Saraiva Conteúdo por Saraiva Conteúdo Filmes e séries 24.05.2013 24.05.2013

Conheça ‘Sr. Ávila’, a nova série latina

Por Thaís Ferreira
 
Já se foi o tempo em que as únicas produções latino-americanas de que se ouvia falar eram as novelas. O cinema e os seriados dos nossos “hermanos” estão em expansão, conquistando um espaço importante na programação brasileira.
Exemplo disso é a estreia da série mexicana Sr. Ávila, produção original da HBO, que chega à programação do canal no próximo dia 26 de maio. O personagem-título é um homem com uma vida dupla: um pai de família e vendedor de seguros, mas que também é um matador de aluguel em uma organização criminosa.
O programa é estrelado por Tony Dalton, ator estadunidense radicado no México, que atuou em Rebeldes e Os Simuladores. O enredo mostra a tentativa do protagonista de manter sua vida de aparências enquanto sobe de posição dentro do crime organizado.
A trajetória de Ávila se modifica quando ele assume o cargo mais alto dentro da organização. Ele começa a ver as vidas de sua mulher María (Nailea Norvind) e de seu filho Emiliano (Adrian Alonso) ameaçadas. 
A primeira temporada tem 13 capítulos que misturam violência e suspense, no melhor estilo dos filmes sobre as máfias.
Assista ao trailer da série:
 
Sr. Ávila é a mais recente das produções latinas a alcançar os telespectadores brasileiros, mas ela veio precedida de outros seriados que abriram as portas para esse mercado. Apesar de usarem o mesmo formato das atrações norte-americanas, esses programas se diferenciam tanto pela temática quanto pelo estilo.
OS SIMULADORES
A série original foi produzida na Argentina em 2002. O sucesso foi grande, e a série foi refilmada em outros países, entre eles Chile, Espanha e Rússia. No Brasil, foi transmitida a versão mexicana, produzida pela Televisa em 2008 e também protagonizada pelo ator Tony Dalton.
A atração conta a história de uma equipe formada por quatro homens, cada um com uma habilidade especial: Mario Santos (o cérebro), Emilio Vargas (o camaleão), Pablo López (o técnico) e Gabriel Medina (o investigador). Eles simulam circunstâncias inteligentes e planejadas para ajudar pessoas a se livrarem de seus problemas cotidianos.
A produção foi criada em 2007 em uma parceria entre México e Estados Unidos. Capadócia é o nome de um fictício centro penitenciário feminino da Cidade do México. Nesse local existem duas forças contrárias: a primeira representada pelo interesseiro Federico Márquez (Juan Manuel Bernal), que pretende explorar a mão de obra das prisioneiras, e a segunda comandada pela advogada Teresa Lago (Dolores Heredia), que deseja a reabilitação das mulheres.
Uma das personagens principais é Lorena Guerra (Ana de la Reguera), uma dona de casa com uma vida exemplar. Ao descobrir que estava sendo traída, ela assassina a amante do marido e vai parar no presídio, onde descobre o lado mais negro de sua personalidade.
O diferencial dessa série é a qualidade de imagem: filmada em 16 mm, formato usado geralmente para o cinema.
 
Capadócia retrata o cotidiano de um presídio feminino

PRÓFUGOS

A palavra em espanhol significa "fugitivos", e é essa a realidade dos quatros protagonistas dessa atração. Eles são contratados para transportar uma carga de cocaína da Bolívia até a fronteira chilena, mas a operação fracassa e agora eles têm que fugir para manter suas vidas e liberdades.
Sem saber ao certo quem são seus inimigos, Vicente Ferragut (Néstor Cantillana), Álvaro "Tegui" Parraguez (Benjamín Vicuña), Oscar Salamanca (Francisco Reyes) e Mario Moreno (Luis Gnecco) se manterão unidos para escapar, mesmo com suas diferenças pessoais e ideológicas.
A série, a primeira produção da HBO no Chile, é repleta de cenas de explosão, perseguições e tiros, ao estilo das sequências de ação cinematográficas. O diretor Pablo Larraín (que recentemente dirigiu o filme No, indicado ao Oscar de melhor produção estrangeira) se inspirou em obras como Miami Vice e Efeito Colateral.
LOS CABALLEROS LAS PREFIEREN BRUTAS
Seriado colombiano que mistura drama e comédia, foi baseado no livro homônimo da atriz Isabella Santo Domingo. O enredo conta a trajetória de Cristina (Valerie Domínguez), uma mulher independente e bem-sucedida que não consegue encontrar seu parceiro ideal.
Como o título sugere: os homens preferem as burras; a atração é uma crítica ao machismo e aos relacionamentos superficiais.
EPITÁFIOS
Essa produção argentina, também filmada em 16 mm, conta a história de um policial que se aposenta após não conseguir evitar a morte de crianças em um crime dentro de uma escola.
Depois de cinco anos do incidente, Renzo Márquez (Julio Chávez) tem uma vida pacata: torna-se um taxista e mora com seu pai. No entanto, depois de um crime brutal, é encontrada uma lápide com seu nome, e ele decide voltar à ativa. A cada episódio o assassino deixa uma mensagem em forma de epitáfio, indicando as próximas vítimas.
Entre os integrantes do elenco está a atriz Cecília Roth, que faz o papel da investigadora Marina Segal, conhecida em âmbito internacional por suas participações nos filmes Tudo Sobre Minha Mãe e Labirinto de Paixões, do diretor Pedro Almodóvar.
 
Bastidores de Sr. Ávila
 
Recomendamos para você