Saraiva Conteúdo por Saraiva Conteúdo Livros 29.06.2010 29.06.2010

Cursos de férias na Estação das Letras

A Estação das Letras, no Rio de Janeiro, preparou uma programaçãoespecial para o mês de Julho. Para a criançada, um dos destaques da programaçãofica por conta da Colônia de Férias, quando as famosas corridas de saco vão darlugar à leitura, ilustração e teatro.

Para jovens e adultos, oficinas de introdução aos gênerosliterários, escrita criativa, redação de projetos culturais, entre outras, comArthur Dapieve, João Silvério Trevisan, Bartolomeu Campos de Queirós, JoséCastello, Luiz Ruffato, Maria Amélia Mello e outros.

As aulas começam no dia 5 de julho e as reservas podem serfeitas pelo telefone (21) 3237-3947. A Estação das Letras fica na Rua Marquêsde Abrantes, nº 177 – Flamengo.

 

Programação

Introdução aos gêneros literários

Noções preliminares das técnicas de construção inerentes acada gênero literário (prosa, poesia, conto, romance, crônica). Estudo ecriação a partir de leituras diversas.

Suzana Vargas –Poeta, autora de literatura infantil e ensaísta com vários títulos publicados.Mestre em Teoria Literária / UFRJ. Coordena a Estação das Letras.

De 05 a 09/07, das18h às 20h  
       

Escrita Criativa –desbloqueando sua capacidade de escrever

Leitura de textos lúdicos. Exercícios a cada aula, comestímulos à criação. Desbloqueio da espontaneidade ao redigir.

Silvia Carvão- Formada em Letras pela UERJ. Tem larga experiência em oficinas de escrita erevisão de texto.

Dias 12 a 16/07, das18h às 20h –

Como escrever um projeto cultural

Informações necessárias para a produção e inserção de textosnum projeto cultural, montagem do orçamento físico-financeiro, elaboração deplanilhas de cronograma e distribuição de produtos. Orientações sobre acaptação de recursos junto às empresas.

Maria Alice S. Lima –Jornalista e produtora cultural, trabalha com projetos culturais patrocinadosatravés das leis de incentivo federais, estaduais e municipais.
De 12 a 16/07, das 10h às 12h
De 19 a 23/07, das 18h às 20h

Caminhos da crônica – Oficina de criação literária

A proposta é estabelecer qual o campo da crônica, gênerojornalístico-literário eminentemente brasileiro; discutir seu modo de criação eproduzir um texto para avaliação. Na primeira aula, apresentação teórica eprática da crônica; na segunda, os alunos trarão textos produzidos sobre umassunto determinado no primeiro encontro, e debateremos dois ou três exemplosjá consagrados de crônica. Na terceira, discussão sobre os textos entregues naaula anterior.

Arthur Dapieve – Jornalista, crítico de música e cronista deO Globo.

Dias 12, 14 e 16/07,das 18h às 20h

 
Escrevendo e criando textos para jovens com BartolomeuCampos de Queirós (workshop)

Através de leituras e muita reflexão acerca da literaturapara jovens, o autor irá trabalhar os elementos necessários à criação dirigidaa essa faixa etária, tentando responder às seguintes perguntas: O que éescrever? O que é escrever para jovens? Quais as condições indispensáveis paraque isso aconteça?

Bartolomeu Campos deQueirós – Escritor com mais de 40 livros publicados no Brasil, vários delestraduzidos e editados em outros países. É detentor dos mais importantes prêmiosliterários nacionais, como o Prêmio Cidade de Belo Horizonte; Prêmio Jabuti, daCâmara Brasileira do Livro; Selo de Ouro, da Fundação Nacional do LivroInfanto-Juvenil; Diploma de Honra da IBBY, de Londres. Com o livro Indez, foi ovencedor do Concurso Internacional de Literatura Infanto-Juvenil (Brasil,Canadá, Suécia, Dinamarca e Noruega). Vários de seus textos foram adaptados parao teatro.

Dia 17/07, das 10h às16h

Férias com Letras – Colônia de Férias Literárias

Colônia de férias literárias com atividades diversas,envolvendo a escrita e a leitura de modo lúdico e prazeroso. Teatro, contaçãode histórias, desenho, pintura, colagens, música, dança, encontros comescritores, ilustradores e artistas fazem parte das estratégias de trabalhodesenvolvidas por profissionais especializados. Lanche e material pedagógicoincluídos. Faixa etária: 8 a 10 anos.

Fátima Café – Diretora teatral e contadora de histórias.Ministra oficinas e palestras em diversas instituições. Como diretora teatral,já encenou mais de 15 espetáculos.

De 19 a 13/07, das13h às 17h
De 26 a 30/07, das 13h às 17h       

Escrita Criativa: por onde começar?

Estímulo à criação literária com exercícios durante asaulas. Motivação da criatividade através de exercícios que podem ser levadospara o dia-a-dia. Encorajamento da expressão pessoal pela palavra escrita.

Ana Letícia Leal -Jornalista, mestre em Comunicação Social (PUC-Rio) e Doutora em Letras(PUC-Rio). Publicou Meninas inventadas (finalista / Prêmio Jabuti 2007) e ParaCrescer.

De 19 a 23/07, das10h às 12h     

Extremos – Círculo de leitura de ficções radicais

Leitura de Alice no país das Maravilhas, de LewisCarroll.                         

José Castello -Escritor, crítico literário, cronista de O Globo

Maria Hena Lemgruber – Psicanalista e educadora.                                                                                      

Dias 19, 20 e 21/07,das 17h30 às 20h30

A estrutura do Romance

A Oficina de Criação Literária de João Silvério Trevisan temfunção eminentemente prática, para treinamento na área de redação literária. Oobjetivo é desbloquear as dificuldades de expressão, tão comuns no ato deescrever, e assim, permitir maior apuro na escrita criativa. O curso é voltado paraescritores iniciantes e pessoas interessadas em aprimorar a redação de textos.O método de trabalho consiste na discussão de textos literários elaboradospelos participantes, antes ou durante o evento, a partir de exercíciospropostos pelo Coordenador. Com isso, criam-se diferentes estímulos paraaprimoramento de estilo, expressão e recursos da língua. O trabalho em grupooferece condições adequadas para que os participantes possam examinar os textosuns dos outros, trocar idéias, checar e ser checados, visando treinar a críticade seus próprios textos e dos demais. A par do trabalho mais prático, oCoordenador fará leituras comentadas de obras de escritores consagrados, eassim oferecerá subsídios técnicos para melhor expressão daquilo que se querpropor no texto literário. A intenção é colocar a serviço dos participantes asconquistas de recursos literários alheios. Os trabalhos e os debates serãoorientados passo a passo pelo coordenador, a partir de seus 23 anos deexperiência nessa função e da sua própria vivência como escritor.

João SilvérioTrevisan – Escritor, ensaísta, dramaturgo, tradutor, jornalista, roteirista ediretor de cinema. Recebeu inúmeros prêmios em teatro, cinema e literatura,dentre os quais o Concurso Latino-americano del Cuento, em Puebla – México; oJabuti (três vezes) e o da Associação Paulista dos Críticos de Arte – APCA(três vezes). Têm obras traduzidas para o inglês, o alemão e o espanhol.Escreve para jornais e revistas de todo o País e do exterior. Seu mais recenteromance Rei do Cheiro está concorrendo ao prêmio Portugal Telecom 2010.

Dias 23 e 24/07
Dia 23, das 18h às 20h, e dia 24, das 10h às 14h

Contadores de Histórias

O objetivo do workshop é conduzir os participantes àdescoberta de um estilo próprio na arte de contar histórias. Relatos de contospopulares, de memórias e de vivências. Resgate das histórias ouvidas.Preparação de histórias. Exercícios de improvisação, leitura, narração, dicção,memorização, relaxamento e dinamização corporal. Jogos de palavras, adivinhas eprovérbios. Escolha e formação de repertório.

Grupo Confabulando –Formado em 1994 por Ana Cretton, Maria Clara Cavalcanti, Maria Ignês Correa eOlívia Dornelles, o Confabulando trabalha com o resgate da tradição oral, naarte de contar histórias. O grupo publicou os livros Pode entrar Dona Sorte eConfabulando – Contos como a gente conta.

Dia 24/07, das 10h às16h 

O escritor e o mercado editorial

Como funciona a indústria dolivro e o mercado editorial. Os diferentes papéis (autor/editor/indústria) esuas convergências. O que significa ser autor hoje? Quais os caminhos possíveisde trilhar para ter seu livro publicado e lido? A viagem do livro nacontemporaneidade, dos originais à mesa do editor, suas  principais etapas. Curso destinado aprofissionais da indústria do livro e escritores que desejam ingressar nomercado conhecendo-lhe as regras

Maria Amélia Mello – Editora da José Olympio(Grupo Record) com cursos na Inglaterra, Alemanha e EUA. MBA em MercadoEditorial em Stanford.  Jornalista eescritora, autora de Às Oito em Ponto (contos). Ganhadora do Prêmio FazDiferença (2007)

Dia 31/07, das 10h às14h


Laboratório de vivência literária (a confirmar)

O escritor Luiz Ruffato propõe, em seu Laboratório deVivência Literária, uma reflexão sobre o ato de escrever, particularmente noque diz respeito à prosa de ficção. Nos encontros, os participantes sãoestimulados a produzir textos e discuti-los e analisá-los em conjunto. A partirdas demandas teóricas, surgidas de necessidades específicas, são introduzidoselementos de teoria literária e de processo de criação. Ou seja, a leituracrítica dos textos alheios torna-se ferramenta fundamental para a elaboração deuma escrita criativa.

Luiz Ruffato – Nascido em Cataguases (MG), publicou Eleseram muitos cavalos (2001), também lançado na Itália, França e Portugal; Demimjá nem se lembra (2007); Estive em Lisboa e lembrei de você (2009) entreoutros. Está em curso a edição do projeto Inferno provisório, previsto paracinco volumes, dos quais quatro já foram publicados: Mamma, son tanto felice,também na França e O mundo inimigo (ambos em 2005), Vista parcial da noite(2006) e O livro das impossibilidades (2008).

 Dia 17/07, das 10h às16h 

Recomendamos para você