Saraiva Conteúdo por Saraiva Conteúdo Filmes e séries 13.10.2014 13.10.2014

Clube da Luta continua atual mesmo depois de 15 anos de sua estreia

Por Fernanda Oliveira
 
Há 15 anos, mais exatamente no dia 15 de outubro de 1999, estreava o filme Clube da Luta. Dirigido por David Fincher, que atualmente está nos cinemas com o longa Garota Exemplar (2014), é uma adaptação do romance homônimo do escritor norte-americano Chuck Palahniuk.
 
A produção estrelada por Edward Norton e Brad Pitt causou muita polêmica quando chegou às salas de cinema, sobretudo por ser considerado extremamente violenta. Isso acabou refletindo diretamente na bilheteria do longa, que não atingiu as expectativas. Com orçamento de cerca de US$ 60 milhões, foram arrecadados pouco mais de US$ 100 milhões.
 
Realmente, um fato inesperado para um filme que hoje tem status de cult e é simplesmente adorado. Aliás, não é difícil encontrar quem liste de cor as oito regras do Clube da Luta. A cena em que Tyler Durden, personagem de Pitt, apresenta essas regras é considerada clássica.
 
"A primeira regra do Clube da Luta é: você não fala sobre o Clube da Luta. A segunda regra do Clube da Luta é: você não fala sobre o Clube da Luta. Terceira regra do Clube da Luta: se alguém fraquejar, a luta está terminada. Quarta regra: apenas dois 'caras' numa luta. Quinta regra: uma luta de cada vez. Sexta regra: sem camisas, sem sapatos. Sétima regra: as lutas duram o tempo que for necessário. E a oitava e última regra: se esta for a sua primeira noite no Clube da Luta, você tem de lutar."
 
REVIRAVOLTA
 
Mas, afinal, qual o motivo da "apreensão" inicial? No final dos anos 1990, a violência das lutas e as fortes críticas ao consumismo afastaram parte do público. Isso pode ter sido resultado da associação do filme a acontecimentos da época de seu lançamento, como a criação de clubes de luta nos Estados Unidos e um caso extremo que ocorreu especificamente no Brasil.
 
O longa é protagonizado por Edward Norton e Brad Pitt
 
"Lembro que houve um acontecimento de grande repercussão aqui no Brasil. Um estudante saiu atirando num cinema, na sessão que exibia Clube da Luta. Pode até não haver relação, mas acho possível que por aqui, pelo menos, deve ter havido um certo receio das pessoas em ir ver o filme, tanto pela polêmica do tema como por estar envolvido num caso tão chocante", justifica Fernando Labanca, do blog Cinemateca.
 
Para o docente de Vídeo do Senac Lapa Scipião, Edwin Perez, a reviravolta veio com o tempo em função da qualidade do trabalho de Fincher e das atuações de Norton e Pitt. Vale destacar também a interpretação da atriz Helena Bonham Carter. "Além disso, na medida em que o tempo avançou, o filme pôde dialogar com a sociedade de forma mais direta", completa.
 
Quanto à exploração da violência, ele acredita que, atualmente, não seria algo tão controverso. "Ela está absorvida na sociedade contemporânea, com realities e MMAs [Mixed Martial Arts, ou Artes Marciais Mistas em português]". E Fernando acrescenta: "Infelizmente, a sociedade, hoje, me parece um pouco 'acostumada' com a violência".
 
Além de Edward Norton e Brad Pitt, o longa conta a atuação premiada de Helena Bonham Carter
 
Entretanto, Fernando acredita que Clube da Luta ainda geraria discussões, mas sobre o papel da publicidade e a relação das pessoas com o consumo. "Trata-se de uma obra atemporal, que continuará trazendo reflexões ao longo dos anos". O docente do Senac tem a mesma opinião: "O mundo tornou-se mais descartável, assim como retratado, de certa maneira, no filme".
 
"Clube da Luta é uma obra-prima e, a cada ano que passa, parece ter mais valor. O que o torna tão bom são suas discussões, aquela sensação de 'soco na cara', por nos fazer refletir. Também é um longa muito inteligente, no qual personagens, diálogos, roteiro, tudo funciona em sua construção. Ele aborda pontos relevantes sobre o consumismo, que é algo ainda muito presente em nossa atual sociedade. Tudo o que o filme diz, mesmo que 15 anos depois, continua fazendo muito sentido. A carapuça que lançou ainda nos serve", finaliza Fernando.
 
Clube da Luta é um dos filmes do reconhecido diretor David Fincher, que tem outros sucessos no currículo, como Seven (1995) e O Curioso Caso de Benjamim Button (2008)
 
 
Recomendamos para você