Bel Sanmax por Bel Sanmax HQ 17.07.2018 17.07.2018

Conheça Carol Danvers, a Capitã Marvel

Vinte filmes depois, o Universo Cinematográfico da Marvel prepara-se para lançar seu primeiro título protagonizado por uma mulher: Capitã Marvel, que chega aos cinemas em 2019.

A heroína, cuja estreia nas HQs foi em 1968, ainda como seu nome ‘civil’, Carol Danvers, representa não só uma revolução na dinâmica de gêneros dos heróis da Marvel, como também no desenrolar dos Vingadores como equipe.

“Os poderes da Capitã Marvel são fora de série, e quando ela for apresentada, será de longe a personagem mais poderosa que já tivemos”, revelou Kevin Feige, diretor da Marvel Studios.

Muito mais do que Thor, o Deus do Trovão? Feige garante que sim.

A Capitã, que nas telonas será interpretada pela vencedora do Oscar Brie Larson (Por O Quarto de Jack, de 2016), estará em Guerra Infinita 2, cuja estreia está programada para um mês depois de seu filme solo.

A participação de Carol Danvers no capítulo 4 da história dos Vingadores é apontada como determinante para os rumos da trama.

UCM

No final de Guerra Infinita, na cena pós-créditos, Maria Hill (Colbie Smolders) e Nick Fury (Samuel L. Jackson) aparecem em Nova York, em meio ao caos provocado pela eliminação de metade da população do Universo.

Fury, que é um dos personagens do filme Capitã Marvel, consegue enviar um sinal através de uma espécie de pager (tecnologia da década de 1990, quando se passará o longa da heroína). Em resposta, ele recebe uma mensagem na qual se vê um símbolo misterioso.

Trata-se da insígnia dos militares da raça alienígena Kree (os guerreiros de pele azul que aparecem em Guardiões da Galáxia, e na série Agents of SHIELD), atualmente usada por Carol Danvers.

Capitã Marvel: a HQ

Uma minissérie em quatro partes da história de Carol Danvers, de sua infância à ascensão como super-heroína, foi lançada pela Marvel HQs.

The Life of Captain Marvel falará também do encontro de Carol com o Capitão Mar-Vell, seu mentor, e de quem ela ‘herdou’ sua alcunha de heroína.

De acordo com o editor da minissérie, Tom Brevoort, o passado e o presente de Carol Danvers serão explicados e revelarão pontos chave para a chegada dela no Universo Cinematográfico da Marvel.

Reunimos os fatos mais importantes sobre Carol Danvers, a Capitã Marvel, já conhecidos por seus fãs nas HQs. Saiba mais sobre a heroína antes que ela estreie nas telonas!

Origem

Carol Danvers cresceu em um bairro de classe média em Boston. Ela era fã do time da cidade, o Red Sox, e tinha o sonho de se tornar cientista e astronauta. Adorava ler e estudar. Carol sempre rejeitou a ideia de, por ser mulher, receber um tratamento diferente de seus dois irmãos.

O pai de Carol, no entanto, não acreditava na igualdade de gêneros, e ela teve de lutar muito para poder estudar o que queria.

Carol se alistou na Força Aérea dos Estados Unidos, onde fez sua carreira acadêmica. Como melhor aluna de sua turma, ela é convidada a fazer parte de um time de operações especiais e se tornar espiã. Um de seus orientadores é o Capitão Marvel, com quem ela presencia a explosão de um dispositivo alienígena Kree. Ele salva a sua vida ao se fazer de escudo.

Mar-Vell

O Capitão (o original) é o alienígena Mar-Vell, que vive disfarçado de humano desde que decidiu abandonar a missão de ser um espião de seu povo. Apaixonado pelo planeta Terra, ele se dedica a proteger sua população. Mar-Vell serve o exército como cientista e professor, e tem Carol como aprendiz.

Mar-Vell era um membro superpoderoso dos Kree, e a explosão da arma, chamada Psyche-Magnetron, fez com que seu DNA alienígena se fundisse com o de Carol.

O resultado: super poderes, que incluem força descomunal, resistência física sobre-humana e a capacidade de manipular, incorporar e disparar energia através das mãos. E ela também pode voar.

Sons of Gruumsh

Sons of Gruumsh (Cód: 972591)

R$36,80 em até 1x de R$ 36,80 sem juros Quero este produto

Carreira

Após seus anos na Força Aérea dos Estados Unidos, onde serviu como piloto de caça, coronel e cientista, ela realizou sua ambição de trabalhar na NASA. Ela foi convocada para ser a chefe de segurança.

Carol foi encarregada de rastrear os movimentos do império Kree, assim como os de Mar-Vell. Nessa linha da história, Mar-Vell ainda estava vivo e não havia acontecido a explosão.

Depois do acidente, Carol foi forçada a renunciar. Seus novos poderes prejudicaram sua capacidade de se concentrar em suas funções. Ela passou meses sem saber da dimensão do que lhe havia acontecido.

Carol sofria apagões constantes, o que lhe conferiu uma espécie de dupla personalidade. Nos apagões, ela se tornava uma guerreira Kree, mas não se lembrava.

Seu próximo emprego foi atrás de uma máquina de escrever. Ela foi trabalhar no jornal Daily Bugle, depois de ser elogiada por escrever um livro expondo as práticas fraudulentas da NASA. Carol chegou a ocupar o posto de editora da seção de mulheres do jornal.

Títulos

Muitos personagens assumiram a alcunha de Capitão Marvel (Mar-Vell) após a morte dele, ao longo do tempo, nas HQs. Carol é a atual. Antes de adotar o título, ela já havia aparecido nas páginas do mundo Marvel como Ms. Marvel, Binary e Warbird.

Romances

Captain Marvel: Earth's Mightiest Hero, Volume 3

Captain Marvel: Earth's Mightiest Hero, Volume 3 (Cód: 9725903)

R$103,30 em até 3x de R$ 34,43 sem juros Quero este produto

Carol Danvers se envolveu com alguns personagens ao longo dos seus mais de 50 anos de existências nas páginas das HQs. O Homem-Aranha foi um deles. Mas o relacionamento mais importante de Carol foi com James Rhodes, o Máquina de Combate.

Piloto da força aérea, como Carol, ambos foram militares de alto escalão. Na segunda Guerra Civil, Rhodes teve uma morte trágica pelas mãos de Thanos, o que traumatizou Carol e Tony Stark (melhor amigo de Rhodes).

Vício

Quando assumiu a personalidade heroica de Warbird, após a morte de Rhodes e outros acontecimentos negativos, Carol desenvolveu uma dependência alcoólica.

De volta à equipe dos Vingadores, ela foi obrigada a deixar seu posto por causa de suas questões. Tony, que também enfrentou o mesmo problema, a ajudou a se reabilitar.

Recomendamos para você