Saraiva Conteúdo por Saraiva Conteúdo Filmes e séries 29.01.2010 29.01.2010

Cinema para gregos e troianos

Por Vinicius Valente

Músicos, atletas e estudiosos são três tribos que,normalmente, não costumam andar juntas. Quando jovens, se não fosse pelocontato forçado em universidades e colégios, provavelmente se limitariam adizer bom dia uns aos outros. Na idade adulta então nem se fala. Entretanto, apartir deste final de semana todos os integrantes dos três estilos têm diversospontos de encontro marcados para a confraternização em conjunto. Os locaissão os cinemas brasileiros, que neste 29 de janeiro abrigam as estréias dosfilmes Invictus, A todo volume e Tyson. Oprimeiro narra um período da história de Nelson Mandela, enquanto o segundoreúne três guitarristas de diferentes gerações em um documentário e o últimoconta a trajetória do polêmico pugilista Mike Tyson. A miscelânea nas salas deexibição vai estar interessante.

Invictus édirigido por Clint Eastwood e estrelado por Morgan Freeman no papel do famosopolítico sul-africano. O longa é baseado no livro Conquistando o inimigo, de John Carlin, que dá ênfase ao período deconciliação na África do Sul pós-apartheid. Quatro anos após ter saído daprisão, Mandela foi eleito o primeiro presidente negro do país que aindadetinha fortes ideais racistas, devido aos anos de exclusão política, social eeconômica dos negros. No governo, o político esbarra no medo e na desconfiançadas duas etnias, que ainda não sabem lidar com a nova situação nacional e nãose dão bem entre si. Mostrando sabedoria, Mandela enxerga no time nacional derúgbi uma maneira de conquistar e unir os dois lados da população. O esporte évisto como de brancos e desprezado pela maioria negra, que torce contra o timenacional. O presidente resolve então marcar uma reunião com o capitão do timede rúgbi, o branco François Piennar (Matt Damon), e pede para que o time ganhea Copa Mundial do esporte, uma atitude que confunde não só o próprio Piennar,prestigiado membro da comunidade branca, mas o próprios colaboradores negros deMandela, que não entendem o esforço do presidente pela causa.

A todo volume é umencontro musical de peso. O documentário é dirigido por Davis Guggenheim (Uma verdade inconveniente) e reúne osguitarristas Jimmy Page (Led Zeppelin e The Yardbirds), The Edge (U2) e Jack White (The WhiteStripes e The Racounters). Membros de três gerações diferentes, cadaum possui seu estilo particular para tocar o instrumento. O diretor marcou umencontro com os três músicos em um estúdio de Hollywood, dotado de cenárioimponente, amplificadores, sofás, toca-discos e um pequeno palco, local que o trioutiliza para dialogar através das cordas das guitarras. Na reunião, osguitarristas falam de suas influências e de como chegaram ao instrumento. Alémdisso, cada um toca uma música de sua banda, acompanhado pelos parceiros e, aofinal, apresentam a canção “The Weight”, hino do grupo The Band.

Tyson também é umdocumentário de peso, mas peso pesado. O longa, dirigido por James Tobackaborda a carreira do mais jovem pugilista campeão do mundo, retornando à era deglórias do polêmico Mike Tyson. Para dobrar o “Iron Mike”, o diretor o deixousozinho em uma sala com a câmera. Do lado de fora, Toback passou a questioná-losobre combates, fama, mulheres, dinheiro e más companhias. O resultado é umTyson bastante emocionado, que chora ao relembrar os ensinamentos de Cus D’Amato,seu mentor. O filme revela vários detalhes da vida do lutador, como o tremorque sentia antes de entrar na luta com Trevor Berbick, da qual saiu consagradocomo campeão do mundo. O suor frio não era de medo, mas sim por ter contraídogonorréia.

Preparem as pipocas.

> Assista ao trailer de Invictus



> Assista ao trailer de A todo volume



> Assista ao trailer de Tyson



Share |

Recomendamos para você