, coloca uma “bruxa-madrinha”, que, inclusive, é quem está na capa do livro. E essa bruxa-madrinha começa a gostar do menino. E ela gosta dele sozinha, ele não quer saber dela. Então, diferentemente de um triângulo amoroso, onde as três pessoas se gostam – quem já viveu isso (ou quem vai viver ou viu histórias do tipo) sabe –, a terceira pessoa é apaixonada, só que a pessoa de quem ela gosta não quer nada com ela. Ela passa praticamente a história todinha tomando cacetada. É dilacerador.
Além do site, a obra tem alguns extras, como um mapa. Ao contrário dos mapas comuns em livros, este se abre para fora da área de leitura. Por quê?
F. Medina. Uma coisa engraçada que aconteceu foi que as pessoas mais velhas tinham dificuldade de entender o mapa que estava na frente. Aí, nós tivemos uma ideia. Livros de fantasia têm mapas, e o que acontece é que os mais jovens costumam decorar o mapa e ler [o livro], mas os mais velhos não decoravam. Aí, eu tive a ideia de pegar o mapa colorido e colocar na parte de trás. Assim, você consegue ler o livro, acompanhando o mapa do lado de fora. Cada capítulo diz, por exemplo, “Campo das Flores”; ele mostra onde você está, você tem como se localizar. Você vai “caminhando” no livro e encontrando os lugares [no mapa]. Porque Ivi, esse planeta, é um planeta alternativo, paralelo, onde eu defendo que as fadas nasceram. O que acontece é que as fadas viviam na floresta encantada e algumas delas se uniram aos reinos. Quem ficou, começou a ser chamada de bruxa. E o que acontece é que nasce, na floresta encantada onde as bruxas agora estão, o filho da bruxa, que é o personagem principal. De maneira errada, nasce uma fada dentro de um castelo. Quando os dois se apaixonam e começam a viver um romance, é um amor proibido e impossível.
 
F. Medina estará no evento Papos & Ideias da Saraiva para lançamento de A Fada e o Bruxo.
Saiba onde ele vai estar nos próximos dias:
Onde: Manaus – Manaura Shopping
Quando: sábado, 17 de novembro, às 16h.
Onde: Belém – Boulevard Shopping
Quando: domingo, 18 de novembro, às 16h.
Onde: Salvador – Salvador Shopping
Quando: sábado, 24 de novembro, às 15h.
Onde: Fortaleza – Shopping Iguatemi
Quando: domingo, 25 de novembro, às 15h.
 
Confira o booktrailer do livro A Fada e o Bruxo:
 
 
 
Recomendamos para você